quinta-feira, maio 08, 2008

UNMIT Daily Media Review - 8 May 2008

UNMIT-MEDIA

(International news reports and extracts from national media. UNMIT does not vouch for the accuracy of these reports)


Hunger threatens Timorese people – Suara Timor Lorosa’e

With the price of food going up, Timorese people are now facing the threat of food shortages. This year, farm products such as corn and rice did not yield a harvest as crops have been destroyed by too much rain. Also oil prices are increasing drastically in all over the world.

All food prices in Timor Leste have increased. A 38 kg sack of rice that used cost $18 USD in the previous times now sells for $25 USD. Most people cannot afford to buy the rice even though there the amount of rice for sale in the market is limited.

How this can be dealt by the Government, with all other stakeholders, as it is a serious problem in this nation. There is a need to control the price of the all items that are being circulated within the nation; otherwise people will face big problems regarding the food shortages.

Public transportation has been on strike for two days due to the oil prices that are being increased drastically. It has become a major problem for most people and students as they carry out their daily activities. Most classes are empty due to the limited public transportation.

TMR: one of the rebels is still hiding two guns – Suara Timor Lorosa’e

F-FDTL Brigadier General Taur Matan Ruak said that one of Salsinha and Alfredo’s associates is still hiding two guns, and the Apprehension Operation forces are searching for him.

“The name of the person is still in not determined. Regarding the two guns, the Apprehension Operation forces are still seeking him,” said Taur Matan Ruak to the journalists after a meeting with the PR Ramos-Horta on Wednesday (7/5) at the President Office in Farol, Dili.

Meanwhile TMR was asked about the recruitment of new F-FDTL members. He said that only 300 people will be recruited in July and August this year. The biggest priority is to recruit people who have a degree certificate and are 30 years old.

PR Horta visits Petitioners in Aitarak Laran – Suara Timor Lorosa’e

President Ramos-Horta visited the petitioners who are staying in Aitarak Laran cantonment on Wednesday (7/5). During the visit, the President said that he considers the problem of the petitioners as a national problem as it has affected the nation’s stability, institution of the F-FDTL, and all the reconciliation process.

President Ramos-Horta said that he not able to make a miracle to immediately solve the petitioners’ problem as his brain is not same as a scientist.

“I have been given a life by God but only a little knowledge. Therefore, I will not be able to make a miracle for the petitioners’ problem. But with my patience I will work together with the Government, MPs, and civil society to solve the problems and strengthen peace in Timor Leste,” said PR Ramos-Horta on Wednesday (7/5) at the Petitioners’ cantonment in Aitarak Laran, Dili.

Anticipated election will make people suffer and die – Suara Timor Lorosa’e

PNT MP Alianca de Araujo said that the anticipated election will create suffering for the people. She asked the ASDT party to not set people against each other.

“I ask all the leaders to not play with the people’s lives. If you are going to play with the people’s lives, you are going to lead these people suffering and death,” she said on Wednesday (&/5) at National Parliament.

She added that the anticipated election will create another crisis in Timor Leste because it is not embraced by the people themselves but rather by those who seek seats or position. It does not necessary mean it will prevent the people from suffering and death.

Xavier wants to kiss Fretilin’s feet: ASDT wants Fretilin to rule: – Timor Post

ASDT, which joined with CNRT, PD and PSD to create the Alliance of Majority in Parliament to form the AMP Government, has signed an accord with Fretilin and wants Fretilin to rule.

A strategic framework was signed officially be the high level leaders of ASDT and Fretilin yesterday (7/5) which aims to develop the people and nation of Timor-Leste.

After signing the accord, President ASDT Francisco Xavier do Amaral stated that ASDT wants to leave the AMP as the AMP has been living a good life while the people suffer.

“The AMP Government is using petroleum funds to go around by aeroplane, buy good foodstuff, and sleep in good hotel and has abandoned its people.

Before I had disagreements with Fretilin and did not want to join them. But now I am looking forward to it and want to save the nation.

Whatever [the beast] Fretilin was, now I can kiss its feet to help me save the nation,” said Mr. Xavier on Wednesday (7/5).

Mr. Xavier also said that signing the accord with Fretilin does not mean that his party is leaving AMP. But there is no guarantee that they will stay with AMP if the political attitude of the AMP leadership is not changed.

“I declare that I am still in AMP but in preparation. If AMP modifies its attitudes, then I will maintain my position with it. I may join with Fretilin or other parties to save the nation,” added Uncle Xavier.

Separately, Fretilin President Francisco Guterres Lu-Olo said that the two parties [Fretilin-ASDT] signed the accord to reaffirm themselves in this democratic state as they come from the same root.

