segunda-feira, março 24, 2008

Bloody Easter in Atambua

03/24/08 02:06

Kupang, E Nusa Tenggara (ANTARA News) - Chaos broke out in Atambua, capital of Belu regency in the East Nusa Tenggara - Timor Leste border region, on Easter Sunday, following the killing of Paulino Lopes, a resident and former East Timorese refugee by allegedly drunk youths on the eve of Easter.

East Nusa Tenggara Police spokesman Commissioner Marthen Radja on Sunday night confirmed the incident, but he said he did not know exactly how it happened, as he was still contacting the Belu police chief for details.

In the meantime, ANTARA learnt from various sources in Atambua that when Lopes was going home from church on the eve of Easter, he was stopped by a group of drunk youngsters, who asked him for some money to buy more alcoholic drinks, but he refused. They then clubbered and kicked him, but Lopes managed to break lose from their grip and ran away to his family in Atambua.

Earlier, near the church on that Saturday evening, the youngsters made all kinds of noises, and Lopes told them to stop.

It appeared that they were not satisfied with what they had done to Lopes, whom they described as "big shot" when he told them to stop all the noises on that evening.

The unfinished fight was continued on Sunday (Easter), and being outnumbered, Lopes was several times hit with an iron rod on his head, and eventualy stabbed in the neck with a knife.

The helpless and profusely bleeding victim was rushed to a hospital by local residents, but he eventually succumbed to loss of blood when medical personnel were trying to close the gaping wound on his neck.

His relatives did not accept this fact, and launched a counter attack on the perpetrators in Motabuik, where they set fire to at least 11 houses.

The dead victim was a resident of Naibonat in East Kupang.

He went to Atambua to celebrate Easter with his relatives from Timor Leste who are living in the Belu regency capital.

Tradução:

Páscoa sangrenta em Atambua

03/24/08 02:06

Kupang, E Nusa Tenggara (ANTARA News) – No Domingo de Páscoa rebentou o caos em Atambua, capital da regência de Belu em East Nusa Tenggara – região de fronteira com Timor-Leste, após o assassinato de Paulino Lopes, um residente e refugiado Timorense por alegados jovens embriagados na véspera da Páscoa.

O porta voz da Polícia de East Nusa Tenggara Police Comissário Marthen Radja confirmou no Domingo à noite o incidente, mas disse que não sabia o que tinha acontecido exactamente, dado que estava ainda a contactar a polícia de Belu para conhecer detalhes.

Entretanto, ANTARA soube de várias fontes em Atambua que quando Lopes estava a ir para casa vindo da igreja na véspera da Páscoa, que foi travado por um grupo de jovens embriagados, que lhe pediram dinheiro para comprar mais bebidas alcoólicas, mas que ele recusou. Então agrediram-no e pontapearam-no, mas Lopes conseguiu libertar-se e correu para a sua família em Atambua.

Antes, perto da igreja nesse Sábado à noite, os jovens fizeram todo o tipo de barulho e Lopes disse-lhes para pararem.

Parece que não ficaram satisfeitos com o que fizeram a Lopes, que descreveram como "chefão" quando ele lhes disse para acabarem com o barulho naquela noite.

A luta interrompida continuou no Somingo (Páscoa), e estando em menor número, Lopes foi várias vezes agredido com barras de ferro na cabeça, e acabou de ser esfaqueado com uma faca no pescoço.

A vítima sem saída e a sangrar profusamente foi levada à pressa para o hospital por residentes locais, mas acabou por sucumbir por perda de sangue quando o pessoal médico tentava fechar o ferimento no pescoço.

Os familiares não aceitaram este facto, e lançaram um contra-ataque contra os perpetradores em Motabuik, onde deitaram fogo a pelo menos 11 casas.

A vítima morta era residente de Naibonat em East Kupang.

Foi a Atambua para celebrar a Páscoa com os seus familiares de Timor-Leste que estão a viver na capital da regência Belu.

6 comentários:

Margarida disse...

Tradução:
Páscoa sangrenta em Atambua
03/24/08 02:06

Kupang, E Nusa Tenggara (ANTARA News) – No Domingo de Páscoa rebentou o caos em Atambua, capital da regência de Belu em East Nusa Tenggara – região de fronteira com Timor-Leste, após o assassinato de Paulino Lopes, um residente e refugiado Timorense por alegados jovens embriagados na véspera da Páscoa.

