segunda-feira, março 03, 2008

Monday, 03 March 2008 - UNMIT – MEDIA MONITORING

"UNMIT assumes no responsibility for the accuracy of the articles or for the accuracy of their translations. The selection of the articles and their content do not indicate support or endorsement by UNMIT express or implied whatsoever. UNMIT shall not be responsible for any conseque6nce resulting from the publication of, or from the reliance on, such articles and translations."

National Media Reports

TVTL News Coverage
No TVTL news coverage.

RTL News Coverage

Rebel surrenders: The Commander of the Falintil-Defence Forces of Timor-Leste (F-FDTL) and the National Police of Timor-Leste (PNTL) Joint Operation, Filomeno Paixão, said that one of the rebels, Amaro ‘Susar’ da Costa, had surrendered to the F-FDTL and PNTL Joint Operation on Monday (02/03) in the sub-district of Turiscai, Same. Susar was presented to Prime Minister Gusmão in the Government Palace in Dili by the Joint Operation.

Commander Paixão said that Susar was persuaded by the President of ASDT, Francisco Xavier do Amaral, along with the population of Turiscai, to surrender himself, his two weapons and some ammunition. “Our brother Susar has joined us since last night. The Joint Operation is very happy with this attitude,” said Commander Paixão.

Commander Paixão also confirmed that the Joint Operation had directly contacted Gastão Salsinha and was urging him to surrender.

Horta’s health improves: The Former Health Minister, Rui Maria de Araújo, said that the President was able to see visitors as his health was improving. “His recovery is going well. PR Ramos-Horta has had a special visit from Acting President Fernando Lasama de Araújo, Special Representative of Secretary-General for Timor-Leste, Atul Khare, and Former Prime Minister Mari Alkatiri,” said Mr. Araújo.

PM: Dialogue won’t solve problems: Prime Minister Xanana Gusmão has said that the Government will not rely on dialogue to solve the problems faced by the petitioners gathered in Aitarak Laran, Dili. However, the PM did say that Government had another mechanism to resolve the issues and that this would be discussed with the petitioners later in the week.

“I want you to know that now there is no dialogue. Before, we were asking for you to engage in dialogue with your leaders… but some of you thought that you were more powerful than the State and made us lose two years …,” said the PM on Saturday (02/03) in Aitarak Laran Dili.

The Prime Minister has also given one more week for the rest of the petitioners to come to Dili, saying that their continuing absence indicates that they don’t want to look for peaceful solutions.

Print Coverage

Susar: “I was involved in the attacks against the PR’s residence”: Rebel member Amaro ‘Susar’ da Costa has surrendered to the F-FDTL/PNTL Joint Operation on Monday (02/03) in sub-district Turiscai, Same. During an F-FDTL and PNTL Joint Operation press conference held on Sunday (02/03), the former member of the Rapid Intervention Unit (UIR) of PNTL, Susar, said that he was involved in the attacks against the residence of PR Ramos-Horta along with Alfredo Reinado. Susar has been presented to Prime Minister Gusmão in the Government Palace in Dili by the Joint Operation. (DN)

Carrascalão: February 11, an international political conspiracy: The President of the Social Democratic Party (PSD), Mario Viegas Carrascalão, believes the attacks against PR Ramos-Horta and PM Xanana Gusmão to have been caused by an international political conspiracy.

“Maybe the groups doing the attack were backed by some people. There were rumours that there was USD20000 found in Alfredo’s pocket when he died. Some people may have given him this money before he died, or put the money in his pocket after he died. His body may have been dumped in Metiaut after being shot in another place,” said Mr. Carrascalão.

Carrascalão also reiterated his desire for Timor-Leste to establish an International Independent Commission of Inquiry to investigate the events shrouded in so much mystery. (DN)

Petitioners increase to 607: The Spokesperson of the F-FDTL/PNTL Joint Operation, Lieutenant Colonel Filomeno Paixão, said that the numbers of petitioners gathered in Aitarak Laran had increased to 607 by Sunday afternoon (02/03). Separately, F-FDTL Major Marcos Tilman said that the Government is showing its commitment to resolve the problems by providing security and other facilities for the gathering place. (DN)

TMR: Salsinha’s group don’t deserve weapons: The Commander of the F-FDTL/PNTL Joint Operation, Brigadier General Taur Matan Ruak, has said that the Joint Operation is continuing in its efforts to urge Salsinha and his group to follow their friends and come to Aitarak Laran, Dili. “They know our position. We will still give them time to make a decision; a decision with no violence,” said TMR. (TP)


Tradução:

Segunda-feira, 03 Março 2008 - UNMIT – MONITORIZAÇÃO DOS MEDIA

"A UNMIT não assume qualquer responsabilidade pela correcção dos artigos ou pela correcção das traduções. A selecção dos artigos e dos seus conteúdos não indicam apoio ou endosso pela UNMIT seja de forma expressa ou implícita. A UNMIT não será responsável por qualquer consequência resultante da publicação, ou da confiança em tais artigos e traduções."

