terça-feira, novembro 20, 2007

DESLOCADOS MAIS CONTROLADOS EM COMORO

JNSemanário - título TLN *IDPs: Deslocados

Membros da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) e da Polícia das Nações Unidas (UNPOL), serão colocados em grande número na zona de *IDPs Comoro, Díli.

O comandante interino da PNTL, Afonso de Jesus falou sobre este assunto ao Jornal Nacional Semanário, recentemente. Este reforço está relacionado com as declarações de ameaças de representantes dos deslocados, no Aeroporto de Comoro que desejam intimidar cidadãos civis australianos que entrem naquela zona.

Afonso de Jesus acrescentou que é uma enorme preocupação por parte da UNPOL e da PNTL proteger e dar mais atenção a esta zona. E assim dará mais garantias a todos os cidadãos para realizarem as suas actividades e circularem livremente nas zonas inseguras.

O comandante da PNTL acrescentou que nas zonas de maior insegurança serão colocados membros da PNTL e UNPOL para controlar os presumivéis instigadores de violência.

“A Polícia tem informações, por isso deve considerá-las, investigar e tomar as medidas necessárias. Portanto, como é do conhecimento público, diariamente efectuará patrulhas nas zonas inseguras para observar a situação.

O comandante interino da PNTL explicou que a Polícia actuará nas situações de insegurança. Contudo, quando a Polícia não conseguir resolver a situação, a responsabilidade nas áreas de conflito, será assegurada pelas F-FDTL ou pelas FSI.

“As F-FDTL e as FSI cooperarão para actuar nas situações de insegurança”, concluiu Afonso de Jesus.

1 comentário:

h correia disse...

Era bem mais fácil o Governo e PR cumprirem as suas promessas eleitoralistas e acabarem com esses campos da vergonha.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.