“AMP should be aware of recent political movement and change their attitudes.The Government who rules should at least have a program that is focused in each ministry and not be preoccupied with international junkets,” said Fretilin President Lu-Olo.

ASDT and Fretilin agreed that the grand inclusive government to be established will be led by Fretilin in only two years from now.

The two parties have a coalition and established a grand inclusive government to solve the petitioners’ problem, create better conditions for the IDPs, reform security and defence sectors, reform public administration, and establish a high authority for good governance.

In the Accord of May 1 it also stated that the parties will normalize the functions of State institutions, be open to other parties who have no bench in the Parliament, and defend the establishment of international commission of inquiry to investigate the attacks of February 11, and defend the realization of early legislative elections.

Fretilin, not a good party to have coalition with – Timor Post

ASDT MPs in the National Parliament said that even though the leaders of their party have signed an agreement with Fretilin, they will continue to maintain their position in the Parliament.

ASDT MPs said that Fretilin is not a good model of a party with which to have coalition as it has a history of lack of good governance and has no good relations with other political parties.

“It really happened. For instance, on the 23 of April last, Fretilin President Lu-Olo insulted ASDT. IT is for me better to stand alone than have a coalition with Fretilin. This is a matter of principle. I do not agree with this position,” said ASDT MP Joao Manuel Carrascalão.

Mr. Carrascalão said that even though his party’s president has signed the accord with Fretilin he himself and four ASDT MPs in the National Parliament will continue give their supports to AMP.

LDP: asking Fretilin-ASDT not to try hard for political appointments – Timor Post

The leaders of Progressive Democratic League (LDP) and Millennium Democratic Party President Hermenegildo Kupa hoped that the accord signed between ASDT-Fretilin will bring address the interests of the people and not only gain political appointments.

Mr. Kupa said that he did not see negative aspects of signing agreement between ASDT-Fretilin and it is normal to happen.

“This is a sign for AMP to be more serious and make real what has been promised to people.

The step taken by ASDT-Fretilin might be the next phase of reconciliation or political dialogue. Now we are waiting for results that might favour the needs of the people,” said Mr. Kupa on Wednesday (7/5) in Hotel Timor, Dili.

Mr. Kupa also said it is important now for AMP and Fretilin to have a political dialogue to achieve common points of view in the national interest.

“If it is only dominated by the party’s interest, then this might be negative and not deserving.

We continue to suggest AMP to have a dialogue with Fretilin to have mutual understanding of their differences,” added Mr. Kupa.

The President of Social Democratic Party Mario Viegas Carrascalão stated that ASDT once had a coalition with his party and now with Fretilin. PSD maintains its position to support AMP.

“PSD has no intention to follow the example of ASDT because still have no reason to leave AMP,” said Mr. Carrascalao.

Mr. Carrascalao also said that PSD will continue together AMP to give warnings on what programs are not well implemented.

Ed: Is the ASDT-Fretilin’s accord a threat to AMP? – Timor Post

At last, Fretilin's struggle to have dialogue with political parties, especially those who are in AMP, has yielded positive results, results that give rise to hope for future governance.

Fretilin and ASDT signed an accord to make a coalition to establish a new government in the early elections of 2009 or 2012 elections. The political target of these parties seems to be good and is balanced because the two parties depend on the elections of 2009 and 2012.

Do not surprised at the signing of the accord the last week.

The decision made by the parties is for the future. It does not affect ASDT’s five MPs in the Parliament to continue support AMP. We should congratulate them.

If Fretilin wants to rock AMP, Fretilin should try hard with the political parties who have no bench in the Parliament, including parties outside of AMP in the parliament, to support them. If not then, then the dream to crack down on AMP will not realized until the 2012 elections. And if Fretilin gains victory in 2012 then all of their political plans for the nation may be implemented, not now. Just wait …!!!

Taur Matan Ruak: all will compete in the F-FDTL recruitment – Diario Nacional

The Commander of Defence Forces of Timor-Leste (F-FDTL) Brigadier General Taur Matan Ruak said that the recruitment for the new members of F-FDTL in the next month will allow all qualified people to compete.

Commander Matan Ruak said that the petitioners who are going to return to F-FDTL will also compete with the other candidates during the recruitment process.

“I still have no list as there are two groups of the petitioners. One is going back to F-FDTL and the other one is going to leave F-FDTL. The competition will be tough. Previously we had 12,000-15,000 candidates to compete for only 260 posts we wanted to fill at that time,” said Commander Taur Matan Ruak on Wednesday (7/5) in the Palace of the President, Dili.

