terça-feira, novembro 13, 2007

UNMIT – MEDIA MONITORING - Tuesday, 13 November 2007

"UNMIT assumes no responsibility for the accuracy of the articles or for the accuracy of their translations. The selection of the articles and their content do not indicate support or endorsement by UNMIT express or implied whatsoever. UNMIT shall not be responsible for any consequence resulting from the publication of, or from the reliance on, such articles and translations."

National Media Reports

TVTL Summary News

Commemoration of Santa Cruz Massacre 1991: In Dili, on the 16th commemoration of the 1991 Santa Cruz massacre, the victims and their families are asking the government to honor those who sacrificed themselves for the freedom of the nation by following in their footsteps and proclaiming the day as National Youth Day.

15 and 16 November: F-FDTL dialogue with the petitioners

Prime Minister Xanana Gusmão said that the government and the F-FDTL will hold two day talks on Thursday and Friday this week with the petitioners in Aileu district.

“The dialogue has no relation to Alfredo Reinado. The dialogue is not with the government.

Everyone knows that the F-FDTL is the one who should frankly conduct the dialogue with the petitioners as recommended by the Commission of Inquiry (COI),” affirmed the Prime Minister to journalists on Sunday in Dili. (STL)

TL government defends justice

The Vice Prime Minister, Jose Luis Guterres said that the government of Timor-Leste will try to stand up for justice, especially for the victims of the Santa Cruz massacre and to strengthen the relationship with the government of Indonesia.

Mr. Guterres said that the report on the victims of the massacre will be provided to the Indonesian government.

“The International Tribunal is created by the United Nations through the Security Council. The government has been given options which it has provided to the Commission of Friendship and Truth (CTF).

Timor-Leste and Indonesia are still working together to solve the 1999 crisis. CTF’s effort is to guarantee peace and to strengthen the two nations.’” said the vice prime minister. (STL)

Australia not a member of the International Criminal Court

“All the people of Timor-Leste are vulnerable to ISF abuse, if the national parliament does not ratify the presence of International Security Forces (ISF) because Australia is not a member of the International Criminal Court (ICC)”, said a member of parliament.

“Australian and USA are not members of the ICC which means they may have immunity when their military forces commit crimes in other nations,” said Mr. Cecilio Caminha of the CNRT. (TP)

President Ramos-Horta: “Alfredo’s case is different with the petitioners”

President José Ramos-Horta said that the cases of Alfredo Reinado and the petitioners are different.

The petitioners’ case is a social, economic and political case while Alfredo’s case is about justice.

Today, the government brings the ISF accord to parliament

The vice president of the National Parliament, Vicente Guterres said that today (Tuesday 13/11) the government is going to submit a proposed accord between the government and the ISF, to be studied and ratified.

“The accord will be studied, and assessments will be conducted on the general security situation of the country. The decision will be based on the interests of the nation,” said Mr. Guterres on Friday (9/11) in the national parliament.

At the meeting of the national parliament, the presence of United Nations Police (UNPol) was also discussed. (DN)

Alfredo Reinado: “Petitioners need to be active in the military”

Alfredo Reinado said that even though there is still no way to gather all the petitioners, the state and government already agreed to include the petitioners in the dialogue.

Mr. Reinado also explains that the current government’s program is to solve the case of the petitioners, so they should be allowed to continue their daily activities as military men.

“We will not let our military functions go,” said Gastao Salsinha, the spokesperson of the petitioners. (DN)

The government to support NP and review the presence of ISF

The current government led by Prime Minister Xanana Gusmão on Friday (9/11) shows its support to the national parliament through the evaluation to the ISF’s presence in the country.

The decision to support the presence of ISF means the submission of a bilateral accord to the national parliament to be studied and ratified. (TP)

Tradução:

UNMIT – MONITORIZAÇÃO DOS MEDIA - Terça-feira, 13 Novembro 2007

"A UNMIT não assume nenhuma responsabilidade pela correcção dos artigos ou pela correcção das traduções. A selecção dos artigos e do seu conteúdo não indicam apoio ou endosso pela UNMIT expresso ou implícito de qualquer modo. A UNMIT não sera responsável por quaisquer consequências resultantes da publicação ou do apoio de tais artigos ou traduções."

