quinta-feira, outubro 11, 2007

Dos Leitores

H. Correia deixou um novo comentário na sua mensagem "Guia de Marcha atribuída a Railós - Mari Alkatiri ...":

“Se assinasse a Guia de Marcha estaria na prisão, mas como foi assinado por Xanana, então toda a gente ficou calada», lamentou Alkatiri.

É um facto indesmentível que Xanana é intocável. Recordemos que Alkatiri foi constituido arguido por causa de uma cassete que continha falsidades ditas precisamente pelo mesmo Railós que foi protegido por Xanana e Paulo Martins e colaborou activamente (talvez até demais) nas campanhas de Xanana e Ramos Horta.

Tudo isto prova a existência do golpe, que alguns denominavam de "teoria da conspiração", mas agora estão calados perante as evidências. É que está definitivamente provado que Railós foi utilizado por Xanana & Cia. para derrubar o legítimo Governo chefiado por Alkatiri.

A já célebre "guia de marcha" é real e não foi desmentida pelos seus signatários. Então porque Xanana não é julgado? Ele próprio, em vários dos seus intermináveis discursos, afirmou que estaria pronto para responder perante um tribunal.

A resposta é muito simples. Protegido pelas tropas australianas e pelo seu amigo Howard, sustentado por uma maioria absoluta parlamentar, tranquilizado por o PGR e o PR serem seus amigalhaços, quem é que se atreveria a dar esse passo?

3 comentários:

Anónimo disse...

Nao diga disparates!

Onde e' que estao as provas de que o Railos foi usado pelo Xanana para fazer um golpe de estado?

Pode apresentar as provas?

st disse...

provas???

no tribunal meu caro... no tribunal!!!
st

Anónimo disse...

Pergunte ao Railos quem lhe deu as instruções para agir??? Os telefonemas de ambos... veja na TimorTelecom, peça factura detalhada...

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.