terça-feira, abril 01, 2008

UNMIT – MEDIA MONITORING - Tuesday, 01 April 2008

"UNMIT assumes no responsibility for the accuracy of the articles or for the accuracy of their translations. The selection of the articles and their content do not indicate support or endorsement by UNMIT express or implied whatsoever. UNMIT shall not be responsible for any consequence resulting from the publication of, or from the reliance on, such articles and translations."

National Media Reports

TVTL News Coverage


PM asks all Timorese Ambassadors and Consulates to take note of Timor-Leste’s reputation: Prime Minister Xanana Gusmao has asked all Timorese Ambassadors and Consulates to take note of Timor-Leste’s reputation, and to help improve its reputation in order to encourage foreign investments.

The PM believes that Timor-Leste has a terrible image abroad. As such, he has instructed all Timorese Ambassadors and Consulates to spread the work to all foreigners that while Timor-Leste may be a fragile State, it is not a failed State.

“We discussed how the Timorese Ambassadors and Consulates can give information to foreigners about the current situation here in Timor-Leste,” The PM said to journalists on Monday (31/3) at the Foreign Affairs Ministry.

TMR asks Salsinha to surrender: Brigadier-General Taur Matan Ruak said that the Apprehension Operation has always asked for the surrender of Gestao Salsinha and his men.

“This is a very important step to solve the problems affecting the nation. Our continued message to Salsinha and his men is to surrender,” said TMR.

In response to a question about a deadline being imposed by the Apprehension Operation, TMR said that the Apprehension Operation will continue until the rebels surrender. He also said that any questions about a deadline can only be answered by the Acting President.

RTL News Coverage

Portugal’s State Secretary for Cooperation meets Acting PR: Portugal’s State Secretary for Cooperation, Gomes Cravihno, held a meeting with Acting President Fernando de Araujo ‘Lasama’ on Monday (31/3) at the office of the President in Caicoli, Dili.

During the meeting, they discussed the current political situation in Timor-Leste, particularly the unresolved issues of Gestao Salsinha and the rebels.

“The meeting was a good chance to review the political situation in the country. As a representative of Portugal, I am here to confirm our solidarity and friendship,” said Mr Cravinho.

Xanana: TL fragile, not failed State: Prime Minister Xanana Gusmao said that Timor-Leste is a fragile State, not a failed State and that the nation is very young and still developing.

“Despite the current crisis facing Timor-Leste, efforts to develop the nation are continuing and the Government is working towards maintaining good governance, peaceful cooperation and progress in the nation” said the PM on Monday (31/3) at the Foreign Affairs Ministry.

Print Coverage

TMR: We ask again for Salsinha to surrender: The Joint Operation Commander General Brigadier Taur Matan Ruak is continuing to ask for the surrender of Gastao Salsinha and the other rebels. “We request Salsinha to surrender. We don’t want anyone to die again,” said TMR. (STL)

Xanana disagrees with ‘Failed State’ status: Prime Minister Xanana Gusmao has disagreed with the external perception that Timor-Leste is a failed state. “All should understand that Timor-Leste is not a failed state, but a fragile state- a state still changing and improving,” said the Prime Minister. (STL)

Portugal always supports Timor-Leste: The Minister of Foreign Affairs, Zacarias da Costa, has said that the Government and people of Portugal continue to support Timor-Leste. “We discussed many issues in my meeting with the Portuguese Secretary of State for Foreign Affairs and Cooperation. However, the important thing is Portugal’s commitment to support Timor-Leste in the areas of education and justice.” said Mr da Costa. (STL)

No justification for State of Siege and Emergency: The Bishop of Baucau, Don Basilio do Nascimento, has said that there is no adequate reason for implementing a State of Siege and Emergency for the fourth consecutive time. “We all are waiting for the State to explain,” said the Bishop. (STL)

MP demands Govt to establish ICI: PSD MP Mario Carascalao has demanded that the Government immediately move to implement the resolution approved by the National Parliament to establish an International Commission for Inquiry into the events of February 11. (TP)

Tradução:

UNMIT – MONITORIZAÇÃO DOS MEDIA - Terça-feira, 01 Abril 2008

"A UNMIT não assume qualquer responsabilidade pela correcção dos artigos ou pela correcção das traduções. A selecção dos artigos e do seus conteúdo não indicam apoio ou endosso pela UNMIT seja de forma expressa ou implícita. A UNMIT não será responsável por qualquer consequência resultante da publicação, ou da confiança em tais artigos e traduções."