Relatos dos Media Nacionais
TVTL Resumo das Notícias

Comemorações do Massacre de Santa Cruz de 1991: Em Dili, no 16º aniversário do massacre de 1991 em Santa Cruz, as vítimas e familiares pedem ao governo para honrarem os que se sacrificaram pela liberdade da nação e para seguirem os seus passos e proclamarem o dia como o Dia Nacional da Juventude.

15 e 16 Novembro: F-FDTL dialoga com peticionários

O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão disse que o governo e as F-FDTL vão ter dois dias de conversações na Quinta e Sexta-feira desta semana com os peticionários no distrito de Aileu.

“O diálogo não tem relação com o Alfredo Reinado. O diálogo não é com o governo.

Toda a gente sabe que as F-FDTL é quem deve realizar com franqueza o diálogo com os peticionários como foi recomendado peça Comissão de Inquérito (COI),” afirmou o Primeiro-Ministro aos jornalistas no Domingo em Dili. (STL)

Governo de TL defende a justiça

O Vice-Primeiro-Ministro, José Luis Guterres disse que o governo de Timor-Leste tentará levantar-se pela justiça, especialmente para as vítimas do massacre de Santa Cruz e para reforçar as relações com o governo da Indonésia.

O Sr. Guterres disse que o relatório sobre as vítimas do massacre será providenciado pelo governo Indonésio.

“O Tribunal Internacional é criado pelas Nações Unidas através do Conselho de Segurança. Ao governo têm sido dadas opções que tem de providenciar à Comissão da Amizade e Verdade (CAV).

Timor-Leste e a Indonésia estão ainda a trabalhar juntos para resolver a crise de 1999. Os esforços da CAV são para garantir a paz e para reforçar as duas nações.” Disse o vice-primeiro-ministro. (STL)

A Austrália não é membro do Tribunal Penal Internacional

“Toda a gente de Timor-Leste é vulnerável aos abusos das ISF, se o parlamento nacional não ratificar a presença das Forças Internacionais de Segurança (ISF) porque a Austrália não é membro do Tribunal Penal Internacional (TPI”, disse um deputado.

“A Austrália e os USA não são membros do TPI o que significa que podem ter imunidade quando as suas forças militares cometerem crimes noutras nações,” disse o Sr. Cecilio Caminha do CNRT. (TP)

Presidente Ramos-Horta: “caso de Alfredo é diferente do caso dos peticionários”

O Presidente José Ramos-Horta disse que os casos de Alfredo Reinado e dos peticionários são diferentes.

O caso dos peticionários é um caso social, económico e político e o caso de Alfredo é um caso de justiça.

Hoje, o governo leva ao parlamento o acordo com as ISF

O vice presidente do Parlamento Nacional, Vicente Guterres disse que hoje Terça-feira (13/11) o governo vai submeter uma proposta de acordo entre o governo e as ISF, para ser estudado e ratificado.

“O acordo será estudado, e será feita a avaliação da situação geral da segurança no país. A decisão terá por base os interesses da nação,” disse o Sr. Guterres na Sexta-feira (9/11) no parlamento nacional.

No encontro no parlamento nacional foi ainda discutida a presença da polícia das Nações Unidas (UNPol). (DN)

Alfredo Reinado: “Peticionários precisam de estar no activo nas forças militares”

Alfredo Reinado disse que mesmo apesar de não haver ainda maneira de juntar todos os peticionários, o Estado e o governo já acordaram em incluir os peticionários no diálogo.

O Sr. Reinado explica também que o programa do corrente governo é de resolver o caso dos peticionários, para que possam continuar as suas tarefas diárias como militares.

“Não deixaremos as nossas funções militares,” disse Gastão Salsinha, o porta-voz dos peticionários. (DN)

O governo apoio o PN e revê a presença das ISF

O corrente governo liderado pelo Primeiro-Ministro Xanana Gusmão mostrou na Sexta-feira (9/11) o seu apoio ao parlamento nacional na avaliação da presença das ISF no país.

A decisão de apoiar a presença das ISF significa a sujeição dum acordo bilateral para o parlamento nacional estudar e ratificar. (TP)

1 comentário:

Margarida disse...

Tradução:
UNMIT – MONITORIZAÇÃO DOS MEDIA - Terça-feira, 13 Novembro 2007
"A UNMIT não assume nenhuma responsabilidade pela correcção dos artigos ou pela correcção das traduções. A selecção dos artigos e do seu conteúdo não indicam apoio ou endosso pela UNMIT expresso ou implícito de qualquer modo. A UNMIT não sera responsável por quaisquer consequências resultantes da publicação ou do apoio de tais artigos ou traduções."

