quarta-feira, agosto 23, 2006

‘Fretilin Grupo Mudança’ Will Hold Extraordinary Congress

‘Fretilin Grupo Mudança’ will hold the second extraordinary congress following extensive consultation with former delegates as well as representatives from the districts. The extraordinary congress will be held at the end of the month of September. According to Victor da Costa, leader of the group, the second extraordinary congress has the full consent of the members.

In the meantime, former coordinator and founder of Ojetil, [a youth group of Fretilin] called Traccoa stated that it is necessary to hold the second extraordinary congress in order for Fretilin to win the 2007 elections. Traccoa further said that in 2001 many members left and joined other parties due to their dislike of the system applied by Mari Alkatiri in Fretilin. Therefore, he added, it is important to hold the extraordinary congress to change the leadership. (STL)


Representative of Fretilin Reformist Group (FRG) stated that an Extraordinary Congress will be a unique solution to secure the party in the 2007 General Election.
Victor da Costa, the coordinator of the FRG stated that, “in order to gain a victory in the coming election, we must fix the problems of the Fretilin leadership. We found that the current leadership is no longer good. I say this because the current leaders do not want change. For example, they always prevent us from effecting any political change. However, for the betterment of the party, we would like to bring change to the leadership of Fretilin, including reformation of the members of Central Committee of Fretilin”.

He said that “although Court of Appeals decided to legalize and legitimize the result of the second Fretilin Congress, we of the Reformist Group will leave it to the people to decide. Again, the decision will be in the hands of the people and not that of the Court of Appeals”. (TVTL)


http://www.unotil.org/UNMISETWebSite.nsf/cce478c23e97627349256f0a003ee127/7ca049409eb4488b492571d20030ee7c?OpenDocument

23 comentários:

Mau Seran disse...

mais um manifesto, militâncias de militantes

Quando cerro os meu olhos, este olhos cansados de ver o que em ti passa, vejo te a ti,
em todo teu esplendor e beleza. Vem-me os cheiros de onde por ti passei, vem me à memória os intoxicantes aromas e momentos em que em ti me perdi, por teus vales e montes, riachos e ribeiras. Foram os riachos as ribeiras, os vales e montes que regam minha alma de vontade de te fazer orgulhosa de mim.

Quando os olhos cerro me vem lágrimas de dor tristeza, o que vai ser de ti Timor? O que vai ser de ti? Com todos os que te querem domesticar, oprimir teu povo, usando esta palavra chamada ‘democracia’…em formatos RGB passados na TV?

Até mesmo no nosso partido, o partido que tanto respeitamos, esta infectado com este virus que é a ambição e o desejo cego de dominar, mandar, sem se ter capacidades, sem se ter provado apto, sem sequer se ser eleito!

E vocês, filhos da patria, filhos da terra, seus grandes filhos da …, da luta pois esta visto! O que é feito dos vossos ideias? E aonde para a ‘dialéctica’ de que tanto falavam sem entender o que diziam? Ai, camaradas, seus grandessíssimos filhos da luta!

Aonde guardam os ideias? Aonde os escondem? Porque até agora não mostraram nada mais do que sede e vontade cega de querer governar a patria que tanto amamos. Deitas-tes fora os ideias, sera que trocaste os pelo confortávels colchão onde hoje te deitas (com mulheres que não a tua, meninas?) E vens me tu dar lições de moral? Ai, camaradas, seus grandes filhos da luta!

Esquecestes dos dias de calor infernal, em que deitavas teu corpo sobre o alcatrão para acalmar a raiva, o calor que te corria no sangue por veres teu povo sofrer não mãos dos ‘Bapas’? Sim, hoje dormes em um colchão camarada…

Esquecestes? Escondestes? Ou será que arrancastes de ti os dias que tivestes de dormer na biti? Que no dia seguinte serviria de quadro, onde se escriva com o carvão as lições de português para o nosso povo? Esquecestes do teu povo! Hoje guiavos a ambição, Ai, camaradas, seus grandes filhos da luta!

‘Matem-se’! Vosso sangue adulterado não fará crescer nem o mais horrendo fungo, vossa carne putrefacta sera a jaula desse virus que carregam dentro de cada um de vós, o virus que é a ambição. ‘Matem-se’ camaradas, amigos, colegas seus grandes filhos da patria seus grandes filhos luta!

Mau Seran

Mau Seran disse...