O porta voz da Polícia de East Nusa Tenggara Police Comissário Marthen Radja confirmou no Domingo à noite o incidente, mas disse que não sabia o que tinha acontecido exactamente, dado que estava ainda a contactar a polícia de Belu para conhecer detalhes.

Entretanto, ANTARA soube de várias fontes em Atambua que quando Lopes estava a ir para casa vindo da igreja na véspera da Páscoa, que foi travado por um grupo de jovens embriagados, que lhe pediram dinheiro para comprar mais bebidas alcoólicas, mas que ele recusou. Então agrediram-no e pontapearam-no, mas Lopes conseguiu libertar-se e correu para a sua família em Atambua.

Antes, perto da igreja nesse Sábado à noite, os jovens fizeram todo o tipo de barulho e Lopes disse-lhes para pararem.

Parece que não ficaram satisfeitos com o que fizeram a Lopes, que descreveram como "chefão" quando ele lhes disse para acabarem com o barulho naquela noite.

A luta interrompida continuou no Somingo (Páscoa), e estando em menor número, Lopes foi várias vezes agredido com barras de ferro na cabeça, e acabou de ser esfaqueado com uma faca no pescoço.

A vítima sem saída e a sangrar profusamente foi levada à pressa para o hospital por residentes locais, mas acabou por sucumbir por perda de sangue quando o pessoal médico tentava fechar o ferimento no pescoço.

Os familiares não aceitaram este facto, e lançaram um contra-ataque contra os perpetradores em Motabuik, onde deitaram fogo a pelo menos 11 casas.

A vítima morta era residente de Naibonat em East Kupang.

Foi a Atambua para celebrar a Páscoa com os seus familiares de Timor-Leste que estão a viver na capital da regência Belu.

Maracuja Maduro disse...

Pascoa Feliz!!!!

E vamos cantar a PAZ EM TIMOR-LESTE


"TIMOR DO NORTE A SUL"

http://timordonorteasul.blogspot.com/

Se acompanha este blog, já viu como esta pequena iniciativa, lançada em 2006, já motivou alguns leitores... que de imediatamento puseram a sua musa em acção e já contribuiram com poemas seus e poemas de outros poetas ....Vamos com a nossa poesia falar de Timor-Leste, de nós próprios e dos outros de uma forma muito pacifica e cheia de amor e sonhos para um futuro cheio de PAZ! PAZ! Não só para Timor-Leste, mas também para todo o mundo de Língua Portuguesa, falemos dos nossos amores e dissabores, das nossas paixões e ódios .... l

Caro leitor, de qualquer parte do mundo, se é poeta, ensaista, etc। manda-nos um poema seu, ou de um amigo para ilustrar esta foto. O seu sentir de amor e paixão não, diga ao/a sua amada e ao Timor do Norte a Sul....mas se o seu sentir é de ódio ou vingança...então o melhor é pegar na sua caneta, escrevê-lo e mandar para o nosso oublog...assim os azeites arrefecem e podemos seguir para um mundo de paz para todos nós...

Obrigado

Maracujá Maduro

Margarida disse...

Continua em fuga "grupo armado" em Timor-Leste

Público, 24.03.2008

Lasama de Araújo afirmou que só não existe risco especial de segurança no distrito de
Oecussi e na ilha de Ataúro
a O Presidente interino de Timor-Leste, Fernando Lasama de Araújo, confirmou ontem que "continua em fuga um grupo fortemente armado, na posse de equipamento militar", suspeito de autoria ou participação no atentado de 11 de Fevereiro contra o Chefe de Estado, José Ramos-Horta. Por isso mesmo, o Presidente em funções decidiu renovar o estado de sítio, por 30 dias, nos distritos de Aileu, Ermera, Bobonaro, Covalima, Ainaro, Liquiçá e Manufahi, com suspensão do direito de manifestação, reunião e inviolabilidade do domicílio, permitindo-se inclusive a realização de buscas domiciliárias durante a noite. Naqueles sete distritos, o direito de livre circulação está também suspenso, com recolher obrigatório entre as 22h00 e as seis da manhã. De qualquer modo, Lasama de Araújo disse que houve a preocupação de "limitar ao mínimo indispensável a restrição dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos", que continuam a dispor da protecção das leis e dos tribunais.
Entretanto, durante o fim-de-semana da Páscoa, entregaram-se às autoridades quatro elementos que se encontravam entre os fugitivos; e perto de 650 militares que tinham saído dos quartéis em 2006, os chamados "peticionários", acorreram nas últimas semanas a um local de acantonamento estabelecido pelo Governo.
Quanto a Ramos-Horta, que na quarta-feira saiu do hospital onde se encontrava para uma residência particular da cidade australiana de Darwin, espera poder regressar a Díli no espaço de um mês.