Relatos dos Media Nacionais

TVTL Cobertura de Notícias

PM pede aos embaixadores e consulados Timorenses para tomarem nota sobre a reputação de Timor-Leste: O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão pediu a todos os embaixadores e Consulados Timorenses para tomarem nota da reputação de Timor-Leste, e para ajudarem a melhorar a sua reputação de modo a encorajar o investimento estrangeiro.

O PM acredita que Timor-Leste tem uma imagem terrível no estrangeiro. Como tal, deu instruções a todos os Embaixadores e Consulados Timorenses para espalharem a palavra a todos os estrangeiros que Timor-Leste pode ser um Estado frágil mas não é um Estado falhado.

“Discutimos como é que os Embaixadores e Consulados Timorenses podem dar informações aos estrangeiros acerca da situação corrente aqui em Timor-Leste,” disse o PM sos jornalistas na Segunda-feira (31/3) no Ministério dos Negócios Estrangeiros.

TMR pede a Salsinha para se render: O Brigadeiro-General Taur Matan Ruak disse que a Operação Apreensão pediu sempre a rendição de Gastão Salsinha e dos seus homens.

“Este é um passo muito importante para resolver os problemas que afectam a nação. A nossa mensagem continuada para Salsinha e para os seus homens é para se renderem,” disse TMR.

Em resposta a uma questão acerca da data limite que está a ser imposta pela Operação Apreensão, TMR disse que a Operação Apreensão continuará até os amotinados se renderem. Disse também que qualquer questões sobre datas limites podem apenas ser respondidas pelo Presidente interino.

RTL Cobertura de Notícias

Secretário de Estado da Cooperação de Portugal encontra-se com o PR interino: O Secretário de Estado da Cooperação de Portugal, Gomes Cravinho, teve um encontro com o Presidente interino Fernando de Araújo ‘Lasama’ na Segunda-feira (31/3) no gabinete do Presidente em Caicoli, Dili.
Durante o encontro, discutiram a situação política corrente em Timor-Leste, particularmente as questões não resolvidas de Gastão Salsinha e dos amotinados.

“O encontro foi uma boa oportunidade para rever a situação política no país. Como representante de Portugal, estou aqui para confirmar a nossa solidariedade e amizade,” disse o Sr Cravinho.
Xanana: TL frágil, não Estado falhado: O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão disse que Timor-Leste é um Estado frágil, não um Estado falhado e que a nação é muito jovem e ainda a desenvolver-se.

“Apesar da crise corrente que Timor-Leste enfrenta, continuam os esforços para desenvolver a nação e o Governo está a trabalhar para manter boa governação, cooperação pacífica e o progresso na nação” disse o PM na Segunda-feira (31/3) no Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Cobertura Impressa

TMR: Tornamos a pedir ao Salsinha para se render: O Comandante da Operação Conjunta General Brigadeiro Taur Matan Ruak continua a pedir a rendição de Gastão Salsinha e dos outros amotinados. “Pedimos a Salsinha para se render. Não queremos que mais ninguém morra outra vez,” disse TMR. (STL)

Xanana discorda com o estatuto de 'Estado Falhado': O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão discordou com a percepção externa que Timor-Leste é um Estado falhado. “Todos devem entender que Timor-Leste não é um Estado falhado, mas um Estado frágil – um estado que mudará e melhorará,” disse o Primeiro-Ministro. (STL)

Portugal apoia sempre Timor-Leste: O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Zacarias da Costa, disse que o Governo e o povo de Portugal continuam a apoiar Timor-Leste. “Discutimos muitas questões no meu encontro com o Secretário de Estado da Cooperação Português. Contudo, a coisa importante é o compromisso de Portugal para apoiar Timor-Leste nas áreas da educação e da justiça.” disse o Sr da Costa. (STL)

Não há justificação para o Estado de Sítio e de Emergência: O Bispo de Baucau, Don Basilio do Nascimento, disse que não há nenhuma razão adequada para implementar um Estado de Sítio e de Emergência pela quarta vez consecutiva. “Estamos todos à espera que o Estado se explique,” disse o Bispo. (STL)

Deputados pedem ao Governo para estabelecer a CII: O deputado do PSD Mário Carrascalão pediu que o Governo se mexa imediatamente para implementar a resolução aprovada pelo Parlamento Nacional para estabelecer uma Comissão Internacional de Inquérito aos eventos de 11 de Fevereiro. (TP)

3 comentários:

Margarida disse...

