segunda-feira, fevereiro 11, 2008

FRETILIN condemns reports of attack on Timor-Leste’s President and Prime Minister: Demands answers from UN and ISF

FRENTE REVOLUCIONÁRIA DO TIMOR-LESTE INDEPENDENTE
FRETILIN
MEDIA RELEASE
Dili, 11.02.08

The Secretary General of FRETILIN Dr. Mari Alkatiri strongly condemned the reported
attacks on the President of the Republic, Dr. José Ramos-Horta, and Xanana Gusmao,
and gave FRETILIN’s full support to cooperate with the security authorities in any way it
can to maintain peace and stability in their wake.

There have been separate unconfirmed reports of an attempt also on the de facto Prime
Minister. Dr. Alkatiri and FRETILIN have issued a strong condemnation of both
reported attacks.

“We are shocked that this has happened, if the media reports are true. This comes as a
total surprise given the recent positive developments, as a result of the President’s tireless
efforts to find a mechanism of national political consensus to find solutions to the critical
issues that are faced by our country,” said Alkatiri.

“FRETILIN is also concerned that the Head of our State and Head of Government could
be so easily reached by a breach in security. UNMIT and the International Stabilization
Forces are principally responsible for security in our country at this time. We demand
answers as to how these breaches in security could possibly happen if the reports are
proven to be true,” closed Alkatiri.

For further information contact José Teixeira on +670 7287080

Tradução:

FRETILIN condena relatado ataque ao Presidente e Primeiro-Ministro em Timor-Leste: Exige respostas da ONU e ISF

FRENTE REVOLUCIONÁRIA DO TIMOR-LESTE INDEPENDENTE
FRETILIN
COMUNICADO DE IMPRENSA

Dili, 11.02.08

O Secretário-Geral da FRETILIN Dr. Mari Alkatiri condenou fortemente os relatados ataques ao Presidente da República, Dr. José Ramos-Horta, e a Xanana Gusmão, e deu o apoio total da FRETILIN para cooperar com as autoridades da segurança em qualquer maneira que puder para manter a paz e a estabilidade.

Tem havido relatos não confirmados separados também duma tentativa contra o de facto Primeiro-Ministro. O Dr. Alkatiri e a FRETILIN emitiram uma fonte condenação a ambos os ataques relatados.

“Estamos chocados que isto tenha acontecido, se os relatos dos media são verdadeiros. Isto vem como uma surpresa total dados os recentes desenvolvimentos positivos, como resultado dos esforços sem cansaço do Presidente para encontrar um mecanismo de consenso político nacional para encontrar soluções para as questões críticas que são enfrentadas pelo nosso país,” disse Alkatiri.

“A FRETILIN está também preocupada com o facto do Chefe do Estado e do Chefe do Governo poderem ser tão facilmente alcançados por uma falha na segurança. A UNMIT e as Forças Internacionais de Estabilização são as principais responsáveis pela segurança no nosso país nesta altura. Exigimos respostas em como estas falhas na segurança puderam possívelmente ter ocorrido se os relatos se provarem ser verdadeiros,” encerrou Alkatiri.

Para mais informação contactar José Teixeira em +670 7287080

11 comentários:

Margarida disse...

Tradução:
FRETILIN condena relatado ataque ao Presidente e Primeiro-Ministro em Timor-Leste: Exige respostas da ONU e ISF
FRENTE REVOLUCIONÁRIA DO TIMOR-LESTE INDEPENDENTE
FRETILIN
COMUNICADO DE IMPRENSA
Dili, 11.02.08

O Secretário-Geral da FRETILIN Dr. Mari Alkatiri condenou fortemente os relatados ataques ao Presidente da República, Dr. José Ramos-Horta, e a Xanana Gusmão, e deu o apoio total da FRETILIN para cooperar com as autoridades da segurança em qualquer maneira que puder para manter a paz e a estabilidade.

Tem havido relatos não confirmados separados também duma tentativa contra o de facto Primeiro-Ministro. O Dr. Alkatiri e a FRETILIN emitiram uma fonte condenação a ambos os ataques relatados.

“Estamos chocados que isto tenha acontecido, se os relatos dos media são verdadeiros. Isto vem como uma surpresa total dados os recentes desenvolvimentos positivos, como resultado dos esforços sem cansaço do Presidente para encontrar um mecanismo de consenso político nacional para encontrar soluções para as questões críticas que são enfrentadas pelo nosso país,” disse Alkatiri.