Anónimo disse...

DECLARAÇÃO DO ESTADO DE SÍTIO E DO ESTADO DE EMERGÊNCIA
Presidência da República

POR S.E. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA EM EXERCÍCIO, FERNANDO LA SAMA DE ARAÚJO

EM 23 DE MARÇO DE 2008


Povo de Timor-Leste.
Cidadãs e cidadãos.

Recebi do governo um pedido para renovar o estado de sítio nos distritos de Aileu, Ermera, Bobonaro, Covalima, Ainaro, Liquiçá e Manufahi e para reduzir as medidas especiais e declarar o estado de emergência nos distritos de Baucau, Lautém, Manatuto, Viqueque, Dili, com excepção do Sub-distrito de Ataúro.

O governo confirma que se tem registado uma evolução significativa da segurança interna do nosso país. A operação do Comando Conjunto F-FDTL/PNTL tem tido resultados positivos. O modelo adoptado para desenvolver esta missão das F-FDTL/PNTL prova que as Forças de Defesa e de Segurança obtêm bons resultados quando trabalham em coordenação.

Mas continua em fuga um grupo fortemente armado, na posse de equipamento militar, e que é suspeito de autoria ou participação nos atentados de 11 de Fevereiro. Este grupo resiste a entregar-se às autoridades, ao contrário de muitos outros, que já se entregaram.

A ameaça deste grupo armado é diferente em diferentes regiões do país. Nuns lugares, é necessário desenvolver operações militares de segurança pelo Comando Conjunto, noutros lugares não há operações militares de segurança.

Nos distritos onde há operações do Comando Conjunto e nos distritos vizinhos é necessário manter ainda o Estado de Sítio. Nos distritos mais afastados da zona de operação do Comando Conjunto, as medidas especiais podem ser reduzidas e é suficiente decretar o Estado de Emergência.

Depois do pedido que recebi do Governo, da autorização aprovada pelo Parlamento Nacional e depois de ter reunido e ouvido as opiniões do Conselho de Estado e do Conselho Superior de Defesa e de Segurança, decidi renovar o Estado de Sítio, por 30 dias, nos distritos de Aileu, Ermera, Bobonaro, Covalima, Ainaro, Liquiçá e Manufahi.

Durante o Estado de Sítio mantém-se a suspensão do exercício do direito de manifestação, de reunião e do direito à inviolabilidade do domicílio, permitindo-se a realização de buscas domiciliárias durante a noite, desde que com o competente mandado judicial.

Em Aileu, Ermera, Bobonaro, Covalima, Ainaro, Liquiçá e Manufahi o exercício do direito de livre circulação é também suspenso, havendo recolher obrigatório, todos os dias, entre as 22 horas e as 6 horas da manhã.

Ainda de acordo com o pedido do Governo, a autorização aprovada pelo Parlamento Nacional e depois de ouvido o Conselho de Estado e o Conselho Superior de Defesa e Segurança, decidi declarar o Estado de Emergência, por 30 dias, nos distritos de Baucau, Lautém, Manatuto, Viqueque e Díli, com excepção do subdistrito de Ataúro.

Durante o Estado de Emergência fica suspenso o exercício do direito de manifestação, de reunião e do direito à inviolabilidade do domicílio, permitindo-se a realização de buscas domiciliárias durante a noite, desde que com o competente mandado judicial.

Mas o direito de circulação será menos limitado. Nos distritos de Baucau, Lautém, Manatuto, Viqueque e Díli, com excepção do subdistrito de Ataúro, haverá recolher obrigatório apenas entre as 23 horas e as 5 horas da manhã.

Relativamente ao distrito de Oe-cusse e ao subdistrito de Ataúro, não haverá nenhum estado de excepção, por não haver, agora, risco especial de segurança.

O estado de sítio e o estado de excepção que agora são decretados estão em vigor entre hoje, dia 23 de Março, e o dia 22 de Abril de 2008.

Nos termos do Comando Conjunto criado pelo Governo em 17 de Fevereiro, cabe às F-FDTL/PNTL a execução das operações de segurança decorrentes do Estado de Sítio e do Estado de Emergência, incluindo as medidas necessárias para restabelecimento da normalidade da vida democrática.