Sim sim a mudança e a revolução no partido, revolução liderada por indivíduos de mentes secas e adulteradas, cabeças ocas, ou melhor cheias de vacuo, é como deixar-mos metamorfosear para algo pior! Mudanças, lideradas por alguns sem ideias, sem ideais, alguns que carregam nada mais do que a ambição pelo poder, é como assassinar tudo que tanto custou a construir.

Anónimo disse...

Tradução:

‘Fretilin Grupo Mudança’ organizará congresso extraordinário
‘Fretilin Grupo Mudança’ organizará o segundo congresso extraordinário depois de consultas extensivas a antigos delegados e a representantes dos distritos. O congresso extraordinário realizar-se-á no fim do mês de Setembro. De acordo com Victor da Costa, líder do grupo, o segundo congresso extraordinário tem o consentimento completo dos membros.

Entretanto, o antigo coordenador e fundador do Ojetil, [um grupo de jovens da Fretilin] chamado Traccoa declarou que é necessário realizar o segundo congresso extraordinário para a Fretilin ganhar as eleições de 2007. Traccoa disse ainda que em 2001 muitos membros partiram e juntaram-se a outros partidos por causa da sua antipatia com o sistema aplicado por Mari Alkatiri na Fretilin. Portanto. acrescentou, é importante realizar o segundo congresso extraordinário para mudar a liderança. (STL)

O Representante do Grupo Reformista da Fretilin (FRG) declarou que um congresso extraordinário será a única solução para garantir o partido nas eleições gerais de 2007.
Victor da Costa, o coordenador do FRG declarou que, “para se ter uma victória nas próximas eleições, devemos resolver os problemas da liderança da Fretilin. Descobrimos que a liderança corrente já não é boa. Digo isto porque os líderes correntes não querem mudar. Por exemplo, impediram-nos sempre de realizarmos qualquer mudança política. Contudo, para melhoria do partido, gostaríamos de mudar a liderança da Fretilin, incluindo a reforma de membros do Comité Central da Fretilin”.

Disse que “apesar do Tribunal de Recurso decidir legalizar e legitimar o resultado do segundo congresso da Fretilin, nós do Grupo Reformista deixamos para o povo a decisão. Outra vez, a decisão estará nas mãos do povo e não do Tribunal de Recurso”. (TVTL)

http://www.unotil.org/UNMISETWebSite.nsf/cce478c23e97627349256f0a003ee127/7ca049409eb4488b492571d20030ee7c?OpenDocument

Anónimo disse...

It really is a shame that da Costa can't accept the decision of the court. We are desperately trying to build a democracy in TL, and the reformation group has to act this way.

Wasn't da Costa a very good guerilla commander?

Anónimo disse...

Alguém que não respeita as decisões dos Tribunais é um bom indicador para um futuro lider e Primeiro Ministro de um País.
Talvez a lei fosse a vontade dele próprio e Timor passasse a assistir a julgamentos populares na praça do Palácio do Governo.
A ignorância e a ambição do poder são realmente atrevidas.

Anónimo disse...

hm.... Victor da Costa said "... the decision will be in the hands of the people and not that of the Court of Appeals." This is not what Victor da Costa said before thaking the case to the court. Now he changed his position. What if the Extraordinary Congress voted to have Alkatiri and Luolo again as the leader of FRETILIN? What will Victor say then? Another extra-extraordinary congress?

It is a great pity that good people like Jose Luis Guterres and Aderito de Jesus Soares are in cahoots with Victor da Costa and Vicente Ximenes. I would have supported an Extraordinary Congress for FRETILIN if Aderito and Lugu were the organisers. But this drunkard and his friend the failed businessman? No way! What is FRETILIN becoming? What is Timor-Leste becoming? A Banana Republic for sure.

Good bye.

Anónimo disse...

Nao nos esquecamos que atras do Vitor da Costa estao tambem uma serie de quadros graudos da Fretilin e mesmo o grupo de joventude do partido. Sem o apoio mais militante dos jovens da Fretilin o Mari e Luolo estao perdidos.

Quando a decisao do Tribunal de Recurso so provou que a votacao de braco no ar nao foi ilegal mas isso de nada impede os membros da Fretilin de realizarem um novo congresso como vai agora ser feito. Basta ter-se um certo numero de membros, como deve constar nos estatutos da fretilin, para se fazer um novo congresso. E depois a maioria e que decidira. Nao e isso que diziam? A maioria e quem mais ordena? pelos vistos assim mesmo vai ser!

