terça-feira, fevereiro 12, 2008

Mensagem à Nação - PM

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE
MENSAGEM À NAÇÃO

Na sequência dos acontecimentos que hoje se verificaram em Timor-Leste e que resultaram num grave atentado às vidas do Presidente da República e do Chefe de Governo, o Primeiro-Ministro de Timor-Leste, apela à calma de todos os timorenses porque num momento como este é absolutamente necessário que todos cooperem para a tranquilidade e ordem pública.

Apesar de um grupo fortemente armado, liderado pelo Alfredo Reinado, ter ameaçado a segurança e estabilidade do País, os seus objectivos não foram alcançados.

O Presidente da República, Dr. José Ramos-Horta, encontra-se fora de perigo após uma intervenção cirúrgica no Hospital das Forças Armadas Australianas, sendo a sua situação de saúde estável. Uma viatura do Primeiro-Ministro foi atingida mas não se registaram feridos.

Ainda assim, tendo em conta que houve uma tentativa de subversão do Estado de Direito Democrático, pois foram tragicamente ameaçados dois titulares de Órgãos de Soberania, é necessário e imperativo assegurar que o Estado cumpra a obrigação, que lhe cabe, de garantir a ordem, a segurança e a tranquilidade públicas, proteger as pessoas e os bens, prevenir a criminalidade e contribuir para assegurar o normal funcionamento das instituições democráticas, o exercício dos direitos e liberdades fundamentais dos cidadãos e o respeito pela legalidade democrática.

Assim, enquanto Chefe de Governo, Ministro da Defesa e da Segurança e ouvidos os representantes das Bancadas Parlamentares, o Governo de Timor-Leste tomou a iniciativa de solicitar ao Vice-Presidente do Parlamento, que agora, de acordo com o artigo n.º 84 da Constituição, assume interinamente a Chefia do Estado, a declaração do estado de sítio para fazer face a esta situação de instabilidade.

O Governo de Timor-Leste de acordo com o previsto na alínea c) do n.º 2 do artigo 115.º e nos termos do artigo 25.º da Constituição da República Democrática de Timor-Leste, propôs:

a) A declaração de estado de sítio, por um período inicial de 48 horas;
b) Em todo o território nacional;
c) A suspensão de direito de livre circulação, com recolher obrigatório entre as 20:00 horas e as 06:00 da manhã;
d) A proibição de reunião e manifestação durante este período de estado de sítio.

Cabe agora ao Presidente da República em exercício, accionar os mecanismos necessários previstos na Constituição, ponderar a conveniência desta proposta e tomar as decisões que entenda mais favoráveis para garantir a unidade do Estado e o regular funcionamento das instituições democráticas, com respeito pelos princípios legalmente aplicáveis.

Por enquanto, o Governo de Timor-Leste apela:

A todos os cidadãos que não participem em actividades que contribuam para o clima de instabilidade e colaborem com as autoridades para impor a lei e a ordem.

E que nos mantenhamos unidos para ultrapassar mais este desafio que se coloca à nossa estabilidade. Hoje, mais do que nunca, precisamos de nos unir para com serenidade ultrapassar este momento!

11 de Fevereiro de 2008
Kay Rala Xanana Gusmão

1 comentário:

Maubere disse...

AS INFUNDADAS CRITICAS DA EURODEPUTADA SOCIALISTA ANA GOMES SOBRE OS MELANCÓLICOS ACONTECIMENTOS HISTÓRICOS DO DIA 11 DE FEVEREIRO DE 2008 NA CAPITAL DE TIMOR LESTE – DÍLI.

