sábado, fevereiro 21, 2009

País está no caminho do desenvolvimento e da estabilidade política - Ramos-Horta

Nações Unidas, Nova Iorque, 19 Fev (Lusa) - Timor-Leste está no caminho do desenvolvimento e da estabilidade política, garantiu hoje em Nova Iorque o Presidente timorense, José Ramos-Horta, num discurso proferido cerca de um ano depois de um atentado que quase lhe custou a vida.

Ramos-Horta intervinha numa sessão do Conselho de Segurança das Nações Unidas dedicada à situação em Timor-Leste, que antecede a votação da próxima semana, em que deverá ser renovado o actual mandato da missão da ONU no território (UNMIT).

No seu discurso, o chefe de Estado timorense agradeceu à comunidade internacional o apoio prestado a Timor-Leste após os ataques de 11 de Fevereiro de 2008, que quase lhe custaram a vida, e que envolveram igualmente o primeiro-ministro, Xanana Gusmão.

José Ramos-Horta garantiu que Timor-Leste "deu uma volta" e encontra-se em paz.

"Para os que na imprensa e os pseudo-académicos que gostam de clichés, como os de Estado falhado, nas suas conversas moles sobre o meu país, apenas me resta dizer-lhes com algum desdém mal dissimulado que vamos muito bem. Obrigado", disse.

O Presidente timorense acrescentou que já não há grupos armados em actividade no país e destacou que os índices de criminalidade desceram a níveis inferiores aos de alguns países mais desenvolvidos.

"A nossa economia vai muito bem, com um crescimento real superior a 10 por cento em finais de 2008. Com um orçamento de 680 milhões de dólares (537 milhões de euros) para 2009, e 200 milhões de dólares (158 milhões de euros) em programas financiados por doadores, creio que conseguiremos manter um crescimento de dois dígitos apesar da crise", apontou.

Este cenário económico permitirá ao Governo efectuar investimentos sociais para reduzir o elevado índice de pobreza que assola o país e que desde a independência, em 2002, aumentou de 36 para 49 por cento, precisou.

O tom optimista da intervenção de Ramos-Horta foi corroborado pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que também numa intervenção perante o Conselho de Segurança, assegurou que Timor-Leste entrou em 2009 "com o horizonte desanuviado".

"Este país pode dedicar-se, sem distracções, ao trabalho essencial de construir os alicerces firmes e duradouros que são essenciais para alcançar a estabilidade e a prosperidade", frisou.

EL.
Lusa/Fim

3 comentários:

Anónimo disse...

O senhor Presidente falavao sobre o cresimento economico 10 por cento do paiz sein uma base forte a justificar. Acordo que depois de atentado o paiz volta para uma situasaun normal. O senhor presidente nao mensionas as medidads do governo AMP para combater corupsaun ein paiz. Ate a data quantos criminojos de corupsaun que foi julgado nada aconteser por causa o proprio minitra justica era un dos alegados do colusaun mas que foi? A jornalista que descobrio os abusos de poder volta a ser julgados como crime defamasaun. Isto mostra se o Governo AMP supportar os corruptores.

O presidente nao mensiona as medidas propria para garantir e reforsar oragao judicial do paiz para combater crimes de corupsaun colusaun como a ministra da justica Lucia Lobato estava a praticar.

O descursu de presidente como uma descursu de Premeiro Ministro para Parlemento AMP nao era descurtsu ao conselho seguransa.

Os asuntus mais interesante para Conselho Seguransa era os asuntos de seguransa do paiz...Como o paiz vai reformar as institusoens de seguransas comu FFDTL, PNTL e Judiciario. Se o governo nao vai reformar os tres institusoens timor leste volta a ser otra crise depois de UNMIT cabaraun de misaun ein Timor Leste.

O Conselho Seguransa nao era Parlemento para ouvir quantos dinheiro que gastavao para desenvolvimento do paiz mas quando o paiz va ser prontu para tomar propria responsablidade de seguransa.

Amorin

Anónimo disse...

Estas linhas, foram copiadas do blogo TIMOR LOROSAE NACAO
Por favor não sejam enganados. Tudo o que diz na PRESS RELEASE da Fretilin pelo Jose Teixeira e o FRANCISCO BRANCO são todas mentiras, disse o Maubere-Foho. FL
Caros,
O que esta agora no CENTRO da propaganda da FRETILIN (Jose Teixeira, Francisco Branco e Ivo Rosa) e' a decisão PROVISORIA publicado neste blogo. Isto é a decisão do Tribunal de Recurso ao pedido da Providencia Cautelar intentado pelo Ivo Rosa nos meados de Dezembro 2008. Quem tem acesso a este documento e' o Sr Ivo Rosa. Intende-se aqui que foi ele proprio que publicou juntamente com o Jose Teixeira neste blogo.
Mas o mesmo Tribunal de Recurso, na sua decisao de 26 de Janeiro de 2009 declarou a "inutilidade da reclamacão" do recursu principal intentado pelo Juiz Ivo Rosa, e de tal forma ESTEINGUE-SE tudo o que vem deste homem.
De outra palavra, o juiz do painel colectivo do TR, Dr Jose Luis Goia que e' titular do processo (nota-se que os juizes Natercia, Antoninho, e Jacinta são apenas administradores e não titulares do processo do no Tribunal de Recurso), declarou a INUTILIDADE do Recurso do juiz Ivo Rosa (Proc. N0. 01/RC/2008/TR), e deu LEGITIMIDADE a decisão do CONSELHO SUPERIOR DA MAGISTRATURA de TIMOR LESTE.
Esta aqui mais ou menos asa partes cruciais da decisão do Tribunal de Recurso de 26 de Janeiro de 2009:
(Proc. N0. 01/RC/2008/TR)
Ivo Rosa Nelson de Caires Batista Rosa intentou, ao abrigo dos dispostos ……….// Por acordão dde 31 de Dezembro de 2008, o Tribunal de Recurso decidiu suspender a execução da deliberação do CSMJ ……// Na mesma altura o CSMJ deliberou por unamnimidade e no que ao caso importa, o seguinte: “Não proceder à prorrogação da lettr of agreement do Sr. Juíz Ivo Nelson de Caires batista Rosa, pelo que termina no prazo nela previsto (31.12.2008)”. Esta decisão… foi notificada ao ora recorrente, bem como à UNDP.
Decisão FINAL
Entende-se que não, pois como a presente decisão do CSMJ perdeu utilidade o recurso interposto por Ivo Nelson de Caires Batista Rosa, e tornando-se inútil a continuação da presente acção recursal, a mesma extingue-se (arts 28 do CPA e 239, e) 449 do CPC).
Por isso, não acreditam nada em o que vem dos blogos da PROPAGANDA da FRETILIN.
Desta forma, como os jornais Timorenses dizem, repito, "BOA VIAZEM IVO ROSA".
Maubere-Foho

h correia disse...

Maubere-Foho

Aconselho-o a aprender a ler aquilo que citou, para não fazer figuras tristes.

E já agora, o que são juizes "administradores"?

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.