Espero que a Fretilin se reforme e rejeite todas as tendencias totalitarias demonstradas pela actual lideranca.

Anónimo disse...

Anónimo das 9:07:35 PM: então você é que não respeita as decisões da maioria e quem respeita é que tem tendências totalitárias?

Anónimo disse...

margarida: A maioria dos membros da Fretilin pode em qualquer altura fazer o que bem entender da sua organizacao. Desde que nao seja interferencia de fora. Nao era isso que a margarida dizia a uns tempos atras?

Pois bem! pelos vistos este grupo de membros da fretilin parece ter o apoio de um grande numero de delegados ao anterior congresso e representantes distritais para convocar um novo congresso. Se ate um numero substancial de delegados do anterior congresso apoiam isso quer dizer que alguma coisa nao cheirou bem no ultimo congresso. Tera sido o sovaco no ar? Imagine la 600 pessoas num clima tropical a levantarem os bracos de uma so vez.

Se isto que o grupo reformista da fretilin esta a fazer nao e democratico entao quer dizer que os estatutos da Fretilin em si dao abertura a actos anti-democraticos. Entao este grupo nao disse logo que ia recorrer-se aos mecanismos do estatuto da Fretilin? Ora bem! esta tudo em ordem!

Anónimo disse...

Anónimo das 9:57:03 PM: não venha com aldrabices agora sob o paleio “democrático”. Se tivessem essas representatividades todas que alegam ter, claro que as apresentavam ao Comité Central que estatutariamente estaria então obrigado a convocar o congresso.

Mas como não as têm, mentem com quantos dentes têm e usurpam o nome dum partido honrado. Espero que o órgão disciplinar da Fretilin não demore a agir. Nestas situação não se ganha nada com demoras e para chicana política já basta. Ninguém é obrigado a estar num partdo mas quem lá está é obrigado a cumprir com os estatutos.

Anónimo disse...

FRETILIN! Democrático, vou aí e já venho!
Criaram o esquadr\ao da morte para eliminar os opositores...forçam o pessoal que quer emprego a serem seus filiados... e ainda dizem que é um partido democrático!
Os seus lideres são corruptos, usam e abusam do poder, ...nepotismo ? nem se fala!
Dentro da própria FRENTE hEa divisionismo, querem congresso extradordinário, e com razão...e os outros , os que se acham legitimos lideres do partido é a desgraça que se vê, e quem paga é o POVO ! Um povo que a unica coisa que quer é ser livre, ter uma casa para morar e criar seus filhos, um prato de arroz e uns tostões para ir ao mercado....O governo o que fez ? Nada !!!!

Que tristeza

Maracujá

Anónimo disse...

O Maracujá, tal como o Xanana é dos que nem precisa de comissões de inquérito, nem de investigações nem da justiça a funcionar. E está bem agora de braço dado com Victor Costa e boys, a fazerem a justiça com as próprias mãos. Os bons espíritos afinal estão-se todos a encontrar

Anónimo disse...

