terça-feira, setembro 25, 2007

UNMIT – MEDIA MONITORING - Monday, 25 September 2007

"UNMIT assumes no responsibility for the accuracy of the articles or for the accuracy of their translations. The selection of the articles and their content do not indicate support or endorsement by UNMIT express or implied whatsoever. UNMIT shall not be responsible for any consequence resulting from the publication of, or from the reliance on, such articles and translations."

National Media Reports

Fretilin condemns ISF threats on Fretilin supporters

Fretilin’s MPs strongly condemned the actions of International Stabilization Forces (ISF) towards Fretilin’s supporters in the Lete-Foho sub-district of Ermera.

Mr. Antoninho Bianco, Fretilin MP, confirmed that the ISF – together with language assistance – conducted a door-to-door operation looking for Fretilin supporters.

“The ISF is acting the same way the Indonesian military did during the resistance. What is the ISF doing in Timor-Leste – guaranteeing security or pressuring Fretilin?” said Mr. Bianco.

The Secretary-General of Fretilin stated that the ISF is not impartial; it pressures Fretilin supporters while supporting other parties. (TP, DN and STL)

Xanana testifies before CTF

Prime Minister Xanana Gusmao today (25/9) will testify before the Indonesia-East Timor Truth and Friendship Commission. The public hearings will take place during the next three days - Tuesday, Wednesday and Friday - in Dili.

Prime Minister Xanana Gusmao will testify behind closed doors on what he knows about the unrest that led to East Timor's vote to separate from Indonesian rule in 1999.

“As the commander of the guerrillas and CNRT at that time, I will give my testimony to the CTF on the 1999 incidents. I was in jailed in Indonesia and the statement I will give will be based on the information I had at that time.” said Mr. Xanana on Monday (24/9). (STL, DN and TP)

CTF discriminates against the families of perpetrators and victims

CTF which was established by Indonesia and Timor-Leste in 2005 to expose the truth on human rights violations in Timor-Leste during the incidents of 1999 is seen to be discriminatory towards the perpetrators and the victims in the manner in which the testimonies are given.

Unlike others, Prime Minister Xanana Gusmao, former President of Indonesia, BJ Habibie and President José Ramos Horta were allowed to give their testimonies behind closed doors.

A joint report dated 24 September by fourteen NGOs highlighted this discrimination by the CTF, saying that these ‘closed door’ hearings only benefit the government representatives and allow for impunity for the human rights violations.

“These procedures prove that the CTF does not follow the laws and international human rights principles, even though UN Secretary-General Kofi Annan in his report of July 26, 2006 to Security Council called on the CTF to be credible and transparent,” remarked the report.

The report calls on the governments of Indonesia and Timor-Leste to stop these hearings and to just implement the recommendations made by the CAVR (The Commission of Truth, Friendship and Reconciliation). (STL and DN)

1 comentário:

Margarida disse...

Tradução:
UNMIT – MONITORIZAÇÃO DOS MEDIA - Segunda-feira, 25 Setembro 2007
"A UNMIT não assume nenhuma responsabilidade pela correcção dos artidos ou pela correcção das traduções. A selecção dos artigos e o seu conteúdo não indicam apoio ou endosso pela UNMIT expresso ou de qualquer forma implícito. A UNMIT não será responsável por qualquer consequência que resulte da publicação da ou do confiar em tais artigos ou traduções."

Relatos dos Media Nacionais

Fretilin condena ameaças da ISF a apoiantes da Fretilin

Deputados da Fretilin condenaram fortemente as acções da ISF contra apoiantes da Fretilin em Lete-Foho, sub-distrito de Ermera.

O Sr. Antoninho Bianco, deputado da Fretilin, confirmou que a – juntamente com assistente de linguagem – conduziu uma operação porta-a-porta à procura de apoiantes da Fretilin.

“A ISF está a actuar da mesma maneira que actuaram os militares Indonésios durante a resistência. O que é que a ISF está a fazer em Timor-Leste – a garantir a segurança ou a pressionar a Fretilin?” disse o Sr. Bianco.

O Secretário-Geral da Fretilin afirmou que a ISF não é imparcial; pressiona os apoiantes da Fretilin e ao mesmo tempo apoia os apoiantes doutros partidos. (TP, DN e STL)

Xanana testemunha perante a CVA

O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão vai hoje (25/9) testemunhar perante a Comissão Indonésia-Timor-Leste da Verdade e Amizade. As audições públicas ocorrerão durante os próximos três dias – Terça, Quarta e Sexta-feira - em Dili.

O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão vai testemunhar à porta fechada sobre o que sabe acerca do desassossego que levou à votação de Timor-Leste separar-se da governação Indonésia em 1999.

“Como comandante da guerrilha e do CNRT nessa altura, darei o meu testemunho à CVA sobre os incidentes de 1999. Estava preso na Indonésia e a declaração que farei será com base na informação que tinha nessa altura.” disse o Sr. Xanana na Segunda-feira (24/9). (STL, DN e TP)

CVA discrimina contra as famílias dos perpetradores e vítimas

A CVA que foi criada pela Indonésia e Timor-Leste em 2005 para expor a verdade sobre as violações dos direitos humanos em Timor-Leste durante os incidentes de 1999 é vista como estando a discriminar em relação a perpetradores e vítimas no modo como é prestado o testemunho.

Ao contrário de outros, o Primeiro-Ministro Xanana Gusmão, o antigo Presidente da Indonésia, BJ Habibie e o Presidente José Ramos Horta foram autorizados a dar o seu testemunho por detrás de portas fechadas.

Um relatório conjunto datado de 24 Setembro feito por catorze ONG’s iluminaram esta discriminação da CVA, ao dizerem que estas audições ‘à porta fechada’ beneficiam apenas os representantes do governo e autorizam impunidade por violações aos direitos humanos.

“Estes procedimentos provam que a CVA não segue as leis e os princípios internacionais dos direitos humanos, mesmo apesar de o Secretário-Geral da ONU Kofi Annan no seu relatório de 26 de Julho de 2006 para o Conselho de Segurança ter apelado à CVA para ser credível e transparente,” sublinhava o relatório.

O relatório apela aos governos da Indonésia e Timor-Leste para parar com essas audições e implementarem simplesmente as recomendações feitas pela CAVR (a Comissão da Verdade, Amizade e Reconciliação). (STL e DN)

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.