Relatos dos Media Nacionais

TVTL Não houve Cobertura de Notícias

RTL Cobertura de Notícias

Amotinado entrega-se: O Comandante da Operação Conjunta das F-FDTL e da PNTL, Filomeno Paixão, disse que um dos amotinados , Amaro ‘Susar’ da Costa, se tinha entregue à Operação Conjunta das F-FDTL e da PNTL na Segunda-feira (02/03) no sub-distrito de Turiscai, Same. Susar foi apresentado ao Primeiro-Ministro Gusmão no Palácio do Governo em Dili pela Operação Conjunta.

O Comandante Paixão disse que Susar foi convencido pelo Presidente da ASDT, Francisco Xavier do Amaral, juntamente com a população de Turiscai, a entregar-se, a entregar as suas duas armas e munições. “O nosso irmão Susar juntou-se a nós na noite passada. A Operação Conjunta está contente com esta atitude,” disse o Comandante Paixão.

O Comandante Paixão confirmou também que a Operação Conjunta contactou directamente Gastão Salsinha e pediu-lhe que se entregasse.

Melhora a saúde de Horta: O antigo Ministro da Saúde, Rui Maria de Araújo, disse que o Presidente pode ter visitas porque a sua saúde está a melhorar. “A sua recuperação está a andar bem. O PR Ramos-Horta teve uma visita especial do Presidente Interino Fernando Lasama de Araújo, Representante Especial do Secretário-Geral em Timor-Leste, Atul Khare, e antigo Primeiro-Ministro Mari Alkatiri,” disse o Sr. Araújo.

PM: Diálogo não resolve problemas: O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão disse que o Governo não se apoiará no diálogo para resolver os problemas enfrentados pelos peticionários reunidos em Aitarak Laran, Dili. Contudo, o PM disse que o Governo tinha um outro mecanismo para resolver as questões e que isso seria discutido com os peticionários para o fim da semana.

“Quero que saibam que agora não há nenhum diálogo. Antes, pedimos a vocês para se engajarem em diálogo com os vossos líderes… mas alguns de vocês pensaram que eram mais poderosos que o Estado e obrigaram-nos a perder dois anos …,” disse o PM no Sábado (02/03) em Aitarak Laran Dili.

O Primeiro-Ministro deu também mais uma semana para o resto dos peticionários virem até Dili, dizendo que a sua ausência continuada indica que não querem encontrar soluções pacíficas.

Cobertura impressa

Susar: “Estive envolvido nos ataques contra a residência do PR”: O amotinado Amaro ‘Susar’ da Costa entregou-se à Oprração Conjunta das F-FDTL/PNTL na Segunda-feira (02/03) no sub-distrito de Turiscai, Same. Durante uma conferência de imprensa da Operação Conjunta da F-FDTL e PNTL realizada no Domingo (02/03), o antigo membro da Unidade de Intervenção Rápida (UIR) da PNTL, Susar, disse que esteve envolvido nos ataques contra a residência do PR Ramos-Horta juntamente com Alfredo Reinado. Susar foi apresentado ao Primeiro-Ministro Gusmão no Palácio do Governo em Dili pela Operação Conjunta. (DN)

Carrascalão: o 11 de Fevereiro foi uma conspiração política internacional: O Presidente do Partido Social Democrático (PSD), Mário Viegas Carrascalão, acredita que os ataques contra o PR Ramos-Horta e PM Xanana Gusmão foram causados por uma conspiração política internacional.

“O grupo que fez o ataque foi talvez ajudado por algumas pessoas. Houve rumores de terem sido encontrados USD 20000 nas algibeiras de Alfredo quando ele morreu. Alguém lhe deu o dinheiro antes dele morrer, ou pôs o dinheiro nas algibeiras dele depois dele ter morrido. O seu corpo pode ter sido despejado em Metiaut depois de ter sido baleado noutro sítio,” disse o Sr. Carrascalão.