A renovação parcial do Estado de Sítio e o Estado de Emergência têm o objectivo de defender a ordem constitucional do Estado e de prevenir a perturbação da ordem pública, mas com a preocupação de limitar ao mínimo indispensável a restrição dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos.

Durante o Estado de Sítio e o Estado de Emergência, os cidadãos de Timor-Leste continuam a dispor da protecção da Constituição da nossa República, da protecção das leis, da protecção dos Tribunais e da protecção do Provedor dos Direitos Humanos e Justiça. As instituições têm o dever de fazer tudo para proteger o Estado e a segurança do público, evitando todos os abusos.

Ao povo, a todos os cidadãos e cidadãs, peço que ajudem à defesa do país, cumprindo a lei.

Boa noite. Muito obrigado a todos

===================================

Senhor Presidente Kuda Lasama,

Se o senhor Presidente em conluio com o seu fiel amigo, o outro antidemocrático Banana Xanana, ambos estão arranjar manicómio para ambos festejarem as suas bodas de casamento homogéneo tal que já não sabem como vão gerir o destino do Povo Maubere. Decretaram e agora sobre-decretam estado de sítio ou de emergência em triplicados e com monstruosas tácticas de caca a bruxa. Tais tácticas só reflectem apenas a incapacidade e inoperância na governação de da RDTL por AMP e seus comparsas. Como tal os dois palhaços liderzecos se voltarem a ter confiança do Povo Maubere quando as galinhas tiverem dentes.

Os líderes quando decretam e sobre-decretam leis rígidas em fórmulas de estado de sítio ou de emergências e ao mesmo tempo impedem de forma abusiva os direitos fundamentais do Homem em todo solo Pátrio de TL só demonstram a imaturidade política e compreensão muito limitada dos princípios basilares da real Democracia e Liberdade, não só, como também os dois palhaços não percebem absolutamente o conteúdo da Declaração Universal dos Direitos Humanos apesar de este estar muito lúcido e bem patente nas primeiras paginas da Constituição da RDTL com letras bastante gordas e ao mesmo tempo a RDTL e sua primeira liderança fizeram um compromisso sacral para execução das tarefas quotidianas da sua governação sempre com olhar fitos e na observância rigorosa dos princípios fundamentos da Democracia e Liberdade baseado na Declaração Universal dos Direitos do Homem e sem mínimo escrúpulo de violação. Todo e qualquer líder timorense que por sua facínora politica e tenta violar descaradamente estes fundamentais princípios acima referidos, não lhes serão perdoados e lhes serão submetidos a justiça e ao mesmo tempo são cognominados por grandes Ditadores, Despóticos, Tiranos, Arrogantes, Megalómanos, são e verdadeiramente são os monstros lideres da nossa sociedade timorense. Para estes indivíduos não têm lugar na nossa sociedade e devem-lhes ser retirados todos os direitos e privilégios de serem lideres timorenses e postos em campos de reabilitação para serem educados e aperceberem melhor o que realmente a Democracia e a Liberdade com base definitivamente elucidados mui claramente na Declaração Universal dos Direitos Humanos patrocinados pela ONU.

Estes monstros lideres e os esfomeados do poder politico apenas retêm neste momento o poder de coação pelo uso de forcas das armas sobre o pequeno e débil Povo Maubere mas não e nunca pelo métodos de persuasão humano através de dialogo franco e honesto para e busca de soluções adequadas para por termo de uma vez para sempre todos os desentendimentos de carácter politico que talvez não lhes confere as suas capacidades de educações culturais e intelectuais. Esta atitude mostra-nos claramente que estes dois palhaços não passam mais de amesquinhados serventes dos colonialistas e imperialistas anglo-saxónicas. Estas são as mais vergonhosas práticas dos conotados peões avançados dos neocolonialistas, os mais carrascos criminosos da sociedade Maubere que todos os dias pactuam sempre com mentiras e aldrabices para fazer silenciar a voz do Povo sofredor em clamando pela justiça e razão dos seus inquestionáveis direitos consagrados muita lucidamente na Constituição da RDTL.

Os reclamos por estes direitos são através dos seus verdadeiros filhos, os verdadeiros defensores da liberdade e democracia na RDTL. Pois eles estão esforçando para que, de facto, haja realmente paz e justiça para todos os cidadãos e sem excepção nenhuma.

Mas já não tardara a verdadeira história falara de si mesma com relação a estes psicopatas lideres na governação da RDTL ate a este momento.

Anónimo disse...

