quinta-feira, maio 15, 2008

East Timor plans to adopt UP health sciences programs

5/14/2008 8:55 PM
May 14, 2008
By MELANIE L. BINGCO
ABS-CBN Tacloban

Palo, Leyte - Impressed with the community-based trainings of medical courses in the University of the Philippines School of Health Sciences, Dr. Nelson Martins, Minister of Health of the Democratic Republic of Timor-Leste, plans to put up a school in his country which would implement the same program and trainings as the UP-SHS has.

Martins found the program to be effective in having doctors to work in communities despite the exodus of health workers in the Philippines nowadays.

"My country is just eight years old and we have very few doctors. We badly need midwives in the communities, too. So we hope we could have the SHS programs you have here to improve the health services we give to our people," said Martins.

However, Martins was quick to clarify that they will not "plagiarize" UP-SHS.

"We only wish you could assist us," said Martin who hopes to have a memorandum of agreement signed between the Philippines and East Timor.

Positive response was given by UP Manila School of Health Sciences Dean, Prof. Jusie Lydia Siega-Sur.

"We share the same aim of giving better health services to our people," said Siega-Sur.

The UP School of Health Sciences began in 1976 as the Health Institute of Leyte put up by the UP College of Medicine to counteract the problems of "brain drain" and meager health services in the communities as more and more medical practitioners choose to work abroad.

Tradução:

Timor-Leste planeia adoptar programa de ciências de saúde da UP

5/14/2008 8:55 PM Maio 14, 2008Por MELANIE L. BINGCO
ABS-CBN Tacloban

Palo, Leyte – Impressionado com o curso médico de formação com base na comunidade na Escola de Ciências da Saúde da Universidade das Filipinas, o Dr. Nelson Martins, Ministro da Saúde da República Democrática de Timor-Leste, planeia montar uma escola no seu país que implemente o mesmo programa e formação que a UP-SHS tem.
Martins descobriu que o programa é efectivo em ter médicos a trabalhar nas comunidades apesar do êxodo de trabalhadores de saúde hoje nas Filipinas.
"O meu país tem apenas oito anos e temos muitos poucos médicos. Precisamos muito de parteiras nas comunidades, também. Assim esperamos poder ter o programa SHS que têm aqui para melhorar os serviços de saúde que damos ao nosso povo," disse Martins.
Contudo, Martins foi rápido a clarificar que não vão "plagiar" UP-SHS.
"Apenas desejamos que nos possam assistir," disse Martin que espera ter um memorando de acordo assinado entre as Filipinas e Timor-Leste.
Resposta positiva foi dada pelo Reitor da Escola de Ciências de Saúde da UP Manila, Prof. Jusie Lydia Siega-Sur.
"Partilhamos o mesmo objectivo de dar melhores serviços de saúde ao nosso povo," disse Siega-Sur.
A Escola de Ciências de Saúde da UP começou em 1976 como Instituto de Saúde de Leyte montado pelo Colégio de Medicina da UP para contrariar os problemas de "desvio de cérebros" e magros serviços de saúde nas comunidades quando mais e mais trabalhadores médicos escolheram trabalhar no estrangeiro.

1 comentário:

Margarida disse...

Tradução:
Timor-Leste planeia adoptar programa de ciências de saúde da UP
5/14/2008 8:55 PM
Maio 14, 2008
Por MELANIE L. BINGCO
ABS-CBN Tacloban

Palo, Leyte – Impressionado com o curso médico de formação com base na comunidade na Escola de Ciências da Saúde da Universidade das Filipinas, o Dr. Nelson Martins, Ministro da Saúde da República Democrática de Timor-Leste, planeia montar uma escola no seu país que implemente o mesmo programa e formação que a UP-SHS tem.

Martins descobriu que o programa é efectivo em ter médicos a trabalhar nas comunidades apesar do êxodo de trabalhadores de saúde hoje nas Filipinas.

"O meu país tem apenas oito anos e temos muitos poucos médicos. Precisamos muito de parteiras nas comunidades, também. Assim esperamos poder ter o programa SHS que têm aqui para melhorar os serviços de saúde que damos ao nosso povo," disse Martins.

Contudo, Martins foi rápido a clarificar que não vão "plagiar" UP-SHS.

"Apenas desejamos que nos possam assistir," disse Martin que espera ter um memorando de acordo assinado entre as Filipinas e Timor-Leste.

Resposta positiva foi dada pelo Reitor da Escola de Ciências de Saúde da UP Manila, Prof. Jusie Lydia Siega-Sur.

"Partilhamos o mesmo objectivo de dar melhores serviços de saúde ao nosso povo," disse Siega-Sur.

A Escola de Ciências de Saúde da UP começou em 1976 como Instituto de Saúde de Leyte montado pelo Colégio de Medicina da UP para contrariar os problemas de "desvio de cérebros" e magros serviços de saúde nas comunidades quando mais e mais trabalhadores médicos escolheram trabalhar no estrangeiro.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.