sábado, novembro 17, 2007

Attempt on Lu'Olo's life marks new low in Timor Leste politics

FRENTE REVOLUCIONÁRIA DO TIMOR-LESTE INDEPENDENTE
FRETILIN

MEDIA RELEASE
November 16, 2007

At about 4.40 am on Friday November 2, a drive-by shooting of the house of FRETILIN President Francisco Lu'Olo Guterres marked the first attempted assassination of a national leader and a new low in Timorese politics despite the mid-year presidential and parliamentary elections.

Lu'Olo was the commander of the FALINTIL guerrilla resistance at the time of the Indonesian defeat in the 1999 UN referendum, and the first President of the National Parliament, elected in May 2001. He is a member of the current parliament. All this makes him a living symbol of the Timor Leste liberation struggle, and this shooting a major incident.

Since the new government was installed in early August, FRETILIN has maintained its view that the Prime Minister, Jose Xanana Gusmao, was not properly appointed, and has maintained a vigorous role as an Opposition. It has held two well-attended 'retreats' at which its policies and grassroots structures have been reviewed and strengthened.

"This resilience was not expected by our opponents, and this may explain the underlying tensions behind this, which I personally regard as, at best, a serious act of criminal intimidation, and at worst attempted assassination, the latter which we cannot rule out given that this matter has still to be investigated," commented FRETILIN MP Jose Teixeira.

Lu'Olo's house is in the beachfront suburb Dili suburb of Farol. The vehicle from which the shots came had tinted windows, according to an account made to the parliament by FRETILIN MP Inacio Moreira.

Based on information from Lu'Olo himself and his close protection unit, Mr Moreira said, "A car was seen, having come from the direction of Praia dos Coqueiros (Coconut Beach) – Campo Alor, which, when in front of the residence of the former President of the National Parliament, drove by slowly, firing off four guns shots.

"After firing the shots, it left the location immediately. When the close protection security of the former President of the NP came out from the residence reconnoitre the situation, the group left the location. After three minutes, UNPOL arrived at the location to gather details regarding the occurrence, having found still hot spent bullet cartridges, which were taken to the police station", Mr Moreira explained in an interview published in the local newspaper, Jornal Nacional Semanário, on November 10.

The FRETILIN parliamentary group considers the shooting to be an act of terror and is demanding a full investigation to identify the culprits. Mr Moreira expressed strong concern that he had to raise the incident in parliament before it was reported in any local media outlet.

The FRETILIN group was supported by the Vice President of the National Parliament, Vicente da Silva Guterres (CNRT), who considered the shooting as a grave incident and requested the competent authorities to undertake an extensive investigation.

While no one was injured in the shooting, the family living at Lu'Olo's house is terrified. The house is a demountable structure which offers no protection against bullets, and was hit four times.

For further comment: Jose Teixeira MP +670 728 7080 / 0407 293 365

Tradução:

Tentativa contra a vida de Lu'Olo marca um novo ponto baixo na política em Timor-Leste

FRENTE REVOLUCIONÁRIA DO TIMOR-LESTE INDEPENDENTE
FRETILIN

COMUNICADO DE IMPRENSA
Novembro 16, 2007

Por volta das 4.40 am na Sexta-feira 2 de Novembro, disparos de tiros dum carro contra a casa do Presidente da FRETILIN Francisco Lu'Olo Guterres marcou a primeira tentativa de assassínio dum líder nacional e um novo ponto baixo na política Timorense apesar das eleições presidenciais e legislativas em meados do ano.

Lu'Olo foi o comandante da guerrilha da RESISTÊNCIA FALINTIL na altura da derrota Indonésia no referendo da ONU em 1999, e o primeiro Presidente do Parlamento Nacional, eleito em Maio de 2001. É deputado no corrente parlamento. Tudo isto o torna um símbolo vivo da luta de libertação de Timor-Leste e estes tiros são um incidente maior.

Desde que foi instalado o novo governo no princípio de Agosto, a FRETILIN tem mantido a sua opinião que o Primeiro-Ministro, José Xanana Gusmão, não foi nomeado de maneira adequada, e tem mantido um papel vigoroso como Oposição. Realizou dois “retiros” bem participados nos quais as sua políticas e estruturas de base foram revistas e reforçadas.

"Esta resiliência não era esperada pelos nossos opositores, e isto pode explicar as tensões subjacentes por detrás disto, que pessoalmente encaro, no melhor, um sério acto criminoso de intimidação, e no pior como uma tentativa de assassínio, sendo que não podemos descartar o último visto que esta matéria está ainda a ser investigada," comentou o deputado da FRETILIN José Teixeira.

A casa de Lu'Olo fica no subúrbio frente ao mar em Dili o subúrbio de Farol. O veículo donde partiram os tiros tinha janelas pintadas, de acordo com o relato feito no parlamento pelo deputado da FRETILIN Inácio Moreira.

Com base nas informações do próprio Lu'Olo e da sua unidade de protecção próxima, o Sr Moreira disse, "Foi visto um carro a vir da direcção da Praia dos Coqueiros – Campo Alor, que, quando passava em frente da residência do antigo Presidente do Parlamento Nacional, afrouxou a marcha, disparando quatro tiros de pistola.