DECLARAÇÃO DO ESTADO DE SÍTIO E DO ESTADO DE EMERGÊNCIA
Presidência da República

POR S.E. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA EM EXERCÍCIO, FERNANDO LA SAMA DE ARAÚJO

EM 23 DE MARÇO DE 2008


Povo de Timor-Leste.
Cidadãs e cidadãos.

Recebi do governo um pedido para renovar o estado de sítio nos distritos de Aileu, Ermera, Bobonaro, Covalima, Ainaro, Liquiçá e Manufahi e para reduzir as medidas especiais e declarar o estado de emergência nos distritos de Baucau, Lautém, Manatuto, Viqueque, Dili, com excepção do Sub-distrito de Ataúro.

O governo confirma que se tem registado uma evolução significativa da segurança interna do nosso país. A operação do Comando Conjunto F-FDTL/PNTL tem tido resultados positivos. O modelo adoptado para desenvolver esta missão das F-FDTL/PNTL prova que as Forças de Defesa e de Segurança obtêm bons resultados quando trabalham em coordenação.

Mas continua em fuga um grupo fortemente armado, na posse de equipamento militar, e que é suspeito de autoria ou participação nos atentados de 11 de Fevereiro. Este grupo resiste a entregar-se às autoridades, ao contrário de muitos outros, que já se entregaram.

A ameaça deste grupo armado é diferente em diferentes regiões do país. Nuns lugares, é necessário desenvolver operações militares de segurança pelo Comando Conjunto, noutros lugares não há operações militares de segurança.

Nos distritos onde há operações do Comando Conjunto e nos distritos vizinhos é necessário manter ainda o Estado de Sítio. Nos distritos mais afastados da zona de operação do Comando Conjunto, as medidas especiais podem ser reduzidas e é suficiente decretar o Estado de Emergência.

Depois do pedido que recebi do Governo, da autorização aprovada pelo Parlamento Nacional e depois de ter reunido e ouvido as opiniões do Conselho de Estado e do Conselho Superior de Defesa e de Segurança, decidi renovar o Estado de Sítio, por 30 dias, nos distritos de Aileu, Ermera, Bobonaro, Covalima, Ainaro, Liquiçá e Manufahi.

Durante o Estado de Sítio mantém-se a suspensão do exercício do direito de manifestação, de reunião e do direito à inviolabilidade do domicílio, permitindo-se a realização de buscas domiciliárias durante a noite, desde que com o competente mandado judicial.

Em Aileu, Ermera, Bobonaro, Covalima, Ainaro, Liquiçá e Manufahi o exercício do direito de livre circulação é também suspenso, havendo recolher obrigatório, todos os dias, entre as 22 horas e as 6 horas da manhã.

Ainda de acordo com o pedido do Governo, a autorização aprovada pelo Parlamento Nacional e depois de ouvido o Conselho de Estado e o Conselho Superior de Defesa e Segurança, decidi declarar o Estado de Emergência, por 30 dias, nos distritos de Baucau, Lautém, Manatuto, Viqueque e Díli, com excepção do subdistrito de Ataúro.

Durante o Estado de Emergência fica suspenso o exercício do direito de manifestação, de reunião e do direito à inviolabilidade do domicílio, permitindo-se a realização de buscas domiciliárias durante a noite, desde que com o competente mandado judicial.

Mas o direito de circulação será menos limitado. Nos distritos de Baucau, Lautém, Manatuto, Viqueque e Díli, com excepção do subdistrito de Ataúro, haverá recolher obrigatório apenas entre as 23 horas e as 5 horas da manhã.

Relativamente ao distrito de Oe-cusse e ao subdistrito de Ataúro, não haverá nenhum estado de excepção, por não haver, agora, risco especial de segurança.

O estado de sítio e o estado de excepção que agora são decretados estão em vigor entre hoje, dia 23 de Março, e o dia 22 de Abril de 2008.

Nos termos do Comando Conjunto criado pelo Governo em 17 de Fevereiro, cabe às F-FDTL/PNTL a execução das operações de segurança decorrentes do Estado de Sítio e do Estado de Emergência, incluindo as medidas necessárias para restabelecimento da normalidade da vida democrática.

A renovação parcial do Estado de Sítio e o Estado de Emergência têm o objectivo de defender a ordem constitucional do Estado e de prevenir a perturbação da ordem pública, mas com a preocupação de limitar ao mínimo indispensável a restrição dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos.

Durante o Estado de Sítio e o Estado de Emergência, os cidadãos de Timor-Leste continuam a dispor da protecção da Constituição da nossa República, da protecção das leis, da protecção dos Tribunais e da protecção do Provedor dos Direitos Humanos e Justiça. As instituições têm o dever de fazer tudo para proteger o Estado e a segurança do público, evitando todos os abusos.

