segunda-feira, junho 18, 2007

Timor-Leste: Morreu Abílio Osório Soares

Diário Digital / Lusa
17 de Junho de 2007

O último governador pró-indonésio, do período de ocupação da antiga colónia portuguesa pela Indonésia, Abílio Osório Soares, faleceu este domingo em Kupang, na parte ocidental da ilha (e território indonésio) depois de doença prolongada.

Abílio Osório Soares entrou na política timorense depois da Revolução do 25 de Abril de 1974 e integrou as fileiras do partido pró-indonésio Apodeti.

Abílio Osório Soares terá sido mesmo um elemento-chave para a invasão de Timor-Leste pelas forças da Indonésia em 1975, em pleno período de guerra civil no território.

Durante a ocupação pelas forças de Jacarta, Abílio Osório Soares desempenhou vários cargos políticos até quem em 1992, foi nomeado governador da, então considerada província da Indonésia.

É tido como protector do crescimento das milícias pró-indonésias, em 1999 e acusa da responsabilidade nos massacres de Liquiçá, de Suai e dos ataque às casas de Manuel Carrascalão e do bispo Ximenes Belo, em 1999.

Em 2002, em julgamento do Tribunal Ad Hoc de Direitos Humanos da Indonésia, Abílio Osório Soares foi acusado de crimes contra a humanidade e condenado a três anos de prisão, dos quais apenas cumpriu quatro meses.

Outros documentos e testemunhos apontam que secretamente tenha auxiliado, com alimentos, as milicias pró-independência, em 1977.

«Ele, com o irmão José Fernando (que foi secretário-geral da Apodeti e abatido pela Fretilin ainda antes da invasão da Indonésia), queriam a integração na Indonésia para se unificar Timor e, a longo-prazo, pedir a independência de toda a ilha. Penso que acreditava nisso», afirmou Mário Viegas Carrascalão, antecessor de Abílio Osório Soares no cargo de governador pró-indonésio de Timor-Leste.

1 comentário:

h correia disse...

As minhas condolências à família enlutada.

Deus tenha piedade da sua alma.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.