sexta-feira, julho 21, 2006

De uma vez por todas...Tradução da Margarida

De um leitor:

"Penso que as Fiji são diferente de Timor Lorosae. Timor Lorosae é um país 100% católico e não gostamos de comunistas a mandarem no nosso país. Alkatiri é um comunista que aprendeu em Moçambique e quer implantar um governo comunista em Timor Lorosae. O povo de Timor Lorosae não quer o comunismo nem o islão a mandar porque estamos em perigo de nos tornarmos muçulmanos e terroristas e de ser o Osama bin Laden a mandar no nosso país. Pare de dizer que Timor-Leste é como as Fiji, ou a Palestina ou a Papua Barat."
Sexta-feira, Julho 21, 2006 12:21:23 PM

Resposta de outro leitor:

O Timor de que me orgulho é o que mostrou grande tolerância com todo o povo Timorense sem nenhuma discriminação étnica ou religiosa. Era um Timor onde estava no seu posto um Primeiro-Ministro escolhido pela confiança na sua capacidade e não em base de raça ou religião.

Sou católico, e se conhece alguma coisa de ideologias políticas, deve saber que vivemos num Timor que nunca foi ameaçado de se tornar comunista. Se tirar tempo para estudar as políticas do Governo, ler ou compreender a Constituição descobrirá que vivemos num dos países mais liberais da Ásia. Se pessoas como você conhecem e valorizam a democracia sabem que a única maneira de remover um Governo é pelas urnas eleitorais.

É lamentável que vivam em Timor-Leste indivíduos xenófobos e racistas como você, pois que são este tipo de pessoas que promovem o terrorismo e o ódio nas pessoas por causa das suas crenças religiosas. Os únicos terroristas em Timor-Leste são os que não respeitam a democracia e aterrorizaram o antigo Primeiro-Ministro para resignar.

Há preocupações que a submissão do Primeiro-Ministro à resignação foi orquestrada. Se essas preocupações forem factuais então os únicos perdedores desta crise são os deslocados e as pessoas como você que foram enganadas pelos protagonistas da crise recente. Talvez TMR conte um dia quem foram os dois líderes proeminentes envolvidos na tentativa falhada de solicitar a assistência do Comandante num golpe de Estado..

7 comentários:

Anónimo disse...

poxa margarida...a sr. pode mesmo...conseguiu traduzir aquele ingles mal escrito do primeiro comentarista. hheeheeheh


Guibas

Fote Make Riba disse...

Ao leitor que afirma que Timor e 100% Catolico: Como pode ser isso? Nao me diga que ha tanto padre por ai que ja baptizou toda aquela povoacao espalhada por todas as montanhas de Timor Leste! Nao acredito! Outro que tem na mente que a populacao de Timor-Leste so vive em Dili!
Quanto ao Islam, Bin Laden e demais, o Sr so mostra que e ignorante! Isto no minimo pois poderia por aqui mais adverbios para o descrever.

Quanto ao segundo leitor os meus parabens!

Quanto ao comentario do Guibas: Temos que admirar a Margarida nao so por ter conseguido traduzir aquela trapalhada toda, mas tambem por ter coragem em publica-la, mostrando assim que nao e tendenciosa.

Cheers

Anónimo disse...

Os pobres de sabedoria nao sabem que existe um website onde se insere um texto numa determinada
lingua para ser traduzida de imediato.O dialecto tetun nao exist para traducao.Dai que a Margarida ainda nao traduziu artigos de tetun.
Los ka lai Margarida?

Anónimo disse...

Anónimo das 11:20:16 PM nada percebo dessas maravilhas de traduções automáticas, o que faço sai-me da carola (na maior parte dos vezes sem sequer tenho dicionário à mão), nunca na vida tinha feito traduções, das burradas que por aí aparecerem nas traduções sou a única responsável. Mas parece-me que o óptimo é inimigo do bom e o que dá vivacidade ao blog é irem saindo as traduções, pese embora os defeitos que vão tendo e dos quais peço desculpa.

Fote Make Riba disse...

Ao senhor comentarista das 11:20:16:
Eu sei que ha um website onde podes adquirir traducoes de uma lingua para outra.
O que nao acredito e que o que foi escrito por aquele 100% catolico, ofendendo deveras a lingua da Margaret Tatcher, seria traduzido por aquele website. De certeza que mesmo o computador explodiria com tanta asneira.
Quanto ao dialecto de Dili, a que todos chamam Tetum, e um dialecto Malayo-Polinesio. Tetum e o nome do povo que vive na estreita seccao central de Timor e que fala este dialecto. Esta a razao porque a 60 Km de Dili, por exemplo Aileu, ja falam outro dialecto, e se formos mais para o interior do pais mais diferentes dialectos encontraremos.

Anónimo disse...

Prezado comentador das 12:21:
Quanta bobagem!
Custo a crer que consiga ligar o computador aonde teclas preconceitos e desinformação.
Há muito não deve frequentar uma igreja!
Alfredo
Brasil

Anónimo disse...

E obviamente o racista que fala o que nao precebe de Timor acima(do leitor Sexta-feira, Julho 21, 2006 12:21:23 PM) tambem nao sabe que o Fiji e um pais muito cristao tambem. E que nao tem nada haver com nada do que esta a dizer. Voce e um racista e porco e nao humano. Deve entrar onde todos os racistas devem entrar.....dentro do esgoto de merda. nao venha contaminar o meu pais com este racismo, senhor ou senhora.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.