Timor: «Se Português falhar aqui, falharemos noutros países»
Se a Língua Portuguesa «falhar» em Timor-Leste «será por falta de recursos e acontecerá o mesmo noutros países», afirmou hoje o titular da pasta da Cooperação à Agência Lusa.
«Temos um desafio pela frente, um desafio que tem que ser resolvido no próximo par de meses, que é encontrarmos os recursos necessários para estarmos à altura das nossas responsabilidades», declarou, em Díli, o secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação português.
João Gomes Cravinho afirmou que Portugal «tem que saber encontrar os meios» para apoiar o ensino do Português.
«Caso contrário, estaremos a falhar em relação a algo que é de longo-prazo e é importante para a projecção de Portugal no mundo e para a consolidação de Timor-Leste como Estado independente«, declarou João Gomes Cravinho à Lusa.
O secretário de Estado, cujo último encontro em Timor-Leste foi com o ministro da Educação, João Câncio, anunciou à Lusa um reforço de 30 professores portugueses no país, passando de 120 para 150 formadores.


«Se falharmos aqui, será por não termos tido os recursos necessários. E, nesse caso, o mesmo se passará com outros países e outras partes do mundo», admitiu o governante português.
«Estou, no entanto, confiante que saberemos estar à altura desta responsabilidade histórica».
«Em termos de quantificação, podemos apontar para investimentos mínimos que são necessários e podemos identificar maneiras de gastar bastante mais do que o mínimo», respondeu o secretário de Estado quando questionado sobre os valores em causa.
Segundo João Gomes Cravinho, o Programa de Reintrodução da Língua Portuguesa em Timor-Leste, em 2008, precisa de «pelo menos» dois milhões de euros suplementares.
«Em relação a outros países, outros números serão necessários», adiantou João Gomes Cravinho, acrescentando que se gasta «qualquer coisa como nove ou dez milhões de euros, quase 15 milhões de dólares», anualmente, com o ensino do Português no mundo.

«Não tenho nenhuma dúvida de que Timor-Leste é hoje independente porque a população e a liderança soube diferenciar-se daquilo que está mais próximo», defendeu o secretário de Estado no final de uma visita oficial de três dias ao país.
«A prazo, a Língua Portuguesa é um elemento fundamental da manutenção de Timor-Leste como país independente», sublinhou.
João Gomes Cravinho considera que «são responsabilidades extremamente elevadas (de Portugal) que condicionarão o futuro deste país e 2008 é um ano absolutamente "chave"» para a estratégia da Língua Portuguesa.
O secretário de Estado português admitiu que as difiiculdades do ensino do Português em Timor-Leste são semelhantes às que vieram a público esta semana em relação à Venezuela, onde a oficialização do idioma como língua estrangeira opcional esteve em risco por falta de professores.

«Estamos exactamente nessa situação em que há enormes oportunidades. Há enorme vontade da parte timorense no reforço do ensino da Língua Portuguesa aqui», adiantou.
«Nós temos uma grande exiguidade de recursos, aliás temos recursos que têm vindo a diminuir ao longo dos últimos anos», afirmou o secretário de Estado português.
«Estamos a viver um período de definição da Língua Portuguesa em Timor-Leste», acrescentou João Gomes Cravinho.
«Houve uma decisão política ainda antes da independência e depois confirmada depois da independência. Estes primeiros anos têm sido anos de progresso da Língua Portuguesa mas ao mesmo tempo com alguma fragilidade que resulta também da exiguidade de recursos», referiu.
«Os professores (portugueses) têm feito um trabalho heróico. Não tenho dúvidas que, com mais recursos, mais se fará», sublinhou João Gomes Cravinho.

«Ao fim de seis anos de independência, há condições necessárias para que se tire o máximo proveito dos apoios de Portugal», salientou o secretário de Estado, referindo a aprovação da Lei de Bases da Educação, que espera discussão no Parlamento, e a promessa do Governo timorense de apressar os «curricula» em falta.
Diário Digital / Lusa

01-04-2008 11:52:00

Anónimo disse...

O PM está preocupado com a imagem externa país e pede aos embaixadores que velem pela sua melhoria?!..
Não! Esta é de "1 de Abril", com certeza!
Digam-me que ele não disse isto, por favor!...

Margarida disse...

Tradução:
UNMIT – MONITORIZAÇÃO DOS MEDIA - Terça-feira, 01 Abril 2008

"A UNMIT não assume qualquer responsabilidade pela correcção dos artigos ou pela correcção das traduções. A selecção dos artigos e do seus conteúdo não indicam apoio ou endosso pela UNMIT seja de forma expressa ou implícita. A UNMIT não será responsável por qualquer consequência resultante da publicação, ou da confiança em tais artigos e traduções."