Ao povo, a todos os cidadãos e cidadãs, peço que ajudem à defesa do país, cumprindo a lei.

Boa noite. Muito obrigado a todos


===================================


Senhor Presidente Kuda Lasama,

Se o senhor Presidente em conluio com o seu fiel amigo, o outro antidemocrático Banana Xanana, ambos estão arranjar manicómio para ambos festejarem as suas bodas de casamento homogéneo tal que já não sabem como vão gerir o destino do Povo Maubere. Decretaram e agora sobre-decretam estado de sítio ou de emergência em triplicados e com monstruosas tácticas de caca a bruxa. Tais tácticas só reflectem apenas a incapacidade e inoperância na governação de da RDTL por AMP e seus comparsas. Como tal os dois palhaços liderzecos se voltarem a ter confiança do Povo Maubere quando as galinhas tiverem dentes.

Os líderes quando decretam e sobre-decretam leis rígidas em fórmulas de estado de sítio ou de emergências e ao mesmo tempo impedem de forma abusiva os direitos fundamentais do Homem em todo solo Pátrio de TL só demonstram a imaturidade política e compreensão muito limitada dos princípios basilares da real Democracia e Liberdade, não só, como também os dois palhaços não percebem absolutamente o conteúdo da Declaração Universal dos Direitos Humanos apesar de este estar muito lúcido e bem patente nas primeiras paginas da Constituição da RDTL com letras bastante gordas e ao mesmo tempo a RDTL e sua primeira liderança fizeram um compromisso sacral para execução das tarefas quotidianas da sua governação sempre com olhar fitos e na observância rigorosa dos princípios fundamentos da Democracia e Liberdade baseado na Declaração Universal dos Direitos do Homem e sem mínimo escrúpulo de violação. Todo e qualquer líder timorense que por sua facínora politica e tenta violar descaradamente estes fundamentais princípios acima referidos, não lhes serão perdoados e lhes serão submetidos a justiça e ao mesmo tempo são cognominados por grandes Ditadores, Despóticos, Tiranos, Arrogantes, Megalómanos, são e verdadeiramente são os monstros lideres da nossa sociedade timorense. Para estes indivíduos não têm lugar na nossa sociedade e devem-lhes ser retirados todos os direitos e privilégios de serem lideres timorenses e postos em campos de reabilitação para serem educados e aperceberem melhor o que realmente a Democracia e a Liberdade com base definitivamente elucidados mui claramente na Declaração Universal dos Direitos Humanos patrocinados pela ONU.

Estes monstros lideres e os esfomeados do poder politico apenas retêm neste momento o poder de coação pelo uso de forcas das armas sobre o pequeno e débil Povo Maubere mas não e nunca pelo métodos de persuasão humano através de dialogo franco e honesto para e busca de soluções adequadas para por termo de uma vez para sempre todos os desentendimentos de carácter politico que talvez não lhes confere as suas capacidades de educações culturais e intelectuais. Esta atitude mostra-nos claramente que estes dois palhaços não passam mais de amesquinhados serventes dos colonialistas e imperialistas anglo-saxónicas. Estas são as mais vergonhosas práticas dos conotados peões avançados dos neocolonialistas, os mais carrascos criminosos da sociedade Maubere que todos os dias pactuam sempre com mentiras e aldrabices para fazer silenciar a voz do Povo sofredor em clamando pela justiça e razão dos seus inquestionáveis direitos consagrados muita lucidamente na Constituição da RDTL.

Os reclamos por estes direitos são através dos seus verdadeiros filhos, os verdadeiros defensores da liberdade e democracia na RDTL. Pois eles estão esforçando para que, de facto, haja realmente paz e justiça para todos os cidadãos e sem excepção nenhuma.

Mas já não tardara a verdadeira história falara de si mesma com relação a estes psicopatas lideres na governação da RDTL ate a este momento.

Anónimo disse...

mas entao o blog prometeu nao publicar comentarios duplicados , aqui temos um duplicado.Sim, caro anonimo, voce tem uma certa razao sobre a imposicao de estado de sitio. Sera que Timor so pode ser governavel em estado de sitio? Porque nao procurar meios de chegar a um dialogo? Imagine,o estado de sitio enquanto as Forcas internacionais estao em Dili, que fara quando as Forcas se retirarem,e quanto mais cedo melhor?

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.