Ed: The New Government …!!! – Diario Nacional

ASDT President Francisco Xavier Amaral with his Acting Secretary-General Francisco Gomes signed an accord for a coalition with Fretilin President Francisco Lu-Olo and Fretilin’s Secretary-General Mari Alkatiri on May 1 which aims to establish a new government in the near future.

The event is a threat for AMP as ASDT is one of the members of AMP. This might weaken AMP in the Parliament. It is a feather in the opposition's heat to take down the Government. If Fretilin succeeds in convincing PUN and UNDERTIM to join them, then Fretilin will have simple majority with 33 seats and may form a new government.

It is a normal thing in the world of democracy when these political games happen. But we should also be realistic about the recent atmosphere in the country.

What we have to consider is if there will be new crisis, and new IDPs because of the competition between the leaders. We still do not know whether ASDT has left AMP or not. Not yet, because ASDT President Xavier said that they have signed the accord but they are still a member of AMP. Will this last for five years or not?

The President of Democratic Party, also the President of the National Parliament Fernando Lasama, said that even though ASDT is stepping down from AMP, AMP will not be shaken. Just wait.


UNMIT MEDIA MONITORING
http://www.unmit.org/

TRADUÇÃO:

UNMIT Revista Diária dos Media - 8 Maio 2008

UNMIT-MEDIA

(Relatos de notícias internacionais e extractos de media nacionais. UNMIT não garante a correcção destes relatos)


A fome ameaça o povo Timorense – Suara Timor Lorosa’e

Com o preço da alimentação a subir, o povo Timorense está agora a enfrentar carências alimentares. Este ano, produções agrícolas como milho e arroz não tiveram colheita dado que as produções foram destruídas por demasiada chuva. Também os preços do petróleo estão a subir drasticamente em todo o mundo.

Todos os preços de alimentos aumentaram em Timor-Leste. Um saco de arroz de 38 kg que costumava custar $18 USD nos anos anteriores vende-se agora por $25 USD. A maioria das pessoas não consegue comprar o arroz mesmo apesar da quantidade de arroz à venda no mercado estar limitada.

Como é que isto pode ser resolvido pelo Governo, com todas as outras partes, dado que é um problema sério nesta nação. Há a necessidade de controlar o preço de todos os bens que estão a circular na nação; de outro modo o povo enfrentará grandes problemas no que diz respeito a carências alimentares.

Os transportes públicos estão em greve durante dois dias devido ao preço do petróleo que está a aumentar drasticamente. Isto tornou-se um grande problema para a maior parte das pessoas e estudantes para desenvolverem as suas actividades diárias. A maioria das classes estão vazias devido à limitação dos transportes públicos.

TMR: um dos amotinados ainda tem duas armas escondidas – Suara Timor Lorosa’e

O Brigadeiro General das F-FDTL Taur Matan Ruak disse que um dos associados de Salsinha e Alfredo esconde ainda duas armas, e as forças da Operação Apreensão andam à procura dele.

“O nome da pessoa ainda não está determinada. Sobre as duas armas, as forças da Operação Apreensão estão ainda a procurá-las,” disse Taur Matan Ruak para os jornalistas depois dum encontro com o PR Ramos-Horta na Quarta-feira (7/5) no Gabinete do Presidente em Farol, Dili.

Entretanto foi perguntado a TMR sobre o novo recrutamento para os novos membros das F-FDTL. Disse que apenas 300 pessoas serão recrutadas em Julho e Agosto deste ano. A maior prioridade será recrutar pessoas que tenham um grau académico e 30 anos de idade.

PR Horta visita peticionários em Aitarak Laran – Suara Timor Lorosa’e

O Presidente Ramos-Horta visitou os peticionários que estão acantonados em Aitarak Laran na Quarta-feira (7/5). Durante a visita, o Presidente disse que considera o problema dos peticionários como um problema nacional dado que afectou a estabilidade da nação, a instituição das F-FDTL, e todo o processo de reconciliação.

O Presidente Ramos-Horta disse que não é capaz de fazer um milagre e de resolver imediatamente o problema dos peticionários dado que o seu cérebro não é igual ao de um cientista.

“Deus deu-me a vida mas apenas um pouco de conhecimento. Por isso, não serei capaz de fazer um milagre para o problema dos peticionários. Mas com paciência trabalharei junto com o Governo, deputados e sociedade civil para resolver os problemas e reforçar a paz em Timor-Leste,” disse o PR Ramos-Horta na Quarta-feira (7/5) no acantonamento dos peticionários em Aitarak Laran, Dili.

Eleições antecipadas farão as pessoas sofrer e morrer – Suara Timor Lorosa’e

A deputada do PNT Alianca de Araújo disse que as eleições antecipadas criarão sofrimento ao povo. Pediu ao partido ASDT para não pôr umas pessoas contra outras.

