quinta-feira, fevereiro 21, 2008

E o que diz o relatório sobre o "ataque" a Xanana Gusmão?!

Nesta notícia apenas aparecem dados relativos ao ataque a Ramos-Horta.


"Os dois ataques contra o Presidente da República e o primeiro-ministro timorenses "estavam relacionados, foram feitos pelo mesmo grupo" e tinham "o mesmo propósito de eliminar os mais altos titulares", concluiu o primeiro relatório das Nações Unidas."

Esta ainda era a versão 1 (versão de dia 12 de Fevereiro), a da eliminação de Ramos-Horta e Xanana Gusmão...

E eram o mesmo grupo? Dividiram-se em dois ou estes que atacaram Ramos-Horta foram depois "atacar" Xanana Gusmão?

"O Presidente José Ramos-Horta regressava da sua corrida junto à praia com os dois guardas das F-FDTL. No caminho, ouviram tiros e um civil (provavelmente australiano) disse-lhes que o Exército Australiano estava em exercícios na vizinhança", estabeleceu a investigação do NID.

Quem disse isto ao Presidente?!

O militar aproximou-se então do major Reinado, "que estava de cara para o chão, virou o corpo e tirou-lhe a arma". Fez o mesmo ao segundo atacante "e tirou-lhe a arma e a máscara".

Alfredo Reinado foi atingido por trás. Facto.

"os oficiais das F-FDTL recusaram entregar (ao NID) a metralhadora MINIME que foi usada pelo soldado das F-FDTL para matar Alfredo e o seu companheiro".

Esperemos que esta arma não desapareça...

4 comentários:

Anónimo disse...

O Reinado foi atingido de frente, apanhou um tiro num dos olhos.

Foi isso que aconteceu. Não foi atingido por trás.

Anónimo disse...

Agora, só falta acusar o Ruak de estar dar o tiro no Alfredo Reinado.

Malai Azul disse...

foi atingido por trás e o tiro saiu pelo olho.

Anónimo disse...

Se o tiro tivesse saído por um dos olhos teria arrancado parte da cara do Reinado.

Basta confrontar com a foto do Reinado morto deitado de costas.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.