“A FRETILIN está também preocupada com o facto do Chefe do Estado e do Chefe do Governo poderem ser tão facilmente alcançados por uma falha na segurança. A UNMIT e as Forças Internacionais de Estabilização são as principais responsáveis pela segurança no nosso país nesta altura. Exigimos respostas em como estas falhas na segurança puderam possívelmente ter ocorrido se os relatos se provarem ser verdadeiros,” encerrou Alkatiri.

Para mais informação contactar José Teixeira em +670 7287080

Margarida disse...

Timor-Leste
Atentados contra Ramos-Horta e Xanana Gusmão

O presidente timorense Ramos-Horta foi alvejado no estômago durante um ataque à sua casa, em Díli, por homens armados. Ocorreu ainda um segundo atentado tendo por alvo o primeiro-ministro Xanana Gusmão, mas este saiu ileso.
Raquel Pinto*
Expresso, 23:46 | Domingo, 10 de Fev de 2008
O ataque sucedeu da madrugada de segunda-feira, cerca das 7h00 locais (22h00 Lisboa), com indivíduos a disparar contra a casa do Presidente, a partir de dois automóveis. Um guarda timorense terá morrido na acção, segundo o porta-voz do Exército, Domingos da Camara, que escusou-se a esclarecer o estado de saúde do líder.
José Ramos-Horta encontra-se neste momento a ser operado por militares australianos, na zona do heliporto da capital timorense Díli, segundo fonte presidencial anómima, citada pela Lusa, desconhecendo-se, todavia, a gravidade dos ferimentos do Nobel da Paz. Ao que tudo indica, deverá ser transportado para um hospital na Austrália. O embaixador de Portugal em Dilí, João Ramos Pinto, garantiu à Lusa que ochefe de Estado "não se encontra em estado crítico".
A agência AP avança, entretanto, que o fugitivo Major Alfredo Reinado - soldado rebelde acusado de homicídio, após uma onda de violência em 2006 provocada com a sua expulsão do Exército por desobediência -, terá sido morto na emboscada por membros da guarda pessoal do Presidente timorense.

O chefe de Governo timorense, Xanana Gusmão, também foi atacado, noutro local, quando se deslocava de Balibar para a capital, tendo a sua viatura ficado completamente destruída. No entanto, consegiu sair ileso e terá prosseguido para Díli de transportes públicos, estando agora no palácio do Governo, avança a Lusa.
A mesma agência adianta ainda, através de informação recolhida com fonte oficial que ,na sequência do ataque, dois seguranças que seguiam com o primeiro-ministro desapareceram.
Ainda não são conhecidos os autores dos disparos. No entanto, as Nações Unidas lançaram um apelo às populações para permanecerem em casa, esclareceu o diplomata português João Ramos Pinto.

Margarida disse...

Timor-Leste: Ambiente em Dilí é calmo - afirma adjunto de ministro Viiera da Silva

Timor-Leste, 11 Fev (Lusa) - O adjunto do ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, José Vieira da Silva, que se encontra em Dilí para uma reunião da CPLP afirmou hoje à Lusa que a capital timorense "está calma".


Timor-Leste, 11 Fev (Lusa) - O adjunto do ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, José Vieira da Silva, que se encontra em Dilí para uma reunião da CPLP afirmou hoje à Lusa que a capital timorense "está calma".
"Até ao momento a cidade está calma e o movimento é normal", disse à Lusa José Pedro Pinto, adjunto do ministro Vieira.
"Sabemos apenas que houve uma atentado ao Presidente Ramos Horta que devia abrir os trabalhos da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa).
A mesma fonte disse que "a reunião será adiada".
NL.
Lusa/Fim

Margarida disse...

Timor-Leste: Xanana Gusmão condena "ataque cobarde", PR em "condição estável"
Díli, 11 Fev (Lusa) - O primeiro-ministro timorense, Xanana Gusmão, afirmou hoje que a condição do presidente de Timor-Leste é "estável" e classificou como "cobardes" os ataques ocorridos hoje em Díli.

Expresso, 1:34 | Segunda-feira, 11 de Fev de 2008

** Pedro Rosa Mendes, da Agência Lusa **
Díli, 11 Fev (Lusa) - O primeiro-ministro timorense, Xanana Gusmão, afirmou hoje que a condição do presidente de Timor-Leste é "estável" e classificou como "cobardes" os ataques ocorridos hoje em Díli.
"Foi um ataque cobarde contra o presidente da República, contra o primeiro-ministro e contra as instituições do Estado", declarou Xanana Gusmão no Palácio do Governo em Díli.
Segundo o primeiro-ministro timorense, a condição do Presidente da República é "estável" e "se houver necessidade, as ISF (forças internacionais) têm um avião preparado para o levar para Darwin".
Lusa/Fim

Margarida disse...