As críticas borradas e irreflectidas da Eurodeputada Socialista ANA GOMES sobre a morte do nosso valoroso soldado das FDTL / POLICIA MILITAR Major Alfredo Reinado Alves são totalmente infundadas e que a Sra. deve ter mais juizinho nas suas histéricas críticas. A Sra. embora tenha toda a plena liberdade de expressar as suas devidas opiniões face a actual crise politica timorense, mas a senhora também deve saber encetar as suas figuristas como se fosse uma autentica politica de imparcialidade e independente e fazendo sempre em primeiro lugar as suas apreciações e análises correctas dentro de um contexto político multidimensional com relação aos ocorridos eventos. Mas não lamentavelmente lançar impensadamente grosseiras palavras irreflectidas em defesa dos seus namoricos, Horta e Xanana, os tais liderzecos que foram os primeiros a denegrir o bom nome do Estado da RDTL e cagou nas instituições estatais da própria RDTL e finalmente enalteceram-se ate aos píncaros da lua e elevaram-se a si próprios acima da Constituição da RDTL e finalmente julgaram-se e continuam a julgar-se, serem eles os senhores poderosos e ditadores de novas ordens acima da Lei e que podem fazer-se do ESTADO da RDTL a “laia coboiada” como eles queriam que os seus caprichos de loucos lideres prevalecem contra a dignidade dos patriotas e nacionalistas os asuwains e valorosos filhos timorenses que durante o jugo colonialistas e neocolonialistas foram vítimas de todas as mais cruéis e veladas formas de exploração e opressão do homem pelo homem no seu solo maternal de Timor Loro Sae de outrora. E agora estes senhores liderzecos passam a ser mais carrascos e vis peões avançados dos anacrónicos colonialistas do passado como do presente.

A todos os líderes psicopatas do mundo inteiro que papagueiam aos quatro ventos da democracia e da liberdade, da justiça e da razão para todos os seres humanos que vivem neste Planeta, Terra, e afirmam hipocritamente que todos só seres tenham os mesmos direitos e privilégios perante a lei e a ordem da justiça social, mas que tenham “bata quente” na boca e porcalhadamente aplicam “dois pesos e duas medidas” em relação as suas facínoras práticas de moribundos ditadores da nossa sociedade humana. A estes poltrões políticos jamais lhes vergaremos perdoaremos e pelo contrário exigimos-lhes que a justiça seja feita para que os povos oprimidos e explorados do mundo inteiro em geral e em particular para Timor Leste venham gozar os verdadeiros frutos da verdadeira democracia e verdadeira liberdade que tantos aspiramos tê-los um dia e que seja prevalecida de geração para geração.


Esse episódio do dia 11 de Fevereiro de 2008 era um estalo ou alias uma quebra de um “ICEBERG” e advento das verdadeiras REVELAÇÕES que estão escritas no SAGRADO LIVRO DAS REVELAÇÕES DO NOVO TESTAMENTO. Como prelúdio dos novos “TSUNAMIS” os hipócritas, assassinos e despóticos lideres timorenses só têm uma solução para suas sobrevivências no solo Pátrio do Povo Martirizado Maubere. Arrependem já de imediato das suas facínoras políticas na governação da RDTL e que devem ter de ajustar as severas contas ao Povo pequeno e débil Maubere que tanto sofreu por vossas psicopatas e imorais praticas de falsos lideres do Povo sofredor Maubere.

A verdadeira Historia ditara um dia e o Maubere será vencedor e derrotara os despóticos e tiranos líderes, os vergonhosos macabros e peões avançados dos colonialistas e neocolonialistas do seu solo Pátrio TL e posteriormente governara a si mesmo com o seu próprio modo de viver com suas ancestrais e milenárias culturas e tradições de um verdadeiro Povo com sua própria Identidade e Cultura prevalecida.

Finalmente enviamos as nossas mais profundas e sinceras condolências aos entes familiares do saudoso Major Alfredo e que os seus sucessores sejam firmes e determinados levar ao cabo a missão que Deus vos entregou. Asuwains não havereis de temer das hipócritas acusações dos líderes psicopatas e arrogantes do mundo que criticam as honrosas acções do Major Alfredo e o Comando activo por ele comandado na busca da justiça e verdade que todo o Povo de Timor Leste deseja ao bem-estar da Paz e estabilidade, para o desenvolvimento e progresso da sua própria Terra Mãe TL, mas que estes monstros lideres são os mais calibres assassinos dos homens amantes da paz do cinco continentes deste Globo, estão tagarelado e confundido a verdade com a mentira para enganar os povos com intuito de eliminar os povos pobres e pequenos passo a passo nossa sociedade humana com as suas facínoras praticas de uso de dois pesos e duas mediadas. Que vergonhas tanto se orgulham esses mamíferos carrascos assassinos da humanidade e agora vêem mandar bocas em Timor sem ter em conta a verdadeira realidade dos factos ocorridos.

Nos matos e montanhas de Timor Leste aos treze dias do mês de Fevereiro de 2008.-

Maubere mano aman kokorek nafatin iha RAMKABIA.-

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.