"Depois de disparar os tiros, deixou de imediato o local. Quando a segurança de protecção próxima do antigo Presidente do PN sairam da residência, para fazer o reconhecimento da situação, o grupo deixou o local. Três minutos depois, chegou a UNPOL ao local para recolher detalhes sobre a ocorrência, tendo encontrado os cartuchos das balas ainda quentes, que foram levados para a esquadra da polícia", explicou o Sr Moreira numa entrevista publicada no jornal local, Jornal Nacional Semanário, em 10 de Novembro 10.

O grupo parlamentar da FRETILIN considera que os tiros são um acto de terror e exige uma investigação completa para identificar os culpados. O Sr Moreira expressou fortes preocupações por ter de levantar o incidente no parlamento antes de ser sido relatado em qualquer media local.

O grupo da FRETILIN foi apoiado pelo Vice-Presidente do Parlamento Nacional, Vicente da Silva Guterres (CNRT), que considerou os tiros como um incidente graves pediu às autoridades competentes para fazerem uma investigação extensa.

Conquanto não tenha ficado ninguém ferido, a família a viver na casa de Lu'Olo está aterrorizada. A casa é uma estrutura desmontável que não oferece protecção contra balas, e foi atingida quatro vezes.

Para mais comentários: deputado José Teixeira +670 728 7080 / 0407 293 365

1 comentário:

Margarida disse...

Tradução:
Tentativa contra a vida de Lu'Olo marca um novo ponto baixo na política em Timor-Leste
FRENTE REVOLUCIONÁRIA DO TIMOR-LESTE INDEPENDENTE
FRETILIN

COMUNICADO DE IMPRENSA
Novembro 16, 2007

Por volta das 4.40 am na Sexta-feira 2 de Novembro, disparos de tiros dum carro contra a casa do Presidente da FRETILIN Francisco Lu'Olo Guterres marcou a primeira tentativa de assassínio dum líder nacional e um novo ponto baixo na política Timorense apesar das eleições presidenciais e legislativas em meados do ano.

Lu'Olo foi o comandante da guerrilha da RESISTÊNCIA FALINTIL na altura da derrota Indonésia no referendo da ONU em 1999, e o primeiro Presidente do Parlamento Nacional, eleito em Maio de 2001. É deputado no corrente parlamento. Tudo isto o torna um símbolo vivo da luta de libertação de Timor-Leste e estes tiros são um incidente maior.

Desde que foi instalado o novo governo no princípio de Agosto, a FRETILIN tem mantido a sua opinião que o Primeiro-Ministro, José Xanana Gusmão, não foi nomeado de maneira adequada, e tem mantido um papel vigoroso como Oposição. Realizou dois “retiros” bem participados nos quais as sua políticas e estruturas de base foram revistas e reforçadas.

"Esta resiliência não era esperada pelos nossos opositores, e isto pode explicar as tensões subjacentes por detrás disto, que pessoalmente encaro, no melhor, um sério acto criminoso de intimidação, e no pior como uma tentativa de assassínio, sendo que não podemos descartar o último visto que esta matéria está ainda a ser investigada," comentou o deputado da FRETILIN José Teixeira.

A casa de Lu'Olo fica no subúrbio frente ao mar em Dili o subúrbio de Farol. O veículo donde partiram os tiros tinha janelas pintadas, de acordo com o relato feito no parlamento pelo deputado da FRETILIN Inácio Moreira.

Com base nas informações do próprio Lu'Olo e da sua unidade de protecção próxima, o Sr Moreira disse, "Foi visto um carro a vir da direcção da Praia dos Coqueiros – Campo Alor, que, quando passava em frente da residência do antigo Presidente do Parlamento Nacional, afrouxou a marcha, disparando quatro tiros de pistola.

"Depois de disparar os tiros, deixou de imediato o local. Quando a segurança de protecção próxima do antigo Presidente do PN sairam da residência, para fazer o reconhecimento da situação, o grupo deixou o local. Três minutos depois, chegou a UNPOL ao local para recolher detalhes sobre a ocorrência, tendo encontrado os cartuchos das balas ainda quentes, que foram levados para a esquadra da polícia", explicou o Sr Moreira numa entrevista publicada no jornal local, Jornal Nacional Semanário, em 10 de Novembro 10.

O grupo parlamentar da FRETILIN considera que os tiros são um acto de terror e exige uma investigação completa para identificar os culpados. O Sr Moreira expressou fortes preocupações por ter de levantar o incidente no parlamento antes de ser sido relatado em qualquer media local.

O grupo da FRETILIN foi apoiado pelo Vice-Presidente do Parlamento Nacional, Vicente da Silva Guterres (CNRT), que considerou os tiros como um incidente graves pediu às autoridades competentes para fazerem uma investigação extensa.

Conquanto não tenha ficado ninguém ferido, a família a viver na casa de Lu'Olo está aterrorizada. A casa é uma estrutura desmontável que não oferece protecção contra balas, e foi atingida quatro vezes.

Para mais comentários: deputado José Teixeira +670 728 7080 / 0407 293 365

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.