Relatos dos Media Nacionais

TVTL Cobertura de Notícias

PM pede aos embaixadores e consulados Timorenses para tomarem nota sobre a reputação de Timor-Leste: O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão pediu a todos os embaixadores e Consulados Timorenses para tomarem nota da reputação de Timor-Leste, e para ajudarem a melhorar a sua reputação de modo a encorajar o investimento estrangeiro.

O PM acredita que Timor-Leste tem uma imagem terrível no estrangeiro. Como tal, deu instruções a todos os Embaixadores e Consulados Timorenses para espalharem a palavra a todos os estrangeiros que Timor-Leste pode ser um Estado frágil mas não é um Estado falhado.

“Discutimos como é que os Embaixadores e Consulados Timorenses podem dar informações aos estrangeiros acerca da situação corrente aqui em Timor-Leste,” disse o PM sos jornalistas na Segunda-feira (31/3) no Ministério dos Negócios Estrangeiros.

TMR pede a Salsinha para se render: O Brigadeiro-General Taur Matan Ruak disse que a Operação Apreensão pediu sempre a rendição de Gastão Salsinha e dos seus homens.

“Este é um passo muito importante para resolver os problemas que afectam a nação. A nossa mensagem continuada para Salsinha e para os seus homens é para se renderem,” disse TMR.

Em resposta a uma questão acerca da data limite que está a ser imposta pela Operação Apreensão, TMR disse que a Operação Apreensão continuará até os amotinados se renderem. Disse também que qualquer questões sobre datas limites podem apenas ser respondidas pelo Presidente interino.

RTL Cobertura de Notícias

Secretário de Estado da Cooperação de Portugal encontra-se com o PR interino: O Secretário de Estado da Cooperação de Portugal, Gomes Cravinho, teve um encontro com o Presidente interino Fernando de Araújo ‘Lasama’ na Segunda-feira (31/3) no gabinete do Presidente em Caicoli, Dili.

Durante o encontro, discutiram a situação política corrente em Timor-Leste, particularmente as questões não resolvidas de Gastão Salsinha e dos amotinados.

“O encontro foi uma boa oportunidade para rever a situação política no país. Como representante de Portugal, estou aqui para confirmar a nossa solidariedade e amizade,” disse o Sr Cravinho.

Xanana: TL frágil, não Estado falhado: O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão disse que Timor-Leste é um Estado frágil, não um Estado falhado e que a nação é muito jovem e ainda a desenvolver-se.

“Apesar da crise corrente que Timor-Leste enfrenta, continuam os esforços para desenvolver a nação e o Governo está a trabalhar para manter boa governação, cooperação pacífica e o progresso na nação” disse o PM na Segunda-feira (31/3) no Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Cobertura Impressa

TMR: Tornamos a pedir ao Salsinha para se render: O Comandante da Operação Conjunta General Brigadeiro Taur Matan Ruak continua a pedir a rendição de Gastão Salsinha e dos outros amotinados. “Pedimos a Salsinha para se render. Não queremos que mais ninguém morra outra vez,” disse TMR. (STL)

Xanana discorda com o estatuto de 'Estado Falhado': O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão discordou com a percepção externa que Timor-Leste é um Estado falhado. “Todos devem entender que Timor-Leste não é um Estado falhado, mas um Estado frágil – um estado que mudará e melhorará,” disse o Primeiro-Ministro. (STL)

Portugal apoia sempre Timor-Leste: O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Zacarias da Costa, disse que o Governo e o povo de Portugal continuam a apoiar Timor-Leste. “Discutimos muitas questões no meu encontro com o Secretário de Estado da Cooperação Português. Contudo, a coisa importante é o compromisso de Portugal para apoiar Timor-Leste nas áreas da educação e da justiça.” disse o Sr da Costa. (STL)

Não há justificação para o Estado de Sítio e de Emergência: O Bispo de Baucau, Don Basilio do Nascimento, disse que não há nenhuma razão adequada para implementar um Estado de Sítio e de Emergência pela quarta vez consecutiva. “Estamos todos à espera que o Estado se explique,” disse o Bispo. (STL)

Deputados pedem ao Governo para estabelecer a CII: O deputado do PSD Mário Carrascalão pediu que o Governo se mexa imediatamente para implementar a resolução aprovada pelo Parlamento Nacional para estabelecer uma Comissão Internacional de Inquérito aos eventos de 11 de Fevereiro. (TP)

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.