Carrascalão reiterou ainda o seu desejo de Timor-Leste criar uma Comissão Internacional Independente e de Inquérito para investigar os eventos escondidos em tanto mistério. (DN)

Peticionários aumentam para 607: O porta-vos da Operação Conjunta F-FDTL/PNTL, Tenente Coronel Filomeno Paixão, disse que os peticionários reunidos em Aitarak Laran aumentaram para 607 no Domingo à tarde (02/03). Em separado, o Major Marcos Tilman das F-FDTL disse que o Governo está a mostrar o seu compromisso de resolver os problemas providenciando segurança e outras facilidades no local da reunião. (DN)

TMR: o grupo de Salsinha não merece armas : O Comandante da Operação Conjunta F-FDTL/PNTL, Brigadeiro-General Taur Matan Ruak, disse que a Operação Conjunta está a continuar os seus esforços para urgir a Salsinha e ao seu grupo para seguirem os seus amigos e virem para Aitarak Laran, Dili. “Eles conhecem a nossa posição. Vamos dar-lhes ainda tempo para tomarem uma decisão; uma decisão sem violência,” disse TMR. (TP)

6 comentários:

Margarida disse...

Tradução:
Segunda-feira, 03 Março 2008 - UNMIT – MONITORIZAÇÃO DOS MEDIA
"A UNMIT não assume qualquer responsabilidade pela correcção dos artigos ou pela correcção das traduções. A selecção dos artigos e dos seus conteúdos não indicam apoio ou endosso pela UNMIT seja de forma expressa ou implícita. A UNMIT não será responsável por qualquer consequência resultante da publicação, ou da confiança em tais artigos e traduções."

Relatos dos Media Nacionais

TVTL Não houve Cobertura de Notícias

RTL Cobertura de Notícias

Amotinado entrega-se: O Comandante da Operação Conjunta das F-FDTL e da PNTL, Filomeno Paixão, disse que um dos amotinados , Amaro ‘Susar’ da Costa, se tinha entregue à Operação Conjunta das F-FDTL e da PNTL na Segunda-feira (02/03) no sub-distrito de Turiscai, Same. Susar foi apresentado ao Primeiro-Ministro Gusmão no Palácio do Governo em Dili pela Operação Conjunta.

O Comandante Paixão disse que Susar foi convencido pelo Presidente da ASDT, Francisco Xavier do Amaral, juntamente com a população de Turiscai, a entregar-se, a entregar as suas duas armas e munições. “O nosso irmão Susar juntou-se a nós na noite passada. A Operação Conjunta está contente com esta atitude,” disse o Comandante Paixão.

O Comandante Paixão confirmou também que a Operação Conjunta contactou directamente Gastão Salsinha e pediu-lhe que se entregasse.

Melhora a saúde de Horta: O antigo Ministro da Saúde, Rui Maria de Araújo, disse que o Presidente pode ter visitas porque a sua saúde está a melhorar. “A sua recuperação está a andar bem. O PR Ramos-Horta teve uma visita especial do Presidente Interino Fernando Lasama de Araújo, Representante Especial do Secretário-Geral em Timor-Leste, Atul Khare, e antigo Primeiro-Ministro Mari Alkatiri,” disse o Sr. Araújo.

PM: Diálogo não resolve problemas: O Primeiro-Ministro Xanana Gusmão disse que o Governo não se apoiará no diálogo para resolver os problemas enfrentados pelos peticionários reunidos em Aitarak Laran, Dili. Contudo, o PM disse que o Governo tinha um outro mecanismo para resolver as questões e que isso seria discutido com os peticionários para o fim da semana.

“Quero que saibam que agora não há nenhum diálogo. Antes, pedimos a vocês para se engajarem em diálogo com os vossos líderes… mas alguns de vocês pensaram que eram mais poderosos que o Estado e obrigaram-nos a perder dois anos …,” disse o PM no Sábado (02/03) em Aitarak Laran Dili.

O Primeiro-Ministro deu também mais uma semana para o resto dos peticionários virem até Dili, dizendo que a sua ausência continuada indica que não querem encontrar soluções pacíficas.

Cobertura impressa

Susar: “Estive envolvido nos ataques contra a residência do PR”: O amotinado Amaro ‘Susar’ da Costa entregou-se à Oprração Conjunta das F-FDTL/PNTL na Segunda-feira (02/03) no sub-distrito de Turiscai, Same. Durante uma conferência de imprensa da Operação Conjunta da F-FDTL e PNTL realizada no Domingo (02/03), o antigo membro da Unidade de Intervenção Rápida (UIR) da PNTL, Susar, disse que esteve envolvido nos ataques contra a residência do PR Ramos-Horta juntamente com Alfredo Reinado. Susar foi apresentado ao Primeiro-Ministro Gusmão no Palácio do Governo em Dili pela Operação Conjunta. (DN)

Carrascalão: o 11 de Fevereiro foi uma conspiração política internacional: O Presidente do Partido Social Democrático (PSD), Mário Viegas Carrascalão, acredita que os ataques contra o PR Ramos-Horta e PM Xanana Gusmão foram causados por uma conspiração política internacional.