Timor-Leste: ONGs australianas recomendam a funcionários para que "permaneçam em casa"

Lisboa, 11 Fev (Lusa) - Organizações não-governamentais australianas recomendaram hoje aos seus funcionários em Díli para que "permaneçam em casa", e se mantenham informados do evoluir da situação, actualmente "calma", disse à Lusa um funcionário australiano em Timor-Leste.


Expresso, 1:33 | Segunda-feira, 11 de Fev de 2008

Lisboa, 11 Fev (Lusa) - Organizações não-governamentais australianas recomendaram hoje aos seus funcionários em Díli para que "permaneçam em casa", e se mantenham informados do evoluir da situação, actualmente "calma", disse à Lusa um funcionário australiano em Timor-Leste.
A fonte, que está em Díli a trabalhar num projecto médico, explicou que para já não há qualquer "medida adicional" além da recomendação de que devem ficar em casa.
"Está tudo calmo. Nota-se uma presença maior de efectivos de segurança nas ruas e nas zonas do Palácio", disse.
Fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano em Camberra disse à Lusa que o ministro Stephen Smith deverá fazer uma conferência de imprensa sobre a situação em Timor-Leste "dentro da próxima hora".
Até ao momento, "não há qualquer outro comentário" visto estarem ainda a ser recolhidas "informações detalhadas".
Uma porta-voz do Royal Darwin Hospital confirmou à Lusa que esta unidade, a mais bem equipada de Darwin, no Norte da Austrália, já recebeu a comunicação oficial para receber José Ramos-Horta, actualmente no hospital militar australiano em Díli.
"Estamos à espera que chegue aqui durante a tarde. Não temos para já mais informação", afirmou.
ASP.
Lusa/Fim

Margarida disse...

Timor-Leste: Médicos tentam extrair bala a Ramos-Horta, evacuação pedida à Austrália - MNE timorense

Lisboa, 11 Fev (Lusa) - José Ramos-Horta estava há 20 minutos no bloco operatório, no hospital militar austaliano em Díli, com os médicos a tentar extrair uma das duas balas que o atingiram esta manhã na capital timorense, disse à Lusa o ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste, Zacarias da Costa.


Expresso, 1:03 | Segunda-feira, 11 de Fev de 2008

Lisboa, 11 Fev (Lusa) - José Ramos-Horta estava há 20 minutos no bloco operatório, no hospital militar austaliano em Díli, com os médicos a tentar extrair uma das duas balas que o atingiram esta manhã na capital timorense, disse à Lusa o ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste, Zacarias da Costa.
"Estive com o Presidente há pouco e ele foi atingido por duas balas, uma atingiu-o nas costas e passou para o estômago, a outra passou de raspão", informou Zacarias da Costa, num contacto telefónico com a Agência Lusa em Lisboa.
Segundo o Ministro dos Negócios Estrangeiros, os médicos "estavam há 20 minutos à procura da bala" que se encontra no corpo do chefe de Estado timorense e um avião já foi pedido ao governo australiano para transportar Ramos-Horta para Darwin, na Austrália.
HB.
Lusa/fim

Margarida disse...

Timor-Leste: Ramos Horta não está em estado crítico - embaixador de Portugal

Timor-Leste, 11 Fev (Lusa) - O embaixador de Portugal em Dilí, João Ramos Pinto, disse à Lusa que o Presidente timorense está a ser assistido no hospital das forças australianas "mas não se encontra em estado crítico".


Expresso, 1:01 | Segunda-feira, 11 de Fev de 2008

Timor-Leste, 11 Fev (Lusa) - O embaixador de Portugal em Dilí, João Ramos Pinto, disse à Lusa que o Presidente timorense está a ser assistido no hospital das forças australianas "mas não se encontra em estado crítico".
"O que se sabe é que o Presidente da República foi atingido hoje e que está a ser assistido no hospital das forças australianas mas não está se encontra em crítico", afirmou.
O diplomata português afirmou que "se sabe também que a coluna que transportava o primeiro-ministro Xanana Gusmão foi tacada mas sem consequências".
Ramos Pinto disse que o ataque ao Presidente Ramos Horta ocorreu quando este se preparava para inaugurar a reunião de ministros de Trabalho da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) que estava prevista realizar-se no Palácio presidencial e foi transferida para o Hotel Timor.
"O local da reunião foi transferido para o Hotel de Timor que está policiado por agentes das Nações Unidas e timorenses", disse o diplomata.
Segundo a mesma fonte as Nações Unidos apelaram à população para restringir os movimentos e para as famílias não saírem de casa.
O embaixador disse ainda que "aparentemente a situação em Dilí está calama".
NL.
Lusa/Fim

Margarida disse...

