quarta-feira, janeiro 16, 2008

Dos leitores

Comentário na sua mensagem "Ramos Horta dismisses allegations Gusmao involved ...":

Ramos Horta dismisses allegations Gusmao involved in 2006 crisis
ABC News
Monday January 14, 08:35 PM

Dr Ramos Horta says although he believes it is a case of political bickering, the allegations are being looked at.

Comment:

By whom are the allegations being looked at. FRETILIN states in its declaration from 8 January 2008 that the Prosecutor General was also copied with the dvd and letter requesting answers.

I don't know about East Timor, but an Attorney General in my country has to act on evidence before him and not wait for a request from anyone.

If he has before him indicia of potential criminality he has to initiate an investigation in order to be able to say "I have carried out my duty."

But lets not forget that this is the same Prosecutor General who was involved in a highly charged political conversation, clearly biased against FRETILIN, in May or June 2007, in which the Chief of Staff in the Office of then President, now PM, H. Pereira, who is now Secretary of State in the Prime Minister's office.

According to the conversation, Mr Gusmao was also present. And the conversationn was preciswely about Major Reinado, with his greatest ally at the time MP Isaac Leandro.

East Timor is in a bigger mess than it seems if this stops here.

Comentário:

Por quem é que as as alegações estão a ser analisadas. A FRETILIN afirma na sua Declaração de 8 de Janeiro de 2008 que o Procurador-Geral também recebeu uma cópia com o dvd e a carta a pedir respostas.

Não sei como são as coisas em Timor-Leste, mas no meu país um Procurador-Geral tem de actuar perante evidência que lhe for apresentada e não fica à espera de um pedido de ninguém.

Se ele tem perante ele indícios de criminalidade potencial ele tem de iniciar uma investigação de modo a poder dizer "Eu cumpri a minha obrigação."

Mas não esqueçamos que este é o mesmo Procurador-Geral que esteve envolvido numa conversa altamente politizada, claramente preconceituosa contra a FRETILIN, em Maio ou Junho de 2007, na qual o Chefe do Gabinete do então Presidente, agora PM, H. Pereira, que é agora Secretário de Estado no gabinete do Primeiro-Ministro.

De acordo com a conversa, o Sr Gusmão estava também presente. E a conversa era precisamente acerca do Major Reinado, com o seu maior aliado nessa altura o deputado Isaac Leandro.

Timor-Leste está num sarilho maior do que parece se as coisas ficarem por aqui.

1 comentário:

Margarida disse...

Tradução:
Dos leitores
Comentário na sua mensagem "Ramos Horta dismisses allegations Gusmao involved ...":

Ramos Horta descarta alegações de envolvimento de Gusmão na crise de 2006
ABC News
Segunda-feira Janeiro 14, 08:35 PM

Dr Ramos Horta diz que apesar de acreditar que é um caso de luta política, as alegações estão a ser analisadas.

Comentário:

Por quem é que as as alegações estão a ser analisadas. A FRETILIN afirma na sua Declaração de 8 de Janeiro de 2008 que o Procurador-Geral também recebeu uma cópia com o dvd e a carta a pedir respostas.

Não sei como são as coisas em Timor-Leste, mas no meu país um Procurador-Geral tem de actuar perante evidência que lhe for apresentada e não fica à espera de um pedido de ninguém.

Se ele tem perante ele indícios de criminalidade potencial ele tem de iniciar uma investigação de modo a poder dizer "Eu cumpri a minha obrigação."

Mas não esqueçamos que este é o mesmo Procurador-Geral que esteve envolvido numa conversa altamente politizada, claramente preconceituosa contra a FRETILIN, em Maio ou Junho de 2007, na qual o Chefe do Gabinete do então Presidente, agora PM, H. Pereira, que é agora Secretário de Estado no gabinete do Primeiro-Ministro.

De acordo com a conversa, o Sr Gusmão estava também presente. E a conversa era precisamente acerca do Major Reinado, com o seu maior aliado nessa altura o deputado Isaac Leandro.

Timor-Leste está num sarilho maior do que parece se as coisas ficarem por aqui.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.