quarta-feira, março 12, 2008

Ramos-Horta thanks supporters in message

smh.com.au
March 12, 2008 - 1:59PM
East Timorese President Jose Ramos-Horta has thanked supporters around the globe in his first public comment since an assassination attempt last month.

Dr Ramos-Horta released video giving a brief message in three languages from the Darwin Private Hospital, where he is continuing to recuperate from gunshot wounds.

The president was shot twice in the back outside his home in Dili on February 11, when he and Timorese Prime Minister Xanana Gusmao were targeted by rebels in assassination attempts. Mr Gusmao escaped unscathed.

"It is the first time I have been able to speak publicly," Dr Ramos-Horta said in the three-minute statement.

The president, who has undergone surgery five times and faces a sixth operation to re-attempt part of a skin graft that failed to take, spoke firmly in the message.

"Although I am refraining from making a political speech, this being Easter week, I wish to use this opportunity to thank all who prayed for me, who looked after me, who prayed for me."

He thanked the government and people of Australia, paramedic and hospital staff in Dili and Darwin, the Catholic church and others around the world.

"The world leaders, common people who all this time have shown sympathy, their support and their prayers, I thank you all and God bless you.

"Here in Darwin I have been very well looked after by everybody, the staff, even the humble cleaners."

A spokesman for the president said he was expected to move out of hospital in a week or two but would remain in Darwin for some time while undergoing outpatient treatment.

Dr Ramos-Horta has told visitors he forgives rebel leader Alfredo Reinado, who was killed in the gun battle, for his role in both the attack on him and the ambush on Mr Gusmao.

So far, arrest warrants have been issued against 17 people suspected of involvement in attacks, including the man who took command of rebel soldiers after the death of Reinado, Gastao Salsinha.
AAP


Tradução:

Ramos-Horta agradece a apoiantes em mensagem

smh.com.au
Março 12, 2008 - 1:59PM
O Presidente Timorense José Ramos-Horta agradeceu aos apoiantes em todo o mundo no seu primeiro comentário público desde a tentativa de assassínio no mês passado.

O Dr Ramos-Horta emitiu uma gravação em video numa breve mensagem em três línguas do Darwin Private Hospital, onde continua a recuperação das feridas das balas.

O presidente recebeu dois tiros nas costas no exterior da sua casa em Dili em 11 de Fevereiro, quando ele e o Primeiro-Ministro Timorense Xanana Gusmão foram visados por tentativas de assassínio por amotinados. O Sr Gusmão escapou ileso.

"Foi a primeira vez que falei para o exterior," disse o Dr Ramos-Horta na sua declaração de três minutos.

O presidente, que foi operado cinco vezes e espera uma sexta operação para um enxerto que não pegou, falou com firmeza na gravação.

"Apesar de me estar a refrear em fazer um discurso político, por estarmos na semana da Páscoa , desejo aproveitar esta oportunidade para agradecer a todos os que rezaram por mim, que cuidaram de mim e que rezaram por mim."

Agradeceu ao povo e governo da Austrália, paramédicos e pessoal do hospital em Dili e Darwin, à igreja católica e outras em todo o mundo.

"Os líderes mundiais, pessoas comuns que têm mostrado simpatia todo este tempo, com apoio e orações, agradeço a todos e que Deus vos abençoe.

"Aqui em Darwin toda a gente tem cuidado muito bem de mim, o pessoal, mesmo pelos empregados de limpeza mais humildes."

Um porta-voz do presidente disse que dentro duma ou duas semanas ele deve mudar-se do hospital mas que ficará em Darwin durante algum tempo enquanto estiver em tratamento ambulatório.

O Dr Ramos-Horta tem dito aos visitantes que perdoa ao líder amotinado Alfredo Reinado, que foi morto no tiroteio, pelo duplo papel dele no ataque a ele e na emboscada ao Sr Gusmão.

Até agora, foram emitidos mandatos de captura contra 17 pessoas suspeitas de envolvimento nos ataques, incluindo o homem que tomou o comando dos soldados amotinados depois da morte de Reinado, Gastão Salsinha.
AAP

1 comentário:

Margarida disse...

Tradução:
Ramos-Horta agradece a apoiantes em mensagem
smh.com.au
Março 12, 2008 - 1:59PM
O Presidente Timorense José Ramos-Horta agradeceu aos apoiantes em todo o mundo no seu primeiro comentário público desde a tentativa de assassínio no mês passado.

O Dr Ramos-Horta emitiu uma gravação em video numa breve mensagem em três línguas do Darwin Private Hospital, onde continua a recuperação das feridas das balas.

O presidente recebeu dois tiros nas costas no exterior da sua casa em Dili em 11 de Fevereiro, quando ele e o Primeiro-Ministro Timorense Xanana Gusmão foram visados por tentativas de assassínio por amotinados. O Sr Gusmão escapou ileso.

"Foi a primeira vez que falei para o exterior," disse o Dr Ramos-Horta na sua declaração de três minutos.

O presidente, que foi operado cinco vezes e espera uma sexta operação para um enxerto que não pegou, falou com firmeza na gravação.

"Apesar de me estar a refrear em fazer um discurso político, por estarmos na semana da Páscoa , desejo aproveitar esta oportunidade para agradecer a todos os que rezaram por mim, que cuidaram de mim e que rezaram por mim."

Agradeceu ao povo e governo da Austrália, paramédicos e pessoal do hospital em Dili e Darwin, à igreja católica e outras em todo o mundo.

"Os líderes mundiais, pessoas comuns que têm mostrado simpatia todo este tempo, com apoio e orações, agradeço a todos e que Deus vos abençoe.

"Aqui em Darwin toda a gente tem cuidado muito bem de mim, o pessoal, mesmo pelos empregados de limpeza mais humildes."

Um porta-voz do presidente disse que dentro duma ou duas semanas ele deve mudar-se do hospital mas que ficará em Darwin durante algum tempo enquanto estiver em tratamento ambulatório.

O Dr Ramos-Horta tem dito aos visitantes que perdoa ao líder amotinado Alfredo Reinado, que foi morto no tiroteio, pelo duplo papel dele no ataque a ele e na emboscada ao Sr Gusmão.

Até agora, foram emitidos mandatos de captura contra 17 pessoas suspeitas de envolvimento nos ataques, incluindo o homem que tomou o comando dos soldados amotinados depois da morte de Reinado, Gastão Salsinha.
AAP

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.