“Peço a todos os líderes para não brincarem com as vidas das pessoas. Se forem brincar com as vidas das pessoas, vão levar essas pessoas ao sofrimento e morte,” disse ela na Quarta-feira (6/5) no Parlamento Nacional.

Acrescentou que as eleições antecipadas criarão outra crise em Timor-Leste porque não é abraçada pelo próprio povo mas pelos que procuram lugares ou posição. Isso não significa necessariamente que evitará sofrimento e morte ao povo.

Xavier ques beijar os pés da Fretilin: a ASDT quer que a Fretilin governe: – Timor Post

A ASDT, que se juntou com o CNRT, PD e PSD para criar a Aliança da Maioria no Parlamento para formar o Governo da AMP assinou um acordo com a Fretilin e quer que a Fretilin governe.

Uma moldura estratégica foi assinada oficialmente pelos líderes de topo da ASDT e Fretilin ontem (7/5) que visa desenvolver o povo e a nação de Timor-Leste.

Depois de assinar o acordo, o Presidente da ASDT Francisco Xavier do Amaral afirmou que a ASDT quer sair da AMP dado que a AMP tem andado numa boa vida enquanto o povo sofre.

“O Governo AMP está a usar o fundo do petróleo para andar a passear de avião, comprar boa comida e dormir em bons hoteis e abandonou o seu povo.

Antes, eu tinha desacordos com a Fretilin e não me quis juntar a eles. Mas agora estou desejoso disso e quero salvar a nação.

Fosse qual fosse [o animal] que a Fretilin foi, agora posso beijar os seus pés por me ajudar a salvar a nação,” disse o Sr. Xavier na Quarta-feira (7/5).

O Sr. Xavier disse ainda que assinar o acordo com a Fretilin não significa que o seu partido está a sair da AMP. Mas não há nenhuma garantia que fiquem com a AMP se a atitude política da liderança da AMP não mudar.

“Declaro que ainda estou na AMP mas em preparação. Se a AMP modificar as suas atitudes, então manterei a minha posição nisso. Posso juntar-me à Fretilin ou a outros partidos para salvar a nação,” acrescentou o Tio Xavier.

Em separado,o Presidente da Fretilin Francisco Guterres Lu-Olo disse que os dois partidos [Fretilin-ASDT] assinaram um acordo para se reafirmarem eles próprios neste Estado democrático dado que vieram da mesma raíz.

“A AMP deve estar consciente do recente movimento político e mudar as suas atitudes. O Governo no poder devia ao menos ter um programa que estivesse focado em cada ministério e não estar preocupado com passeatas internacionais,” disse o Presidente da Fretilin Lu-Olo.

A ASDT e a Fretilin acordaram que deve ser estabelecido um governo de grande inclusão liderado pela Fretilin em apenas dois anos a partir de agora.

Os dois partidos têm uma coligação e estabeleceram um governo de grande inclusão para resolver o problema dos peticionários criar melhores condições para os deslocados, reformar o sector da segurança e da defesa, reformar a administração pública, e estabelecer uma alta autoridade para a boa governação.

No Acordo de 1 de Maio afirma-se também que os partidos normalizarão as funções das instituições do Estado, estarão abertos aos outros partidos que não têm assentos no Parlamento, e defende o estabelecimento da comissão internacional de inquérito para investigar os ataques de 11 de Fevereiro, e defende a realização de eleições antecipadas legislativas.

A Fretilin, não é um bom partido para se ter coligação – Timor Post

Deputados da ASDT no Parlamento Nacional disse que mesmo apesar dos líderes do seu partido terem assinado um acordo com a Fretilin, continuarão a manter a sua posição no Parlamento.

Deputados da ASDT disseram que a Fretilin não é um bom modelo dum partido com quem se tenha coligação dado que tem uma história de falta de boa governação e não tem boas relações com outros partidos políticos.

“Isso aconteceu realmente. Por exemplo, em 23 de Abril passado, o Presidente da Fretilin Lu-Olo insultou a ASDT. É melhor para mim ficar sozinho do que ter uma coligação com a Fretilin. Isto é uma questão de princípio. Não concordo com esta posição,” disse o deputado da ASDT João Manuel Carrascalão.

O Sr. Carrascalão disse que mesmo apesar do presidente do seu partido ter assinado o acordo com a Fretilin ele próprio e quatro deputados da ASDT no Parlamento Nacional continuarão a dar apoio à AMP.

LDP: pedindo à Fretilin-ASDT para não tentar por nomeação políticas – Timor Post

Os líderes da Liga Democrática Progressivae (LDP) e Partido Democrático Millennium Presidente Hermenegildo Kupa esperam que o acordo assinado entre ASDT-Fretilin responderá aos interesses do povo e não apenas ganhem nomeações políticas.

