sexta-feira, março 07, 2008

Deadline issued for E Timorese rebels

ABC News
7.03.2008
By Stephanie March
Posted 6 hours 42 minutes ago

East Timor's government has issued a deadline for rebel soldiers involved in attacks on the country's leaders to hand themselves in.

East Timor's military commander, Taur Matan Ruak, says Gastao Salsinha must surrender to authorities by the end of the day or he will begin a joint operation with the international stabilisation forces to bring in the rebel leader.

He says Prosecutor General Longuinhos Monteiro spent the past four days in the mountains negotiating with Salsinha and that he cannot afford to waste any more of the Prosecutor General's time.

Of the 14 arrest warrants issued for those responsible for the February 11 attacks on the country's leaders, only two have been served.


Tradução:

Data limite dada aos amotinados Timorenses

ABC News
7.03.2008
Por Stephanie March
Postado há 6 horas 42 minutos atrás

O governo de Timor-Leste emitiu uma data limite para os amotinados envolvidos nos ataques aos dois líderes do país se entregarem.

O comandante das forças militares de Timor-Leste, Taur Matan Ruak, diz que Gastão Salsinha deve entregar-se às autoridades até ao fim do dia ou ele começará uma operação conjunta com a força internacional de estabilização para apanhar o líder amotinado.

Diz que o Procurador-Geral Longuinhos Monteiro passou os quatro últimos dias nas montanhas a negociar com Salsinha e que não podem gastar mais tempo ao Procurador-Geral .

Dos 14 mandatos de captura emitidos para os responsáveis dos ataques de 11 de Fevereiro aos líderes do país, apenas dois foram executados.

6 comentários:

Margarida disse...

Tradução:
Data limite dada aos amotinados Timorenses
ABC News
7.03.2008
Por Stephanie March
Postado há 6 horas 42 minutos atrás

O governo de Timor-Leste emitiu uma data limite para os amotinados envolvidos nos ataques aos dois líderes do país se entregarem.

O comandante das forças militares de Timor-Leste, Taur Matan Ruak, diz que Gastão Salsinha deve entregar-se às autoridades até ao fim do dia ou ele começará uma operação conjunta com a força internacional de estabilização para apanhar o líder amotinado.

Diz que o Procurador-Geral Longuinhos Monteiro passou os quatro últimos dias nas montanhas a negociar com Salsinha e que não podem gastar mais tempo ao Procurador-Geral .

Dos 14 mandatos de captura emitidos para os responsáveis dos ataques de 11 de Fevereiro aos líderes do país, apenas dois foram executados.

Anónimo disse...

Ultimato a marga

h correia disse...

Quando tudo parecia finalmente encaminhar-se para a normalidade, eis que voltaram os velhos maus hábitos das negociações, dos acordos, dos arranjinhos. No fundo, o famoso "diálogo" que Xanana já declarara extinto...

Longuinhos continua com as palhaçadas - uma espécie de cowboy sem cavalo.

Sendo os políticos os mesmos, porque é que a política haveria de ser diferente?

Mas graças a Deus Timor ainda tem Taur Matan Ruak. Este homem tem uma missão para cumprir e não cede a chantagens nem a manipulações. Sobretudo, não entra em palhaçadas.

A única coisa que me preocupa e não entendo, é que primeiro a operação "Halibur" era das FFDTL e da PNTL. Os "internacionais" até reclamaram que tinham sido postos de lado, etc.

Afinal, agora já se fala numa "operação conjunta com a força internacional de estabilização". Quer dizer que alguma coisa mudou. Sabe-se lá como, os australianos conseguiram meter-se na operação que inicialmente era 100% timorense.

Como é que isso foi possível? Quem foi o responsável por esta reviravolta? Isto é preocupante, sabendo que a tropa australiana sempre apoiou Reinado. Escoltou-o, transportou-o de helicóptero, conviveu com ele, deixou-o fugir da prisão, etc. Depois, houve aquela palhaçada de Same em que o deixaram fugir de novo e, mais recentemente, a estranha passividade perante o atravessamento de Dili de duas viaturas cheias de soldadesca armada, para - supostamente - matar o Presidente.

Porque é que a tropa australiana está sempre presente (ou ausente) nos momentos decisivos, influenciando o rumo dos acontecimentos? Porque está presente mais uma vez, quando se fala numa operação para capturar Salsinha? É para o calar? É para comprometer a operação, deixando-o fugir?

Quando é que os timorenses vão ser verdadeiramente independentes?

Anónimo disse...

Estarao verdaeiramente independentes quando calares essa boca que so diz asneiras para cima de asneiras. pensas que os timorenses nao sabem o que querem?

Anónimo disse...

H Correia, dizes: Gracas a Deus. Se acreditas em Deus, saberias que uma situacao destas so Deus pode salvar.porque tu tambem nao es mais recto do que aqueles que criticas sem do nem piedade. Ok?

Anónimo disse...

Nao e o matan delek? "como pode um cego guiar outro cego"

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.