quinta-feira, outubro 30, 2008

Ramos Horta attacks Aust oil giants

AAP
3 hours 34 minutes ago.

East Timor President Jose Ramos Horta has used an address to the Northern Territory parliament to attack executives at Australia's second largest oil and gas producer, calling them "dogmatic and political".

East Timor is drawing up plans for a pipeline and petrochemicals plant to process oil and gas from the lucrative Greater Sunrise field.

Australian company Woodside Petroleum is on the other side of the high-stakes battle, wanting to build a 530-kilometre pipeline running south to Darwin.

It says laying a pipeline to East Timor would undercut profits and expose supplies to political upheaval.

But Mr Ramos Horta countered the claims during his address to NT parliament today, saying East Timor was less than half the distance Darwin was from the field, estimated to contain $US90 billion ($A107.94 billion) in oil and gas.

East Timor also offered as much security and had more generous tax laws, he said.

"The pipeline should go where ... it is the shortest route and the cheapest.

"Timor Leste cannot and will not bow to pressures of the Woodside CEO millionaires."

Australia currently has about 1,000 peacekeeping forces stationed in the nation and Mr Ramos Horta thanked the government for its "steadfast" assistance.

He also acknowledged the role Darwin played in his recovery from an attempt on his life by rebel soldiers in February this year.

But, he said, the future of East Timor - which became South-East Asia's youngest democracy in 2002 - had to come first.

"Our sincere gratitude cannot be such that we surrender all to Darwin," he said.

In a pointed attack, Mr Ramos Horta called Woodside CEOs "dogmatic and political".

"We will not bow to unilateral decisions made by these CEOs that manage or mismanage multinationals," he said.

The president - who was officially welcomed to parliament with a tri-service military guard - implored Sunrise to explore "all options".

"Woodside seems to think it should be based on patriotic reasons, because Woodside is Australian it should come to Darwin.

"We view it more as a practical and multinational enterprise: it goes where independent, credible scientists recommend it should go...

"Woodside executives are the ones who seem to be dogmatic and political."

Mr Ramos Horta also reminded those present that the gas project would provide a rare opportunity for one of Asia's poorest and smallest countries.

"I love Australia, I feel very much part of it, the blood in my body is Australian, donated by young Australian soldiers," he said.

"But I love my country and people even more...

"You are rich and powerful, so I have to side with my people who are weaker and poorer. I hope you understand this."

The Greater Sunrise field lies almost entirely in territory claimed by both countries and neither can exploit it without approval from the other side.

Under the current licensing agreement the countries have until 2013 to sign a development plan.

3 comentários:

dubis disse...

Ora bem, Sua Excia! estou surpreso! Nem posso conter, Donde lhe veio agora tanta audacia nacionalista? Ou sera que os recentes ventos anti-CEOs nos USA lhe iluminaram e finalmente pode distinguir CEOs da Woodside de Howards da Australia? Eh que na primeira fase das negociacoes de petroleo, os CEOs e Howards eram mesmissima coisa. O importante nao era se eles eram a mesma coisa mas se VeXa tivesse sido um pouco mais vertical e ombreasse um pouco mais com o seu PM na altura, talves guardessemos memorias menos tristes com o governo da Australia. O PM Alkatiri foi nesse dossier, vertical, mas entenderam que era radical e as tensoes surgidas deveram-se tambem ao facto de se confundir verticalidade com radicalismo. E VeXa o Min das RE, em nome de outros interesses e tambem para nao ser apanhado a fazer confusao entre verticalidade e Radicalismo, foi usando de flexibilidade, cooisa necessaria mas VeXa ja eh conhecido por usaa-la de mais...

E nisso, veremos se eh consistente para os tempos que veem. Pode ser que seja tarde o reconhecimento da verticalidade mas para o que nos interessa hoje...estamos regojizados com a audacia de Sua Excia! esperemos pois que faca melhor uso de suas altas funcoes, combinando criatividade que sempre teve com um pouco mais de verticalidade de Estado...e nao abuse de suas doses habituais de flexibilidade. Nao va a gente pensar que tudo nao passou de algum estranho side-effect do Australian blood!

Um muito obrigado!

Anónimo disse...

Nao te fies oh anonimo de 31/10. Isto e so fogo de artificio e ele e mestre nisto!

Anónimo disse...

Parabéns ao novo popular e democrático presidente dos EUA. Ao nosso amigo e irmão dos povos oprimidos do Mundo inteiro quer lutou arduamente contra a politica mais cruel do Jorge W. Bush.

Com este marco histórico e viragem radical do sistema americano, o Povo Maubere concerteza não excluirá da viragem politica que esta decorrer nos Estados Unidos da América sob a lúcida chefia do senador Baraca Obama como tal todo o mundo regojiza hoje com o novo presidente eleito dos EUA para o período de 4 anos.

Em Timor Leste os seguidistas da politica facínora do Bush vai ser condenado com toda veemência pelo Povo oprimido e explorado do Povo Maubere e que os vampiros políticos da AMP e seus asquerosos líderes serão saneados e corridos de Timor Leste sem do e nem piedade se quer, vejam como a historia nos provara e continuando a provar-nos ate que todos os povos pequenos e pobres do mundo inteiro se libertam completamente das garras e dos jugos dos mais poderosos, os ricos, capitalistas, despóticos, tiranos, fascistas, antidemocráticos e os mais carrascos violadores dos direitos universais do HOMEN NESTE UNIVERSO criado por Deus Criador do Céu e da Terra.

As nossas felicitacoes e grandes parabéns ao nosso amigo Dr. Senador Baraca Obama eleito Presidente dos EUA neste milénio.

De Maubere Tuba Rai Metin!

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.