quarta-feira, março 04, 2009

Dos Leitores

H. Correia deixou um novo comentário na sua mensagem "“Minister for Education Stood Behind a Member of h...":

"we can confirm that a bunch of Directors have lost their positions and are inactive in the Ministry of Education although they continue to receive their salaries."

As purgas continuam. Mais uns tantos que foram saneados por se atreverem a não alinhar nos cambalachos do Governo AMP.

Compras de sofás, motos, colocação de ventoinhas do ministério na casa privada do Ministro, etc, enquanto continua a haver escolas sem teto.

É impressionante o rol de atropelos às leis, principalmente nepotismo e peculato, relatados por esta pessoa honesta que, por não querer esbanjar dinheiro do Estado em despesas particulares do Sr. Ministro João Câncio e familiares, foi simplesmente saneado.

Gostava de saber o que têm agora a dizer aqueles malais em Portugal que se diziam fervorosos admiradores do Ministro João Câncio...

A podridão continua, fedendo como nunca. Só vai parar quando este Governo for devidamente castigado nas próximas eleições. Entretanto, Timor segue as pisadas dos países africanos mais miseráveis.

A minha solidariedade para os saneados Marcelo Caetano Araújo (chefe do departamento das finanças), Ângelo Ximenes (chefe do departamento do ensino primário), Delfina Borges (chefe do departamento de assuntos dos professores), Dr. Mateus dos Reis (diretor nacional de currículos, materiais e avaliações) e Augusto Pereira (chefe dodepartamento de aprovisionamento do Ministério da Educação).

2 comentários:

Anónimo disse...

Caro Henrique Correia,

Agora estamos mais a vontade de criticar as praticas de KKN praticado pelo Governo de AMP. E vamos continuar este trabalho. Uma coisa que nos não podemos fazer a agora é como voce tem feito até agora é seguir o ritimo da Fretilin ao dizer que o decisão do Horta indicar Xanana formar o Governo é inconstitucional. Basta ver as eleições no Israel, onde o segundo partido mais votado que esta formar o Governo, o Likud, ja basta como um exemplo que afinal a AMP é legal e legitima. Não temos vergonha de reconhecer o nosso erro e é só assim podemos ter mais força para criticar os outros.

Hako'ak boot

Litik

h correia disse...

Sr. Litik:

Eu precisaria de muito mais tempo e espaço do que esta caixa de comentários para lhe explicar que não sigo o "ritmo da Fretilin". Só para dar dois exemplos, nunca me referi a este Governo como "de facto" e sempre defendi que este governo deve cumprir o seu mandato até o fim.

Quanto à questão do artº 106º da Constituição, já expliquei o meu ponto de vista noutro blog. Não vou repeti-lo aqui, pois pelos vistos já o conhece e acho que não faz sentido continuar a discutir essa questão quase dois anos depois das eleições.

O que eu acho mais notável (pela negativa) é a grande oportunidade que Xanana e o seu governo perderam de fazer um grande trabalho em prol de Timor, que ficasse para a História, uma vez que tiveram uma maioria parlamentar a apoiá-los. Em vez disso, é o que se vê. É pena.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.