segunda-feira, fevereiro 18, 2008

Quem disparou em Ramos-Horta?

Mr Alves said: ``I spoke to (one of them) and said, Why shoot Ramos-Horta? He's a good man.

``He said to me, `Father, I didn't shoot him. I shot at them (Mr Ramos-Horta's own F-FDTL guard) because they had shot Ramos-Horta'.

``I said to him, `I don't believe you. You shot Ramos-Horta.' He said he didn't do it. He said when the time came, I could look him in the eye. If I believed he shot Ramos-Horta, I could shoot him.'



Tradução:

O Sr Alves disse: ``Falei com (um deles) e disse, Porquê balear Ramos Horta? Ele é um bom homem.

``Ele respondeu-me, `Pai, não disparei contra ele. Disparei contra eles (a guarda da F-FDTL do próprio Sr Horta) porque eles tinham baleado Ramos-Horta'.

``Disse-lhe, `Não acredito em ti. Tu baleaste Ramos-Horta.' Ele disse que não fez isso. Ele disse que quando chegar a hora, eu posso olhá-lo nos olhos. Se eu acreditasse que ele baleou Ramos-Horta, eu podia baleá-lo.'' '

6 comentários:

Anónimo disse...

Sem dúvida nenhuma de que os homens da ONU em TL são máfias de calibre de que estão a ser padrinhos dos líderes mafiosos timorenses como questionam o Povo Sofredor Maubere. A história falara em si, e os supostos criminosos quer eles são membros do actual governo tanto como membros do parlamento da AMP deverão todos ser investigados pelos tribunais competentes e legais de Timor Leste par apurar a veracidade dos factos, porque vejamos como e possível os carros que foram transportados a coluna do falecido Major Alfredo eram todos com a chapa de matricula do actual governo. Deste modo há muita coisa que a justiça de TL deve tomar series medidas para a sua devida solução e não olham para as caras e posições pessoais. Só assim os tribunais de TL agem dentro da sua área de acção totalmente independente dos outros órgãos da soberania e posteriormente possam até mesmo apanhar em flagrante os delinquentes desse cenário político mafiosos dos políticos timorenses em conluio com os mafiosos estrangeiros que neste momento estão a fazer desonestos jogos em criar mais instabilidades e inseguranças a RDTL e a sua soberania emergente neste milénio.

Maubere nas montnhas de Timor Leste!

Anónimo disse...

Será esta a razão básica de que os membros da AMP no Parlamento tanto como no Governo quiseram manipular os factos históricos e não só como também quiseram com essa camuflada acção criminosa para transformar em causa a configuração política de TL na arena internacional? E então, porque o senhor Xanana rejeitou por completo a Comissão de Investigação Internacional proposta dada por outros líderes políticos com uma certa boa-fé, para que a justiça da RDTL venha a ser executada cabalmente em Timor Leste?! Ainda estamos perante um mistério do trágico acontecimento de 11 de Fevereiro de 2008.

De Maubere nas montanhas de Timor Leste.

Anónimo disse...

Será esta a razão básica de que os membros da AMP no Parlamento tanto como no Governo quiseram manipular os factos históricos e não só como também quiseram com essa camuflada acção criminosa para transformar em causa a configuração política de TL na arena internacional? E então, porque o senhor Xanana rejeitou por completo a Comissão de Investigação Internacional proposta dada por outros líderes políticos com uma certa boa-fé, para que a justiça da RDTL venha a ser executada cabalmente em Timor Leste?! Ainda estamos perante um mistério do trágico acontecimento de 11 de Fevereiro de 2008.

De Maubere nas montanhas de Timor Leste.

Margarida disse...

Tradução:
Quem disparou em Ramos-Horta?
O Sr Alves disse: ``Falei com (um deles) e disse, Porquê balear Ramos Horta? Ele é um bom homem.

``Ele respondeu-me, `Pai, não disparei contra ele. Disparei contra eles (a guarda da F-FDTL do próprio Sr Horta) porque eles tinham baleado Ramos-Horta'.

``Disse-lhe, `Não acredito em ti. Tu baleaste Ramos-Horta.' Ele disse que não fez isso. Ele disse que quando chegar a hora, eu posso olhá-lo nos olhos. Se eu acreditasse que ele baleou Ramos-Horta, eu podia baleá-lo.''

Anónimo disse...

Sem dúvida nenhuma de que os homens da ONU em TL são máfias de calibre de que estão a ser padrinhos dos líderes mafiosos timorenses como questionam o Povo Sofredor Maubere. A história falara em si, e os supostos criminosos quer eles são membros do actual governo tanto como membros do parlamento da AMP deverão todos ser investigados pelos tribunais competentes e legais de Timor Leste par apurar a veracidade dos factos, porque vejamos como e possível os carros que foram transportados a coluna do falecido Major Alfredo eram todos com a chapa de matricula do actual governo. Deste modo há muita coisa que a justiça de TL deve tomar series medidas para a sua devida solução e não olham para as caras e posições pessoais. Só assim os tribunais de TL agem dentro da sua área de acção totalmente independente dos outros órgãos da soberania e posteriormente possam até mesmo apanhar em flagrante os delinquentes desse cenário político mafiosos dos políticos timorenses em conluio com os mafiosos estrangeiros que neste momento estão a fazer desonestos jogos em criar mais instabilidades e inseguranças a RDTL e a sua soberania emergente neste milénio.

Finalmente Xanana Gusmão e Fernando de Araújo são peões avançados do imperialismo yanke representado no solo Pátrio Maubere. Fogo aos traidores da Pátria ergue-se Povo Maubere e faca a vossa própria justiça aos dois bandidos e vendilhões da Pátria Maubere aos Kangaros e aos Milhafres Yankes. Fora da Pátria Maubere verdadeiros os criminosos da humanidade em todo o Planeta.

Maubere nas montanhas de Timor Leste!

Anónimo disse...

Neste caso temos de virar as atencoes para os guardas da F-FDTL que posssam ter algumas ligacoes com a Fretilin. Nao nos esquecamos que a Lere era comissario politico da Fretilin durante os anos da guerra de resistencia.

Aproveitaram entao a ocasiao para matar o Alfredo e o Ramos Horta e Xanana.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.