segunda-feira, janeiro 21, 2008

Comentário à notícia anterior em Expresso.pt

(Andrade da Silva, 0:29 Domingo, 20 de Jan de 2008)

Segundo o Público de 19 Janeiro, o Sr. Presidente de Timor vai pedir ao Papa para que reze por sua alma.

Sr. Ramos Horta
Sr. Xanana Gusmão

EXCELÊNCIAS

Como plebeu compreendo a Santidade e a Bondade do filho primogénito de Deus – Jesus Cristo – ao evangelizar no sentido de que: “se te agredirem numa face, dá a outra”.

Respeito, louvo e venero os santos que a nível individual praticarem esta santa doutrina. Todavia, como cidadão discordo, de acordo com as sábias palavras do Prof. Orlando Lourenço, da Faculdade de Psicologia de Lisboa, que nas suas aulas de estudo da Moral, na perspectiva de Piaget e Selman, dizia : “ Todos temos o dever de sermos justos. Ser santo é uma devoção que só toca alguns”.

Pessoalmente considero que é muito mais difícil ser justo, do que santo. Todavia respeito em nome da fé dos terceiros os Santos.

Sr. Presidente da República e Sr. Primeiro-Ministro de Timor compreendo em termos pessoais que queiram seguir o exemplo maior dos santos, e que dêem sempre a vossa outra face, quando a gémea for agredida. Que Deus esteja sempre atento ao vosso sacrifício e o Povo de Timor!

Podem em termos de fé apresentarem essa proposta aos crentes, porém como lideres políticos e sociais, na minha opinião, na hora da morte do ditador deveriam recordar e chorar os milhares de mortos timorenses e outros que, sem dó, nem piedade, o ditador-carrasco Suharto provocou. Nenhum desenvolvimento justifica uma só morte, tanto pior os crimes contra a humanidade, o genocídio.

Na hora da morte dos ditadores, como homem, ser humano inteiro, quero propor que se chorem as vítimas e se reclame, segundo a fé de cada um, Justiça a Deus, para que o Ditador que, nunca foi julgado por cumplicidades e conveniências várias na Terra, não fique impune perante a justiça Divina.

Em nome das vítimas esta última justiça não pode falhar. É o último reduto da esperança dos plebeus, dos que foram assassinados e das suas famílias.

Choremos as vítimas, reclamemos justiça, e pensemos como é ainda possível ser ditador, trair a natureza humana, bestializar-se, destruir a epopeia dos homens livres com milhares de mortos, e nunca ser julgado, como é possível?

Como é possível ainda um tirano morrer tranquilamente sem remorsos e sem consciência dos seus crimes que fez morrer milhares de pessoas sob tortura e ou sempre grande dor e sofrimento?

A verdade é que é possível. Seria uma tragédia que o Deus dos crentes, ouvisse quem pede perdão para o ditador, em vez de pedir justiça.

Contrariamente a V. Exas., peço a Deus, pelos milhares de mortos de Timor e da Indonésia, para que não atenda às vossas preces, e seja rigoroso e severo na condenação eterna deste Homem que destruiu em si a grandeza do ser Humano, doada por Deus, e pior desrespeitou e assassinou a vida Humana em milhares de filhos de Deus.

PEÇO AO DEUS DE TODOS OS CRENTES A ABSOLVIÇÃO ETERNA PARA AS VÍTIMAS E A MAIS DURA, RIGOROSA, IRREVERSÍVEL, SEVERA E ETERNA CONDENAÇÃO PARA SUHARTO.

DEUS JUSTO QUE NADA ACALME A TUA IRA, E QUE ELA CAIA COM TODA A FORÇA SOBRE ESTE TIRANO DESALMADO QUE DEPOIS DE TANTO MAL TER FEITO AOS TEUS DILECTOS FILHOS VAI MORRER.

BENDITO SEJAIS NA VOSSA IRA! OUVI A DOR DOS QUE MORRERAM E NÃO OS TAMBORES E OS CLAMORES DOS PODEROSOS.

Andrade da Silva

2 comentários:

Anónimo disse...

Um poema lindo, de Sophia de Mello!
Fítun Taci



TÃO GRANDE DOR

Timor fragilíssimo e distante
Do povo e da guerrilha
Evanescente nas brumas da montanha

Em frente ao pasmo atento das crianças
Assim contava o poeta Rui Cinatti
Sentado no chão
Naquela noite em que voltara da viagem

Timor
Dever que não foi cumprido e que por isso dói

Depois vieram notícias desgarradas
Raras e confusas
Violências mortes crueldade
E anos após ano
Ia crescendo sempre a atrocidade
E dia a dia - espanto prodígio assombro
Cresceu a valentia
Do povo e da guerrilha
Evanescente nas brumas da montanha

Timor cercado por um bruto silêncio
Mais pesado e mais espesso do que o muro
De Berlim que foi sempre falado
Porque não era um muro mas um cerco
Que por segundo cerco era cercado

O cerco da surdez dos consumistas
Tão cheios de jornais e de notícias

Mas como se fosse o milagre pedido
Pelo rio da prece ao som das balas
As imagens do massacre foram salvas
As imagens romperam os cercos do silêncio
Irromperam nos écrans e os surdos viram
A evidência nua das imagens.

