segunda-feira, fevereiro 11, 2008

Wounded Ramos-Horta on way to Australia

Article from: AAP

By staff writers and wires
February 11, 2008 10:59am

President Jose Ramos-Horta injured in attack
Rebel soldier Alfredo Reinado killed at the scene
Australian troops cordon off president's home
GUNMEN have opened fire on East Timor President Jose Ramos-Horta's home, shooting the leader in the stomach.

Rebel soldier Alfredo Reinado was killed in the pre-dawn shoot-out, the military said.
There was no official word on Mr Ramos-Horta's condition, but Reuters quoted neighbour Januario Freitas as saying the wound appeared serious.
A relative, who declined to be named, said the Nobel Peace laureate had been taken to a helipad operated by the Australian military and was being flown to Australia.
Army spokesman Major Domingos da Camara told the Associated Press two cars passed Mr Ramos-Horta's house about 4am local time (6am AEDT) and began shooting.
Reinado was killed by return gunfire from house guards, and one of Mr Ramos-Horta's guards was also shot.

Australian intervention
Australian officers with the International Stabilisation Force (ISF) said the president's house in Dili had been cordoned off and troops had rushed to the residence.
Australian non-government organisations in Dili were this morning recommending that their staff remain at home.
Reinado was involved in an incident last week when his rebel group fired up to eight warning shots at Australian ISF troops.

The ISF soldiers did not return fire and no casualties were reported.
The following day an explosion rocked the military base at Camp Phoenix, in central Dili, which houses elements of the ISF, but again there were no injuries.
Rebel leader
Reinado was a key figure in the 2006 unrest that brought the tiny nation to the brink of civil war.

Only last month it was reported that Prime Minister Xanana Gusmao would offer him one more chance to surrender or face arrest.
Security forces have previously failed to apprehend Reinado, who in January refused to attend a scheduled court hearing tomorrow to face murder and other charges.
Reinado's lawyer said the rebel leader would not submit to the judicial process until the government met several demands, including that his case be heard by a military court.
The court issued an arrest warrant for Reinado following his escape from prison, but last year Mr Ramos-Horta called off the warrant following a bungled attempt by the Australian military to arrest the rebel in Same, 50km south of Dili.

Five of Reinado's followers died in the mountain raid.

A 1000-strong Australian and New Zealand International Stabilisation Force has responsibility for the military in East Timor.

With AAP

1 comentário:

Margarida disse...

Tradução:
Ramos-Horta ferido a caminho da Austrália
Artigo de: AAP

Por escritores empregados e
Fevereiro 11, 2008 10:59am

Presidente José Ramos-Horta ferido no ataque
Soldado amotinado Alfredo Reinado morto no local
Tropas Australianas isolam a casa do presidente
Pistoleiros abriram fogo contra a cada do Presidente José Ramos-Horta, baleando o líder no estômago.

O amotinado Alfredo Reinado foi morto num tiroteio antes do nascer do dia, disseram os militares.
Não há informações oficiais sobre a condição do Sr Ramos-Horta, mas a Reuters citou o vizinho Januario Freitas que disse que o ferimento parecia sério.
Um familiar, que não quis ser identificado, disse que o laureado do Nobel da Paz tinha sido levado para um helipad operado por militares Australianos e estava a ser voado para a Austrália.
O porta-voz das forças armadas Major Domingos da Camara disse à Associated Press que dois carros passaram pela casa do Sr Ramos-Horta por volta das 4 am local time (6am AEDT) e começaram os disparos.
Reinado foi morto por tiros dos guardas da casa, e um dos guardas do Sr Ramos-Horta foi também baleado.

Intervenção Australiana
Oficiais Australianos das ISF disseram que a casa do presidente em Dili fora isolada e que as tropas tinham corrido para a residência.
Organização não-governamentais Australianas em Dili estavam esta manhã a recomendar ao seu pessoal para não sair de casa.
Reinado esteve envolvido num incidente na semana passada quando o grupo dos amotinados disparou cerca de oito tiros de aviso a tropas Australianas da ISF.

Os soldados da ISF não responderam e não houve casualidades.
No dia seguinte uma explosão abalou a base militar em Camp Phoenix, no centro de Dili, que abriga elementos da ISF, mas não houve também feridos.

Líder amotinado
Reinado foi uma figura chave no desassossego de 2006 que levou a pequena nação à beira da guerra civil.

Apenas no mês passado foi relatado que o Primeiro-Ministro Xanana Gusmão lhe ofereceria uma mais oportunidade para se entregar ou enfrentar a prisão.
Forças da segurança tinham anteriormente falhado em prender Reinado, que em Janeiro recusou atender uma audiência judicial para enfrentar acusações de homicídio e outras.
O advogado de Reinado disse que o amotinado não se submeteria ao processo judicial até o governo atender várias exigências, incluindo que o seu caso fosse ouvido por um tribunal militar.
O tribunal emitiu um mandato de captura para Reinado depois de ter fugido da prisão, mas no ano passado o Sr Ramos-Horta anulou o mandato depois de ter falhado uma tentativa dos militares Australianos para o prenderem em Same, 50 km sul de Dili.

Cinco dos seguidores de Reinado morreram no assalto na montanha.

Uma Força Internacional de Estabilização com 1000 elementos Australianos e da Nova Zelândia têm a responsabilidade militar em Timor-Leste.

Com AAP

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.