terça-feira, novembro 06, 2007

The Socialist Alliance and East Timor

WSWS : News & Analysis : Australia & South Pacific
Nick Beams on YouTube

6 November 2007

The World Socialist Web Site is today publishing the third YouTube video address by Nick Beams, Socialist Equality Party national secretary and senate candidate in New South Wales. Beams, a leading authority on Marxist political economy and member of the WSWS International Editorial Board, is heading a national slate of 13 SEP candidates advancing a socialist and internationalist alternative to war and militarism, social inequality and the escalating attack on democratic rights.

In this three-minute video presentation, Beams points out that the Socialist Equality Party is the only party contesting the upcoming federal election to consistently oppose Australia’s military-police interventions in East Timor, Solomon Islands, Papua New Guinea, and other South Pacific countries. He explains the reasons behind these filthy neo-colonial operations, and indicts all the parliamentary parties, and their apologists in the radical protest milieu, that have not only remained silent, but endorsed—and even insisted upon—the Howard government’s continuing aggression in the region.

Beams focuses in particular on the role of the misnamed Socialist Alliance, and its principal component, the Democratic Socialist Perspective (DSP)—publishers of the Green Left Weekly. In 1999, the DSP led demonstrations demanding “troops in”, a function applauded by the ruling elite in its leading financial organ, the Australian Financial Review. An editorial in the AFR at the time drew out that the DSP’s demand ended the “taboo” that had operated since the Vietnam War on the deployment of Australian troops overseas.

Beams concludes by noting that the positions of the Socialist Alliance and the DSP arise out of opportunist and nationalist politics, which represent “an accommodation to the deepest interests of the government and Australian imperialism as a whole.”

The YouTube addresses by Beams and other SEP candidates can be viewed on the SEP’s election website (http://www.sep.org.au/ ) and our YouTube channel.
Authorised by N. Beams, 100B Sydenham Rd, Marrickville, NSW

Copyright 1998-2007
World Socialist Web Site
All rights reserved

TRADUÇÃO:

A Aliança Socialista e Timor-Leste

WSWS : News & Analysis : Australia & South Pacific
Nick Beams no YouTube

6 Novembro 2007

O Web Site do World Socialist está hoje a publicar a terceira mensagem por YouTube video de Nick Beams, secretário nacional do Partido Socialist Equality e candidato ao senado em New South Wales. Beams, uma autoridade líder em economia política Marxista e membro do Conselho Editorial Internacional do WSWS, lidera uma lista nacional de 13 candidatos do SEP que avançam uma alternativa socialista e internacionalista à guerra e ao militarismo, desigualdade social e ao ataque crescente contra direitos democráticos.

Nesta apresentação video de três minutos, Beams sublinha que o Socialist Equality Party é o único partido a disputar as próximas eleições federais a opor-se com consistência às intervenções militares-policiais da Austrália em Timor-Leste, Ilhas Salomão, Papua Nova Guiné e outros países do Pacífico Sul. Explica as razões por detrás dessas porcas operações neo-coloniais, e acusa todos os partidos parlamentares e os seus apologistas nos meios radicais de protesto que eles não apenas permaneceram calados, mas endossaram — e até insistiram — na continuação da agressão do governo de Howard na região.

Beams foca-se em particular no papel da erradamente chamada Aliança Socialista, e da sua principal componente a Democratic Socialist Perspective (DSP) — editores do Semanário Green Left (Verde Esquerda ). Em 1999, a DSP liderou manifestações exigindo “irem tropas”, um gesto aplaudido pela elite governante e o seu principal órgão financeiro, a Australian Financial Review. Um editorial no AFR na altura chamou a atenção que a exigência da DSP acabava com o “tabu” que havia desde a Guerra do Vietname sobre o destacamento de tropas Australianas no exterior.

Beams concluí sublinhando que as posições da Aliança Socialista e da DSP derivam de políticas oportunistas e nacionalistas, que representam “uma acomodação aos interesses mais profundos do governo e do imperialismo Australiano no geral.”

A mensagem no YouTube por Beams e outros candidates do SEP podem ser vistas no website eleitoral do SEP (www.sep.org.au ) e no seu canal YouTube channel.
Autorizado por N. Beams, 100B Sydenham Rd, Marrickville, NSW

Copyright 1998-2007
World Socialist Web Site
All rights reserved

1 comentário:

Margarida disse...

Tradução:
A Aliança Socialiste e Timor-Leste
WSWS : News & Analysis : Australia & South Pacific
Nick Beams no YouTube

6 Novembro 2007

O Web Site do World Socialist está hoje a publicar a terceira mensagem por YouTube video de Nick Beams, secretário nacional do Partido Socialist Equality e candidato ao senado em New South Wales. Beams, uma autoridade líder em economia política Marxista e membro do Conselho Editorial Internacional do WSWS, lidera uma lista nacional de 13 candidatos do SEP que avançam uma alternativa socialista e internacionalista à guerra e ao militarismo, desigualdade social e ao ataque crescente contra direitos democráticos.

Nesta apresentação video de três minutos, Beams sublinha que o Socialist Equality Party é o único partido a disputar as próximas eleições federais a opor-se com consistência às intervenções militares-policiais da Austrália em Timor-Leste, Ilhas Salomão, Papua Nova Guiné e outros países do Pacífico Sul. Explica as razões por detrás dessas porcas operações neo-coloniais, e acusa todos os partidos parlamentares e os seus apologistas nos meios radicais de protesto que eles não apenas permaneceram calados, mas endossaram — e até insistiram — na continuação da agressão do governo de Howard na região.

Beams foca-se em particular no papel da erradamente chamada Aliança Socialista, e da sua principal componente a Democratic Socialist Perspective (DSP) — editores do Semanário Green Left (Verde Esquerda ). Em 1999, a DSP liderou manifestações exigindo “irem tropas”, um gesto aplaudido pela elite governante e o seu principal órgão financeiro, a Australian Financial Review. Um editorial no AFR na altura chamou a atenção que a exigência da DSP acabava com o “tabu” que havia desde a Guerra do Vietname sobre o destacamento de tropas Australianas no exterior.

Beams concluí sublinhando que as posições da Aliança Socialista e da DSP derivam de políticas oportunistas e nacionalistas, que representam “uma acomodação aos interesses mais profundos do governo e do imperialismo Australiano no geral.”

A mensagem no YouTube por Beams e outros candidates do SEP podem ser vistas no website eleitoral do SEP (www.sep.org.au ) e no seu canal YouTube channel.
Autorizado por N. Beams, 100B Sydenham Rd, Marrickville, NSW

Copyright 1998-2007
World Socialist Web Site
All rights reserved

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.