“O grupo que fez o ataque foi talvez ajudado por algumas pessoas. Houve rumores de terem sido encontrados USD 20000 nas algibeiras de Alfredo quando ele morreu. Alguém lhe deu o dinheiro antes dele morrer, ou pôs o dinheiro nas algibeiras dele depois dele ter morrido. O seu corpo pode ter sido despejado em Metiaut depois de ter sido baleado noutro sítio,” disse o Sr. Carrascalão.

Carrascalão reiterou ainda o seu desejo de Timor-Leste criar uma Comissão Internacional Independente e de Inquérito para investigar os eventos escondidos em tanto mistério. (DN)

Peticionários aumentam para 607: O porta-vos da Operação Conjunta F-FDTL/PNTL, Tenente Coronel Filomeno Paixão, disse que os peticionários reunidos em Aitarak Laran aumentaram para 607 no Domingo à tarde (02/03). Em separado, o Major Marcos Tilman das F-FDTL disse que o Governo está a mostrar o seu compromisso de resolver os problemas providenciando segurança e outras facilidades no local da reunião. (DN)

TMR: o grupo de Salsinha não merece armas : O Comandante da Operação Conjunta F-FDTL/PNTL, Brigadeiro-General Taur Matan Ruak, disse que a Operação Conjunta está a continuar os seus esforços para urgir a Salsinha e ao seu grupo para seguirem os seus amigos e virem para Aitarak Laran, Dili. “Eles conhecem a nossa posição. Vamos dar-lhes ainda tempo para tomarem uma decisão; uma decisão sem violência,” disse TMR. (TP)

h correia disse...

“alguns de vocês pensaram que eram mais poderosos que o Estado e obrigaram-nos a perder dois anos".

Até que enfim. Mais vale tarde do que nunca. Mas Xanana não pode atirar as culpas para cima dos peticionários, que ele próprio apoiou e incitou enquanto Alkatiri se manteve como PM.

Se perdemos dois anos, como Xanana diz, não foi por culpa dos peticionários. Estes limitaram-se a fazer o jogo deles e até andavam muito sossegados. A responsabilidade desta paragem de dois anos foi de Xanana e RH, que não tiveram coragem suficiente para tomar as decisões que se impunham e foram-nas sempre adiando, talvez na esperança de que com o tempo tudo se resolvesse.

Se os australianos contribuiram para esse chove-não-molha, não sei. Mas este impasse de dois anos foi certamente favorável às suas pretensões.

Uma pergunta fica no ar: porquê este súbito volte-face de Xanana em relação aos peticionários? É que dantes as suas convicções eram muito diferentes. Os seus admiradores escreveram quilómetros de prosa na internet defendendo a sua tese, segundo a qual o problema dos peticionários (e também de Reinado e Salsinha, que eram casos à parte) era político e não militar, devendo ser resolvido pelo famoso "diálogo" e não pela justiça. Logo no dia em que TMR decidiu expulsar os peticionários, Xanana tornou pública esta sua tese, discursando naTV. E recordemos que o próprio RH, para justificar o não cumprimento dos mandados judiciais sobre Reinado & Cia., afirmou que não queria violência nem tiros para capturá-los, ao contrário do que supostamente pretendia o juiz Ivo Rosa.

Agora que, por metamorfose de Xanana, o “diálogo” está morto e enterrado, gostava de saber como esses seus admiradores - e o próprio RH - explicarão a negação de tudo quanto andaram a pregar durante dois anos.

Mais fácil e, sobretudo, honesto, seria Xanana fazer um acto de contrição e admitir que andou errado durante dois anos. Mas quem o conhece diz que isso nem em sonhos. É mais fácil atirar as culpas para cima dos outros, mesmo tendo tido o poder máximo nas mãos, como PR, Ministro da Defesa, Ministro do Interior e PM.

Ainda por cima com os célebres sermões à Xanana. Pobres peticionários...

Anónimo disse...

e o que salsinha diz foi só entrego me quando caixão e campa estão pronto

Anónimo disse...

E aquelas medidas tomadas para enviarem os rebeldes para trabalharem na Irlanda,não deu continuidade? O que é que Governo de Timor leste irá fazer com este grande numero de peticionários. E diz o Senhor PM que já acabou o diálogo...

Anónimo disse...

TMR diz : o grupo de Salsinha não merece armas
então quem merece, secalhar
rogeiro lobato,e railos,labadai e asu siak mauputo para eliminar os partidos da oposição.coisa bacana né
samba toca andar

Anónimo disse...

O Anonimo que diz que Salsinha so rende quando caixao e campa estao pronto, nao tem nem coracao nem alma e se clahar pensa que ele nao hade morrer tambem um dia

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.