O Sr. Kupa disse que não niu aspectos negativos na assinatura do acordo entre ASDT-Fretilin e que isso é normal acontecer.

“Isto é um sinal para a AMP ser mais séria e tornar real o que foi prometido ao povo.

O passo dado pelas ASDT-Fretilin pode ser a próxima fase da reconciliação ou diálogo político. Agora estamos à espera de resultados que possam favorecer as necessidades do povo,” disse o Sr. Kupa na Quarta-feira (7/5) no Hotel Timor, Dili.

O Sr. Kupa disse também que é importante agora para a AMP e Fretilin terem diálogo político para alcançar pontos de vista comuns no interesse nacional.

“Se isso é apenas dominado por interesses do partido, então isso pode ser negativo e não merecedor.

Continuamos a sugerir à AMP para ter um diálogo com a Fretilin para terem entendimento mútuo das suas diferenças,” acrescentou o Sr. Kupa.

O Presidente do Partido Social Democrático Mário Viegas Carrascalão afirmou que a ASDT antes teve uma coligação com o seu partido e tem agora com a Fretilin. O PSD mantém a sua posição de apoiar a AMP.

“O PSD não tem intenção de seguir o exemplo da ASDT porque não tem ainda razão para deixar a AMP,” disse o Sr. Carrascalão.

O Sr. Carrascalão disse também que o PSD continuará junto da AMP para dar avisos sobre que programas não são bem implementados.

Ed: É o acordo ASDT-Fretilin uma ameaça para a AMP? – Timor Post

Por fim, a luta da Fretilin de ter diálogo com partidos políticos, especialmente aqueles que estão na AMP, teve resultados positivos, resultados que aumentam a esperança para o governo futuro.

A Fretilin e a ASDT assinaram um acordo para fazer uma coligação para estabelecer um novo governo nas eleições antecipadas de 2009 ou nas eleições de 2012. O objectivo político destes partidos parece ser bom e está equilibrado porque os dois partidos dependem das eleições de 2009 e 2012.

Não é surpresa a assinatura do acordo da semana passada.

A decisão tomada pelos partidos é para o futuro. Não afecta os cinco deputados da ASDT no Parlamento para continuar a apoiar a AMP. Devemos dar-lhes os parabéns.

Se a Fretilin quer balançar a AMP, a Fretilin deve tentar forte com os partidos políticos que não têm assento no Parlamento, incluindo partidos fora da AMP no parlamento, para os apoiar. Se não então, então o sonho de derrubar a AMP não se realizará até às eleições de 2012. E se a Fretilin não ganhar a vitória em 2012 então todos os seus planos políticos para a nação podem ser implementados, não agora. Esperem …!!!

Taur Matan Ruak: tudo competirá ao recrutamento nas F-FDTL – Diario Nacional

O Comandante das Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL) Brigadeiro General Taur Matan Ruak disse que o recrutamento para os novos membros da F-FDTL no próximo mês permitirá todas as pessoas qualificadas competirem.

O Comandante Matan Ruak disse que os peticionários que vão voltar para as F-FDTL também competirão com outros candidatos durante o processo de recrutamento.

“Não tenho ainda nenhuma lista dado que há dois grupos de peticionários. Um é para regressarem às F-FDTL o outro é para saírem das F-FDTL. A competição será dura. Antes tínhamos 12,000-15,000 candidatos para competirem para apenas 260 postos que nessa altura queríamos preencher,” disse o Comandante Taur Matan Ruak na Quarta-feira (7/5) no Palácio do Presidente, Dili.

Ed: O Novo Governo …!!! – Diario Nacional

O Presidente da ASDT Francisco Xavier Amaral com o seu Secretário-Geral em exercício Francisco Gomes assinaram um acordo para uma coligação com o Presidente da Fretilin Francisco Lu-Olo e o Secretário-Geral da Fretilin Mari Alkatiri em 1 de Maio que visa estabelecer um novo governo no futuro próximo.

O evento é uma ameaça para a AMP dado que a ASDT é um dos membros da AMP. Isto pode enfraquecer a AMP no Parlamento. É uma pena no chapéu da oposição para derrubar o Governo. Se a Fretilin tiver sucesso em convencer o PUN e o UNDERTIM para se juntar a eles, então a Fretilin terá simplesmente uma maioria com 33 lugares e poderá formar um novo governo.


É uma coisa normal no mundo da democracia quando acontecem estes jogos políticos. Mas devemos também ser realistas com a recente atmosfera no país.

