segunda-feira, fevereiro 25, 2008

Até já mandámos o FBI para Timor, para vos ajudar na vossa versão...

The Australian

Gates praises Australia's global role

Greg Sheridan, Foreign editor February 25, 2008

US Defence Secretary Robert Gates has hailed Australia as America's closest ally and friend, and praised the work of our troops in Afghanistan.

Mr Gates said the US appreciated Australia's "principal leadership" in the region, especially in Solomon Islands, Papua New Guinea and East Timor.
….
"We also appreciate Australia's global leadership," Mr Gates said, committing the US to working with Australia "to advance our shared interests in the wars inIraq and Afghanistan, fighting terrorism across the globe, countering weapons of mass destruction proliferation, co-ordinating humanitarian relief and strengthening our ties in many otherareas."

On Iraq, Mr Gates made it clear that he saw the Rudd Government as continuing to support the US-led war, despite the decision to withdraw 500 Australian combat troops from Iraq.

As The Australian revealed on Saturday, Australia is considering an increased training program for Iraqi troops to be conducted in Australia.



Tradução:

Gates louva o papel global da Austrália

Greg Sheridan, editor de assuntos estrangeiros, Fevereiro 25, 2008

O Secretário da Defesa dos USA Robert Gates saudou a Austrália como sendo o aliado mais próximo e amigo da América, e elogiou o trabalho das nossas tropas no Afeganistão.

O Sr Gates disse que os USA apreciaram a “principal liderança” da Austrália na região, especialmente nas Ilhas Salomão, Papua Nova Guiné e Timor-Leste.
….
"Apreciamos ainda a liderança global da Austrália," disse o Sr Gates, comprometendo os USA a trabalhar com a Austrália "para avançar os nossos interesses partilhados nas guerras no Iraque e Afeganistão, na luta contra o terrorismo através do mundo, na contenção da proliferação das armas de destruição massiva, na coordinação do socorro humanitário e no reforço dos nossos laços em muitas maneiras."

Sobre o Iraque, o Sr Gates deixou claro que viu que o Governo de Rudd vai continuar a apoiar a guerra liderada pelos USA, apesar da decisão de retirar as 500 tropas de combate Australianos do Iraque.

Como revelou The Australian no Sábado, a Austrália está a considerar um programa de mais formação para tropas Iraquianos conduzido na Austrália.


NOTA DE RODAPÉ:

Portanto, vocês continuam a apoiar-nos no Iraque e nós mandamos meia dúzia de tipos do FBI para Timor, e damos uma ajudinha ao vosso amigo Xanana... para provar o que quiserem...

1 comentário:

Margarida disse...

Tradução:
Até já mandámos o FBI para Timor, para vos ajudar na vossa versão...
The Australian

Gates louva o papel global da Austrália

Greg Sheridan, editor de assuntos estrangeiros, Fevereiro 25, 2008

O Secretário da Defesa dos USA Robert Gates saudou a Austrália como sendo o aliado mais próximo e amigo da América, e elogiou o trabalho das nossas tropas no Afeganistão.

O Sr Gates disse que os USA apreciaram a “principal liderança” da Austrália na região, especialmente nas Ilhas Salomão, Papua Nova Guiné e Timor-Leste.
….
"Apreciamos ainda a liderança global da Austrália," disse o Sr Gates, comprometendo os USA a trabalhar com a Austrália "para avançar os nossos interesses partilhados nas guerras no Iraque e Afeganistão, na luta contra o terrorismo através do mundo, na contenção da proliferação das armas de destruição massiva, na coordinação do socorro humanitário e no reforço dos nossos laços em muitas maneiras."

Sobre o Iraque, o Sr Gates deixou claro que viu que o Governo de Rudd vai continuar a apoiar a guerra liderada pelos USA, apesar da decisão de retirar as 500 tropas de combate Australianos do Iraque.

Como revelou The Australian no Sábado, a Austrália está a considerar um programa de mais formação para tropas Iraquianos conduzido na Austrália.


NOTA DE RODAPÉ:

Portanto, vocês continuam a apoiar-nos no Iraque e nós mandamos meia dúzia de tipos do FBI para Timor, e damos uma ajudinha ao vosso amigo Xanana... para provar o que quiserem...

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.