sexta-feira, março 21, 2008

Timor da minh’Alma

Tenho uma flor
mas não uma qualquer flor:
é uma flor de Timor.

tenho ainda uma negra pedra
apanhada na praia de Díli.
e um búzio
e muitas conchas…
…e alguns corais
polidos pela água e pelo vento
corroídos pela incerteza das marés
que num vaivém constante
me sussurram ao ouvido
me deixam numa angústia paranóica
porque não sei…
se volto
se fico
ou se morro.

Tenho ainda em mim
a poeira de Santa Cruz
a luz do nascer do Sol
os azuis do Tatamailau
e a neblina de Ataúro!
Mas na Alma!
Ah! Na Alma!..
entranhada no meu coração:
está a Alma daquela gente!

Palmira Marques, Coimbra

2 comentários:

Anónimo disse...

Lindo!!!

h correia disse...

Muito bonito. Continue a colorir as nossas vidas com a sua poesia.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.