O que temos de considerar é se houver novas crises e novos deslocados por causa da competição entre os líderes. Ainda não sabemos se a ASDT deixou ou não a AMP. Ainda não porque o Presidente da ASDT Xavier disse que assinaram o acordo mas que são ainda um membro da AMP. Durará isso cinco anos ou não?

O Presidente do Partido Democrático, também o Presidente do Parlamento Nacional Fernando Lasama, disse que mesmo apesar da ASDT estar a sair da AMP, a AMP não tremerá. Esperemos.


UNMIT MONITORIZAÇÃO DOS MEDIA
www.unmit.org

1 comentário:

Margarida disse...

tRADUÇÃO:
UNMIT Revista Diária dos Media - 8 Maio 2008
UNMIT-MEDIA

(Relatos de notícias internacionais e extractos de media nacionais. UNMIT não garante a correcção destes relatos)


A fome ameaça o povo Timorense – Suara Timor Lorosa’e

Com o preço da alimentação a subir, o povo Timorense está agora a enfrentar carências alimentares. Este ano, produções agrícolas como milho e arroz não tiveram colheita dado que as produções foram destruídas por demasiada chuva. Também os preços do petróleo estão a subir drasticamente em todo o mundo.

Todos os preços de alimentos aumentaram em Timor-Leste. Um saco de arroz de 38 kg que costumava custar $18 USD nos anos anteriores vende-se agora por $25 USD. A maioria das pessoas não consegue comprar o arroz mesmo apesar da quantidade de arroz à venda no mercado estar limitada.

Como é que isto pode ser resolvido pelo Governo, com todas as outras partes, dado que é um problema sério nesta nação. Há a necessidade de controlar o preço de todos os bens que estão a circular na nação; de outro modo o povo enfrentará grandes problemas no que diz respeito a carências alimentares.

Os transportes públicos estão em greve durante dois dias devido ao preço do petróleo que está a aumentar drasticamente. Isto tornou-se um grande problema para a maior parte das pessoas e estudantes para desenvolverem as suas actividades diárias. A maioria das classes estão vazias devido à limitação dos transportes públicos.

TMR: um dos amotinados ainda tem duas armas escondidas – Suara Timor Lorosa’e

O Brigadeiro General das F-FDTL Taur Matan Ruak disse que um dos associados de Salsinha e Alfredo esconde ainda duas armas, e as forças da Operação Apreensão andam à procura dele.

“O nome da pessoa ainda não está determinada. Sobre as duas armas, as forças da Operação Apreensão estão ainda a procurá-las,” disse Taur Matan Ruak para os jornalistas depois dum encontro com o PR Ramos-Horta na Quarta-feira (7/5) no Gabinete do Presidente em Farol, Dili.

Entretanto foi perguntado a TMR sobre o novo recrutamento para os novos membros das F-FDTL. Disse que apenas 300 pessoas serão recrutadas em Julho e Agosto deste ano. A maior prioridade será recrutar pessoas que tenham um grau académico e 30 anos de idade.

PR Horta visita peticionários em Aitarak Laran – Suara Timor Lorosa’e

O Presidente Ramos-Horta visitou os peticionários que estão acantonados em Aitarak Laran na Quarta-feira (7/5). Durante a visita, o Presidente disse que considera o problema dos peticionários como um problema nacional dado que afectou a estabilidade da nação, a instituição das F-FDTL, e todo o processo de reconciliação.

O Presidente Ramos-Horta disse que não é capaz de fazer um milagre e de resolver imediatamente o problema dos peticionários dado que o seu cérebro não é igual ao de um cientista.

“Deus deu-me a vida mas apenas um pouco de conhecimento. Por isso, não serei capaz de fazer um milagre para o problema dos peticionários. Mas com paciência trabalharei junto com o Governo, deputados e sociedade civil para resolver os problemas e reforçar a paz em Timor-Leste,” disse o PR Ramos-Horta na Quarta-feira (7/5) no acantonamento dos peticionários em Aitarak Laran, Dili.

Eleições antecipadas farão as pessoas sofrer e morrer – Suara Timor Lorosa’e

A deputada do PNT Alianca de Araújo disse que as eleições antecipadas criarão sofrimento ao povo. Pediu ao partido ASDT para não pôr umas pessoas contra outras.

“Peço a todos os líderes para não brincarem com as vidas das pessoas. Se forem brincar com as vidas das pessoas, vão levar essas pessoas ao sofrimento e morte,” disse ela na Quarta-feira (6/5) no Parlamento Nacional.

Acrescentou que as eleições antecipadas criarão outra crise em Timor-Leste porque não é abraçada pelo próprio povo mas pelos que procuram lugares ou posição. Isso não significa necessariamente que evitará sofrimento e morte ao povo.

