sexta-feira, março 14, 2008

East Timor rebel leader delays surrender

ABC News
13.03.2008
By Stephanie March in Dili

Posted 8 hours 28 minutes ago
Updated 8 hours 18 minutes ago

East Timor's prosecutor-general has revealed that rebel leader Gastao Salsinha was ready to surrender to authorities last Monday, but now wants to wait until President Jose Ramos-Horta returns from recuperating in Australia.

Mr Ramos-Horta is in a hospital in Darwin recovering from gunshot wounds he suffered in an apparent assassination attempt last month.

After four days of dialogue with Gastao Salsinha, prosecutor-general Longuinhos Monteiro said the rebel leader, along with 29 of his men, had agreed to surrender peacefully.

But the ABC understands the rebel leader changed his mind on Sunday and has since severed all contact with the prosecutor-general.

"I got another letter from him, that says he wants to postpone until President Ramos-Horta is coming back from Darwin," Mr Salsinha said.

"I don't know why, but maybe he is being influenced by some third party. It's possible."

Meanwhile, President Ramos-Horta has named the rebel soldier, Marcelo Caetano, as the man who shot and seriously wounded him in last month's attack at his home.

He is now believed to be in hiding with other rebels wanted for the near-simultaneous attacks on Mr Ramos Horta and Prime Minister Xanana Gusmao, who was unhurt.

More than 450 of East Timor's military, with support from Australian and New Zealand troops, are deployed across the country monitoring the movements of the rebels.


Tradução:

Líder amotinado de Timor-Leste atrasa rendição

ABC News
13.03.2008
Por Stephanie Março em Dili

Postado 8 horas 28 minutos atrás
Actualizado 8 horas 18 minutos atrás

O procurador-geral de Timor-Leste revelou que o líder amotinado Gastão Salsinha estava pronto para se entregar às autoridades na última Segunda-feira, mas que agora quer esperar até o Presidente José Ramos-Horta voltar da sua recuperação na Austrália.

O Sr Ramos-Horta está num hospital em Darwin a recuperar de feridas de tiros que sofreu numa aparente tentativa de assassínio no mês passado.

Depois de quatro dias de diálogo com Gastão Salsinha, o procurador-geral Longuinhos Monteiro disse que o líder amotinado, juntamente com 29 dos seus homens, tinha concordado em entregar-se pacíficamente.

Mas a ABC sabe que o líder amotinado mudou de ideias no Domingo e desde então cortou todos os contactos com o procurador-geral.

"Recebi outra carta dele, que diz que quer adiar até o Presidente Ramos-Horta regressar de Darwin," disse o Sr Salsinha.

"Não sei porquê, mas talvez esteja a ser influenciado por uma terceira parte. É possível."

Entretanto, o Presidente Ramos-Horta indicou que o soldado amotinado, Marcelo Caetano, como tendo sido o homem que disparou e o feriu com gravidade no ataque do mês passado na sua casa.

Acredita-se que ele estaja escondido com outros amotinados procurados pelos ataques quase simultâneos ao Sr Ramos Horta e Primeiro-Ministro Xanana Gusmão, que ficou ileso.

Mais de 450 dos militares de Timor-Leste, com o apoio de tropas da Austrália e Nova Zelândia, estão destacados pelo país a acompanhar os movimentos dos amotinados.

1 comentário:

Margarida disse...

Tradução:
Líder amotinado de Timor-Leste atrasa rendição
ABC News
13.03.2008
Por Stephanie Março em Dili

Postado 8 horas 28 minutos atrás
Actualizado 8 horas 18 minutos atrás

O procurador-geral de Timor-Leste revelou que o líder amotinado Gastão Salsinha estava pronto para se entregar às autoridades na última Segunda-feira, mas que agora quer esperar até o Presidente José Ramos-Horta voltar da sua recuperação na Austrália.

O Sr Ramos-Horta está num hospital em Darwin a recuperar de feridas de tiros que sofreu numa aparente tentativa de assassínio no mês passado.

Depois de quatro dias de diálogo com Gastão Salsinha, o procurador-geral Longuinhos Monteiro disse que o líder amotinado, juntamente com 29 dos seus homens, tinha concordado em entregar-se pacíficamente.

Mas a ABC sabe que o líder amotinado mudou de ideias no Domingo e desde então cortou todos os contactos com o procurador-geral.

"Recebi outra carta dele, que diz que quer adiar até o Presidente Ramos-Horta regressar de Darwin," disse o Sr Salsinha.

"Não sei porquê, mas talvez esteja a ser influenciado por uma terceira parte. É possível."

Entretanto, o Presidente Ramos-Horta indicou que o soldado amotinado, Marcelo Caetano, como tendo sido o homem que disparou e o feriu com gravidade no ataque do mês passado na sua casa.

Acredita-se que ele estaja escondido com outros amotinados procurados pelos ataques quase simultâneos ao Sr Ramos Horta e Primeiro-Ministro Xanana Gusmão, que ficou ileso.

Mais de 450 dos militares de Timor-Leste, com o apoio de tropas da Austrália e Nova Zelândia, estão destacados pelo país a acompanhar os movimentos dos amotinados.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.