sexta-feira, fevereiro 13, 2009

GNR vai manter-se no país

RR
11-02-2009 1:40

A GNR vai continuar em Timor-Leste ao serviço das Nações Unidas. A convicção é do Presidente da República do país.


Ramos Horta demonstra esta esperança, em declarações à Renascença, a poucos dias da decisão ser tomada pelo Conselho de Segurança da ONU.

Este é de resto um tema de que Ramos Horta vai falar com o ministro português dos Negócios Estrangeiros que, dentro de poucas horas, chega a Díli.

“Creio que do lado de Portugal não há nenhuma dificuldade em manter aqui a GNR por algum tempo mais. É no interesse de Timor-Leste, das Nações Unidas que haja uma força robusta credível por mais algum tempo. A presença da GNR é indispensável”, disse.


CC/Anabela Góis

3 comentários:

h correia disse...

Portugal tem o dever de não abandonar Timor, como fez em 1975, e não irá abandoná-lo. A GNR ficará enquanto for necessária.

Mas é preciso que os governantes timorenses façam a sua parte. Senão, nem que a GNR ficasse 200 anos.

Anónimo disse...

Henrique!

Timor vai construir uma duzia de fabricas de gelo.

Anónimo disse...

E melhor Timor Leste volta a ser uma provincia ultra marino de portugal. E melhor trocar se o nome Republica Democratica Timor Leste RDTL con TP Timor Portugues.

Timor leste vai entrar 10 anos de liberdade comu un pais mas ainda nao tenho capasidade para governar bein o meio ilha tao pequeno.

Isto mostra se os lideres nao sabe nada como a governar eles so saben da politica pratica con propagandas falsus, ensultos, corupcao, viola os dereitos dos orgao de justica. Os lideres so queren governar para aproveitar os benefisios para proprio lideres con familias.

O Exemplo era PENCAO VITALISA. NOVU CARO favoreser os projetos para familia e amigos.

Coitadinho con os povus vive se nas montanhas e aldeias sein eletricidade, agua, nao ten asesu para mercado porque nao tenho estradas para transportar os produtus da agricula.

Maubere Anan

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.