quarta-feira, dezembro 13, 2006

Invasão do Palácio do Governo? Não. Entrega de "formulário" de pedido de audiência ao PM.

















O Primeiro-Ministro anunciou que a população podia solicitar uma audiência com ele próprio mediante a entrega de um formulário, distribuido pelo seu gabinete.

A UNPOL teve de intervir para organizar a entrega dos formulários e dentro do Palácio do Governo, nos corredores que dão acesso aos gabinetes dos ministros era quase impossível passar.

















Só uma pergunta? Quem vai processar estes pedidos, quem vai ler e responder a cada um e quais os critérios de selecção para ser recebido pelo Primeiro-Ministro?

Palavras para quê?...

.

7 comentários:

Anónimo disse...

Mas una tonteria!...
Pelos meus cálculos a agenda do PM estará preenchida até 43 de Março de 2017... (não me enganei no dia... É assim mesmo! Terá de aumentar o número de dias do calendário e, mesmo assim, dá até 2017!...)
Mais uma na linha da famosa proposta de resolver o problema da oposição entre lorosaes e loromonus em Dili construindo um bairro para os primeiros em Becora e um para os segundos em Tacitolu...

Margarida disse...

Sim. Neste csso as fotografias valem por mil palavras. Esta deve ter sido mais uma das tontas jogadas de relações públicas do spin doctor. Entre ele e o Horta venha o diabo e que escolha. Só espero que as eleições sejam mesmo em Maio porque prolongar este desgoverno é criminoso.

Anónimo disse...

When you have no idea what to do, you tend to come up with policies which you want people to hear but you don't know how to implement it or even if it is realistic to implement. In Australia we call it policy on the run!

Why promise an audience with the public when you can just promisse them new houses? Oh, sorry. You have already made such promise in the past.

Anónimo disse...

Nao batam mais no ceguinho!

Anónimo disse...

If you guys can do better, elections are on the way.
Go for it. I wish you all the best.

Margarida disse...

Eu até faço um esforço para me conter e não bater mais, mas ambos os dois estão-se sempre a pôr a jeito.

Anónimo disse...

Não deve fazer uma coisa dessas ,Sr.PM ! Com essa porrada de gente ,será que você vai atender todas elas ?

Isso devia ser feito através dos chefes da Aldeia ou dos Suco , preenchendo os formulários e apresentar os seus pedidos ou problemas. Acho que só assim poderia atender essa malta toda !!!Obrigado !

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.