Relatos dos Media Nacionais
TVTL Resumo das Notícias

Comemorações do Massacre de Santa Cruz de 1991: Em Dili, no 16º aniversário do massacre de 1991 em Santa Cruz, as vítimas e familiares pedem ao governo para honrarem os que se sacrificaram pela liberdade da nação e para seguirem os seus passos e proclamarem o dia como o Dia Nacional da Juventude.

15 e 16 Novembro: F-FDTL dialoga com peticionários

O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão disse que o governo e as F-FDTL vão ter dois dias de conversações na Quinta e Sexta-feira desta semana com os peticionários no distrito de Aileu.

“O diálogo não tem relação com o Alfredo Reinado. O diálogo não é com o governo.

Toda a gente sabe que as F-FDTL é quem deve realizar com franqueza o diálogo com os peticionários como foi recomendado peça Comissão de Inquérito (COI),” afirmou o Primeiro-Ministro aos jornalistas no Domingo em Dili. (STL)

Governo de TL defende a justiça

O Vice-Primeiro-Ministro, José Luis Guterres disse que o governo de Timor-Leste tentará levantar-se pela justiça, especialmente para as vítimas do massacre de Santa Cruz e para reforçar as relações com o governo da Indonésia.

O Sr. Guterres disse que o relatório sobre as vítimas do massacre será providenciado pelo governo Indonésio.

“O Tribunal Internacional é criado pelas Nações Unidas através do Conselho de Segurança. Ao governo têm sido dadas opções que tem de providenciar à Comissão da Amizade e Verdade (CAV).

Timor-Leste e a Indonésia estão ainda a trabalhar juntos para resolver a crise de 1999. Os esforços da CAV são para garantir a paz e para reforçar as duas nações.” Disse o vice-primeiro-ministro. (STL)

A Austrália não é membro do Tribunal Penal Internacional

“Toda a gente de Timor-Leste é vulnerável aos abusos das ISF, se o parlamento nacional não ratificar a presença das Forças Internacionais de Segurança (ISF) porque a Austrália não é membro do Tribunal Penal Internacional (TPI”, disse um deputado.

“A Austrália e os USA não são membros do TPI o que significa que podem ter imunidade quando as suas forças militares cometerem crimes noutras nações,” disse o Sr. Cecilio Caminha do CNRT. (TP)

Presidente Ramos-Horta: “caso de Alfredo é diferente do caso dos peticionários”

O Presidente José Ramos-Horta disse que os casos de Alfredo Reinado e dos peticionários são diferentes.

O caso dos peticionários é um caso social, económico e político e o caso de Alfredo é um caso de justiça.

Hoje, o governo leva ao parlamento o acordo com as ISF

O vice presidente do Parlamento Nacional, Vicente Guterres disse que hoje Terça-feira (13/11) o governo vai submeter uma proposta de acordo entre o governo e as ISF, para ser estudado e ratificado.

“O acordo será estudado, e será feita a avaliação da situação geral da segurança no país. A decisão terá por base os interesses da nação,” disse o Sr. Guterres na Sexta-feira (9/11) no parlamento nacional.

No encontro no parlamento nacional foi ainda discutida a presença da polícia das Nações Unidas (UNPol). (DN)

Alfredo Reinado: “Peticionários precisam de estar no activo nas forças militares”

Alfredo Reinado disse que mesmo apesar de não haver ainda maneira de juntar todos os peticionários, o Estado e o governo já acordaram em incluir os peticionários no diálogo.

O Sr. Reinado explica também que o programa do corrente governo é de resolver o caso dos peticionários, para que possam continuar as suas tarefas diárias como militares.

“Não deixaremos as nossas funções militares,” disse Gastão Salsinha, o porta-voz dos peticionários. (DN)

O governo apoio o PN e revê a presença das ISF

O corrente governo liderado pelo Primeiro-Ministro Xanana Gusmão mostrou na Sexta-feira (9/11) o seu apoio ao parlamento nacional na avaliação da presença das ISF no país.

A decisão de apoiar a presença das ISF significa a sujeição dum acordo bilateral para o parlamento nacional estudar e ratificar. (TP)

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.