Timor-Leste: Médicos tentam extrair bala a Ramos-Horta, evacuação pedida à Austrália - MNE timorense

Lisboa, 11 Fev (Lusa) - José Ramos-Horta estava há 20 minutos no bloco operatório, no hospital militar austaliano em Díli, com os médicos a tentar extrair uma das duas balas que o atingiram esta manhã na capital timorense, disse à Lusa o ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste, Zacarias da Costa.


Expresso, 1:03 | Segunda-feira, 11 de Fev de 2008

Lisboa, 11 Fev (Lusa) - José Ramos-Horta estava há 20 minutos no bloco operatório, no hospital militar austaliano em Díli, com os médicos a tentar extrair uma das duas balas que o atingiram esta manhã na capital timorense, disse à Lusa o ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste, Zacarias da Costa.
"Estive com o Presidente há pouco e ele foi atingido por duas balas, uma atingiu-o nas costas e passou para o estômago, a outra passou de raspão", informou Zacarias da Costa, num contacto telefónico com a Agência Lusa em Lisboa.
Segundo o Ministro dos Negócios Estrangeiros, os médicos "estavam há 20 minutos à procura da bala" que se encontra no corpo do chefe de Estado timorense e um avião já foi pedido ao governo australiano para transportar Ramos-Horta para Darwin, na Austrália.
HB.
Lusa/fim

Margarida disse...

Timor: Mari Alkatiri exige responsabilidades à UNMITpelos atentados ao PR e PM

Díli, 11 Fev (Lusa) - O ex-primeiro-ministro de Timor, Mari Alkatiri, pediu hoje responsabilidades à missão da ONU em Timor (UNMIT) e às Forças Internacionais de Estabilização pelos atentados de que foram alvos o Presidente e o primeiro-ministro do país.

Expresso, 0:45 | Segunda-feira, 11 de Fev de 2008

Díli, 11 Fev (Lusa) - O ex-primeiro-ministro de Timor, Mari Alkatiri, pediu hoje responsabilidades à missão da ONU em Timor (UNMIT) e às Forças Internacionais de Estabilização pelos atentados de que foram alvos o Presidente e o primeiro-ministro do país.
Condenando o ataque, Mari Alkatiri afirmou à Lusa exigir "responsabilidades à UNMIT e às Forças de Estabilização Internacional".
O atentado, "parece ter sido tentativa de golpe de Estado porque afectou o Presidente da República e o primeiro-ministro na altura em que o presidente do Parlamento estava fora do país", considerou Mari Alkatiri.
PRM.
Lusa/Fim

Margarida disse...

Timor: Governo português está a acompanhar "a par e passo" a situação do Presidente - MNE

Lisboa, 11 Fev (Lusa) - O Governo está a acompanhar "a par e passo" a situação do Presidente de Timor-Leste, José Ramos-Horta, que foi hoje alvejado e está a ser alvo de intervenção cirúrgica, disse hoje à Lusa fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros.


Expresso, 0:32 | Segunda-feira, 11 de Fev de 2008

Lisboa, 11 Fev (Lusa) - O Governo está a acompanhar "a par e passo" a situação do Presidente de Timor-Leste, José Ramos-Horta, que foi hoje alvejado e está a ser alvo de intervenção cirúrgica, disse hoje à Lusa fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros.
"O Governo está a acompanhar a par e passo", disse fonte do gabinete daquele ministério, acrescentando estar-se ainda "à espera de confirmações sobre o que aconteceu quer pela Embaixada quer pelo ministro Vieira da Silva" que está em Timor a propósito de uma reunião da CPLP.
Para já, adiantou ainda a mesma fonte, sabe-se apenas que "Ramos-Horta não corre perigo de vida".
PMC.
Lusa/Fim

Margarida disse...

Timor-Leste: Palácio do Governo guardado por militares internacionais

Dili, 11 Fev (Lusa) - O Palácio do Governo em Díli está neste momento guardado por efectivos da força militar internacional em Timor-Leste, na sequência dos ataques de hoje contra o presidente e o primeiro-ministro timorenses.


Expresso, 0:22 | Segunda-feira, 11 de Fev de 2008

Dili, 11 Fev (Lusa) - O Palácio do Governo em Díli está neste momento guardado por efectivos da força militar internacional em Timor-Leste, na sequência dos ataques de hoje contra o presidente e o primeiro-ministro timorenses.
PRM.
Lusa/Fim

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.