Xavier ques beijar os pés da Fretilin: a ASDT quer que a Fretilin governe: – Timor Post

A ASDT, que se juntou com o CNRT, PD e PSD para criar a Aliança da Maioria no Parlamento para formar o Governo da AMP assinou um acordo com a Fretilin e quer que a Fretilin governe.

Uma moldura estratégica foi assinada oficialmente pelos líderes de topo da ASDT e Fretilin ontem (7/5) que visa desenvolver o povo e a nação de Timor-Leste.

Depois de assinar o acordo, o Presidente da ASDT Francisco Xavier do Amaral afirmou que a ASDT quer sair da AMP dado que a AMP tem andado numa boa vida enquanto o povo sofre.

“O Governo AMP está a usar o fundo do petróleo para andar a passear de avião, comprar boa comida e dormir em bons hoteis e abandonou o seu povo.

Antes, eu tinha desacordos com a Fretilin e não me quis juntar a eles. Mas agora estou desejoso disso e quero salvar a nação.

Fosse qual fosse [o animal] que a Fretilin foi, agora posso beijar os seus pés por me ajudar a salvar a nação,” disse o Sr. Xavier na Quarta-feira (7/5).

O Sr. Xavier disse ainda que assinar o acordo com a Fretilin não significa que o seu partido está a sair da AMP. Mas não há nenhuma garantia que fiquem com a AMP se a atitude política da liderança da AMP não mudar.

“Declaro que ainda estou na AMP mas em preparação. Se a AMP modificar as suas atitudes, então manterei a minha posição nisso. Posso juntar-me à Fretilin ou a outros partidos para salvar a nação,” acrescentou o Tio Xavier.

Em separado,o Presidente da Fretilin Francisco Guterres Lu-Olo disse que os dois partidos [Fretilin-ASDT] assinaram um acordo para se reafirmarem eles próprios neste Estado democrático dado que vieram da mesma raíz.

“A AMP deve estar consciente do recente movimento político e mudar as suas atitudes. O Governo no poder devia ao menos ter um programa que estivesse focado em cada ministério e não estar preocupado com passeatas internacionais,” disse o Presidente da Fretilin Lu-Olo.

A ASDT e a Fretilin acordaram que deve ser estabelecido um governo de grande inclusão liderado pela Fretilin em apenas dois anos a partir de agora.

Os dois partidos têm uma coligação e estabeleceram um governo de grande inclusão para resolver o problema dos peticionários criar melhores condições para os deslocados, reformar o sector da segurança e da defesa, reformar a administração pública, e estabelecer uma alta autoridade para a boa governação.

No Acordo de 1 de Maio afirma-se também que os partidos normalizarão as funções das instituições do Estado, estarão abertos aos outros partidos que não têm assentos no Parlamento, e defende o estabelecimento da comissão internacional de inquérito para investigar os ataques de 11 de Fevereiro, e defende a realização de eleições antecipadas legislativas.

A Fretilin, não é um bom partido para se ter coligação – Timor Post

Deputados da ASDT no Parlamento Nacional disse que mesmo apesar dos líderes do seu partido terem assinado um acordo com a Fretilin, continuarão a manter a sua posição no Parlamento.

Deputados da ASDT disseram que a Fretilin não é um bom modelo dum partido com quem se tenha coligação dado que tem uma história de falta de boa governação e não tem boas relações com outros partidos políticos.

“Isso aconteceu realmente. Por exemplo, em 23 de Abril passado, o Presidente da Fretilin Lu-Olo insultou a ASDT. É melhor para mim ficar sozinho do que ter uma coligação com a Fretilin. Isto é uma questão de princípio. Não concordo com esta posição,” disse o deputado da ASDT João Manuel Carrascalão.

O Sr. Carrascalão disse que mesmo apesar do presidente do seu partido ter assinado o acordo com a Fretilin ele próprio e quatro deputados da ASDT no Parlamento Nacional continuarão a dar apoio à AMP.

LDP: pedindo à Fretilin-ASDT para não tentar por nomeação políticas – Timor Post

Os líderes da Liga Democrática Progressivae (LDP) e Partido Democrático Millennium Presidente Hermenegildo Kupa esperam que o acordo assinado entre ASDT-Fretilin responderá aos interesses do povo e não apenas ganhem nomeações políticas.

O Sr. Kupa disse que não niu aspectos negativos na assinatura do acordo entre ASDT-Fretilin e que isso é normal acontecer.

“Isto é um sinal para a AMP ser mais séria e tornar real o que foi prometido ao povo.

O passo dado pelas ASDT-Fretilin pode ser a próxima fase da reconciliação ou diálogo político. Agora estamos à espera de resultados que possam favorecer as necessidades do povo,” disse o Sr. Kupa na Quarta-feira (7/5) no Hotel Timor, Dili.