Sophia de Mello Breyner, 20-09-99

Maubere disse...

Comentários e Reacções as facínoras politicas dos ditadores Xanana e Horta.

Berleiki Horta mente os seus seguidistas no Parlamento Nacional de Timor Leste e faz as suas, as chamadas "airosas digressões” nos países europeus tanto como América Latina com o malicioso intuito de enaltecer-se ate aos píncaros da lua, para que os seus comparsas pelo mundo fora gabam-lhe e ate ao cumulo de vergonha de elevar-se este poltrão politico, o mais vil carrasco da liderança governativa de Timor Leste, agora o mais conhecido ditador o braço direito do outro títere e palhaçada figura, o mais carrasco ditador parceiro do seu gémeo Xanana o carrancudo aldrabão de calibre e tamanho no solo Pátrio Maubere.

Alfredo, Salsinha e Cs, não se rendem as ordens destes sanguinários, mentirosos, corruptos, descarados ditadores com seus peões avançados no elenco governamental da RDTL do vigente governo por eles mesmos criados a seu gosto e bel-prazer tanto como no Parlamento e assim como nas Forcas de Defesa e de Segurança no solo Pátrio Maubere.

Povos do mundo inteiro em geral e em particular do mundo Maubere, as forcas políticas democráticas, os intelectuais, os trabalhadores, os camponeses, os jornalistas e finalmente todos os seres livres, os verdadeiros amantes da verdadeira Justiça e Paz devem unir-se as vossas forcas e firmes nos vossos princípios democráticos e livres não param um segundo em desmascarar essas praticas fascistas e xenofobias políticas dos dois malandrecos liderzecos de nomes, Horta e Xanana em Timor Leste.

Aos amigos jornalistas não e nunca devem vergar-se as carapuças políticas das fantochadas líderes da actual liderança da RDTL. Eles já não sabem o que vão pegar e agora utilizam as suas facínoras armas de despóticos e tirânicos líderes como estão a decorrer no mundo como os sinonimos eventos mais negros na história da governação dos Povos de África, América Latina, Europa do Leste, Médio Oriente, Ásia e mais outros tantos do nosso Globo. Esses dois camelos não possuem mais argumentos políticos persuasivos então eles recorreram as suas facínoras e despóticas praticas de coação e ameaças físicas que parecem ao nosso ver, simplesmente como cães que ladram mas não hão-de morder ninguém e todas as suas pútridas politicas de vagabundos politiqueiros não passam mais de acções e guerras psicológicas contra nos todos, os verdadeiros defensores da democracia, liberdade, paz e justiça para todo e qualquer ser humano neste Planeta, Terra, em que nos seres humanos estamos habitando e em particular para o Povo oprimido e explorado de Timor Leste que ate ao momento continua a viver no mais negrume da sua historia de Libertação das garras dos colonialistas e dos seus lacaios como Xanana e Horta.

Unamo-nos as nossas forcas democráticas e livres e erguemo-nos como as vagas do mar e sem dúvida que com a forca da nossa razão não tardara de derrotarmos os lideres despóticos e imorais da nossa sociedade na liderança da governação da RDTL.

As Mas Media Nacional e Internacional devem redobrar os vossos esforços e em conjugação com as nossas, vamos unidos e avantes e triunfaremos sobre os bonecos líderes Xanana e Horta da liderança do Povo de Timor Leste.

As nossas agitações e propagandas politicas diárias contra esses dois monstros e cornudos politizecos devem ser transmitidas em todas as línguas dos povos do mundo inteiro para que eles saibam e conhecem bem a podridão politica dos dois chanfrados políticos nomeadamente Xanana e Horta, os mais autodenominados despóticos de calibre e ditadores após era dos seus antecessores ditadores da Ásia, como Ferdinando Marcos de Filipina e Mohamed Soeharto de Indonésia.

A nossa luta contínua em todas as frentes ate que seremos verdadeiramente livres e senhores próprios do nosso próprio destino no nosso solo Pátrio Timor Leste.

De Maubere nas montanhas de Timor Leste aos 22 dias do mês de Janeiro e do Ano de 2008.-

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.