O Sr. Kupa disse também que é importante agora para a AMP e Fretilin terem diálogo político para alcançar pontos de vista comuns no interesse nacional.

“Se isso é apenas dominado por interesses do partido, então isso pode ser negativo e não merecedor.

Continuamos a sugerir à AMP para ter um diálogo com a Fretilin para terem entendimento mútuo das suas diferenças,” acrescentou o Sr. Kupa.

O Presidente do Partido Social Democrático Mário Viegas Carrascalão afirmou que a ASDT antes teve uma coligação com o seu partido e tem agora com a Fretilin. O PSD mantém a sua posição de apoiar a AMP.

“O PSD não tem intenção de seguir o exemplo da ASDT porque não tem ainda razão para deixar a AMP,” disse o Sr. Carrascalão.

O Sr. Carrascalão disse também que o PSD continuará junto da AMP para dar avisos sobre que programas não são bem implementados.

Ed: É o acordo ASDT-Fretilin uma ameaça para a AMP? – Timor Post

Por fim, a luta da Fretilin de ter diálogo com partidos políticos, especialmente aqueles que estão na AMP, teve resultados positivos, resultados que aumentam a esperança para o governo futuro.

A Fretilin e a ASDT assinaram um acordo para fazer uma coligação para estabelecer um novo governo nas eleições antecipadas de 2009 ou nas eleições de 2012. O objectivo político destes partidos parece ser bom e está equilibrado porque os dois partidos dependem das eleições de 2009 e 2012.

Não é surpresa a assinatura do acordo da semana passada.

A decisão tomada pelos partidos é para o futuro. Não afecta os cinco deputados da ASDT no Parlamento para continuar a apoiar a AMP. Devemos dar-lhes os parabéns.

Se a Fretilin quer balançar a AMP, a Fretilin deve tentar forte com os partidos políticos que não têm assento no Parlamento, incluindo partidos fora da AMP no parlamento, para os apoiar. Se não então, então o sonho de derrubar a AMP não se realizará até às eleições de 2012. E se a Fretilin não ganhar a vitória em 2012 então todos os seus planos políticos para a nação podem ser implementados, não agora. Esperem …!!!

Taur Matan Ruak: tudo competirá ao recrutamento nas F-FDTL – Diario Nacional

O Comandante das Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL) Brigadeiro General Taur Matan Ruak disse que o recrutamento para os novos membros da F-FDTL no próximo mês permitirá todas as pessoas qualificadas competirem.

O Comandante Matan Ruak disse que os peticionários que vão voltar para as F-FDTL também competirão com outros candidatos durante o processo de recrutamento.

“Não tenho ainda nenhuma lista dado que há dois grupos de peticionários. Um é para regressarem às F-FDTL o outro é para saírem das F-FDTL. A competição será dura. Antes tínhamos 12,000-15,000 candidatos para competirem para apenas 260 postos que nessa altura queríamos preencher,” disse o Comandante Taur Matan Ruak na Quarta-feira (7/5) no Palácio do Presidente, Dili.

Ed: O Novo Governo …!!! – Diario Nacional

O Presidente da ASDT Francisco Xavier Amaral com o seu Secretário-Geral em exercício Francisco Gomes assinaram um acordo para uma coligação com o Presidente da Fretilin Francisco Lu-Olo e o Secretário-Geral da Fretilin Mari Alkatiri em 1 de Maio que visa estabelecer um novo governo no futuro próximo.

O evento é uma ameaça para a AMP dado que a ASDT é um dos membros da AMP. Isto pode enfraquecer a AMP no Parlamento. É uma pena no chapéu da oposição para derrubar o Governo. Se a Fretilin tiver sucesso em convencer o PUN e o UNDERTIM para se juntar a eles, então a Fretilin terá simplesmente uma maioria com 33 lugares e poderá formar um novo governo.


É uma coisa normal no mundo da democracia quando acontecem estes jogos políticos. Mas devemos também ser realistas com a recente atmosfera no país.

O que temos de considerar é se houver novas crises e novos deslocados por causa da competição entre os líderes. Ainda não sabemos se a ASDT deixou ou não a AMP. Ainda não porque o Presidente da ASDT Xavier disse que assinaram o acordo mas que são ainda um membro da AMP. Durará isso cinco anos ou não?

O Presidente do Partido Democrático, também o Presidente do Parlamento Nacional Fernando Lasama, disse que mesmo apesar da ASDT estar a sair da AMP, a AMP não tremerá. Esperemos.


UNMIT MONITORIZAÇÃO DOS MEDIA
www.unmit.org

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.