A FRETILIN rege-se pelos seus estatutos e nao por opinioes pessoais. O Congresso Extraordinario so pode ser convocado pelo Comite Central da FRETILIN. Segundo os estatutos da 2001 e 2006, deverao fazer parte do Congresso membros por inerencia de funcoes e 4/5 de delegados eleitos. Sabem o que implica um Congresso do partido? Meses de trabalho que incluem mobilizacao e organizacao de comissoes com tarefas especificas, revisao dos documentos produzidos pelo I Congresso tais como os estatutos, manual e programas politicos da FRETILIN, elaboracao de novos documentos incluindo regulamentos especificos para o Congresso, reunioes constantes de trabalho por horas interminaveis e
sem qualquer remuneracao...Fomos as Bases fazer eleicoes dos delegados. Percorremos todos os distritos. Um por um sob a direccao dos nossos lideres, Lu-Olo e Mari Alkatiri. Implementamos o regulamento aprovado pelo Comite Central da FRETILIN. Implementamo-lo rigorosamente. Cada distrito apresentou o seu relatorio a direccao. A Direccao apresentou uma proposta de revisao dos documentos do I Congresso aos delegados em tres encontros regionais. Levou a proposta a reuniao do Comite Central onde estavam tambem membros da chamada FRETILIN mudanca. Foi lhes dada a oportunidade de contribuir para a melhoria do partido. A mesma oportunidade que se deu a todos, novos velhos, mulheres ou homes! Todos foram tratados em pe de igualdade. A maioria votou contra as propostas apresentadas por Vitor da Costa, Abel Ximenes, Jose Luis Guterres, Jorge Teme etc. Apenas o Vitor Mau Boci nao participou porque se lhe aplicou uma medida disciplinar. Tiveram mais uma oportunidade no Congresso. Estavam la 470 delegados eleitos, vindos dos distritos. Porque nao conseguiram mobiliza-los? Se o grupo de Vitor da Costa nao conseguiu mobilizar a maioria e porque os argumentos deles nao foram bons.
Do total de 586 delegados, 577 compareceram e 566 estavam presentes na altura da votacao. 515 propuseram Lu-Olo como Presidente e Mari Alkatiri como Secretario Geral. Nao era preciso fazer-se votacao. Mas avancou-se com a votacao e contou-se distrito por distrito.
Nao houve lista alternativa:
Se houvesse uma lista alternativa, nao teria recolhido 20% de assinaturas, o minimo exigido pelos estatutos para se concorrer a lideranca.
Aproveito esta oportunidade para tambem chamara a atencao da LUSA: o Jose Luis Guterres nao retirou a sua candidatura. Nenhuma lista alternativa foi apresentada a Mesa do Congresso. O Jose Luis Guterres simplesmente retirou-se do Congresso. Nao conseguiu ter 20% de proponentes e nao pode concorrer. Regras sao regras. E nos, mais do que ninguem, pautamo-nos por regras decididas pela maioria. E assim que funcionamos e cada vez mais nos vamos melhorando. E sabem porque? Porque nos orgulhamos da nossa longa historia e estamos determinados a vencer todos os obstaculos.
Somos o partido mais organizado de Timor Leste. Somos um partido de massas. Buscamos no povo a razao da nossa existencia.E por isso que vamos novamente ganhar as eleicoes de 2007. Nao se zanguem connosco e nao demonizem os nossos lideres para se imporem neste pais. O nosso povo esta politizado e tem acompanhado atenciosamente os acontecimentos desde 2002. Todas as tentativas ate a data nao tem servido senao um unico objectivo: demonizar o nosso Secretario -Geral e dividir a FRETILIN para diminuir o apoio popular. Pergunto: Conseguiram diminuir o apoio ao Mari Alkatiri? Nao. A excepcao de alguns, a maioria dos membros do CCF continua a apoia-lo. Vamos provar nas eleicoes de 2007 que a maioria do nosso povo votara pela FRETILIN liderada por Lu-Olo e Mari Alkatiri. Nao temos receio deste desafio. Nao precisamos de licoes de Lucia Lobato, de Maio Carrascalao, de Mariano Sabino, de Lasama, e de tantos outros que nao se cansam de criticar-nos. Para que? Nao veem que, quanto mais nos criticam, mais assanhados ficamos?
A nossa direccao foi considerada legitima pelo Tribunal de Recurso e o grupo de Vicente Mau Boci deve respeitar este orgao soberano. Se apresentou queixa ao Tribunal de Recursoo, e porque reconhece a legitimidade deste orgao. Porque nao aceita o resultado da queixa? Porque nao lhe favoravel? Nao caiam no ridiculo, por favor.Isto so da para cair no descredito.
E quem sao os tais "200" que participaram na tal reuniao alargada? Sao membros com direito a voto? Sao a maioria do CCF eleito no I Congresso? Leiam os estatutos da FRETILIN por favor e deixem de dizer asneiras.
Qualquer cidadao deste nosso Timor-Leste deve contribuir para a educacao dos outros. Estudem, estudem, meninos e meninas.....

Anónimo disse...

Oxalá este granel na FRETILIN esteja para lavar e durar.
A mim tanto se me dá que ganhe este ou aquele.
Com um orçamento aprovado de 313 milhões, não há cão nem gato da FRETILIN que queira ficar de fora da gamela estatal.

Estratégicamente, prefiro que depois de uma guerra de desgaste entre eles, o CCF saque de mais uma blindagem aos estatutos para se manter e que Alkatiri chegue a Maio como SG de uma FRETILIN desfeita.

Ganha Timor e ganham todos os timorenses.

A sede de poder entre os FRETILINs faz-me lembrar aquelas cenas do National Geographic com os abutres aos empurrões uns aos outros para ver quem abocanha mais pedaços, neste caso do orçamento de estado.

A tourada que se anuncia desde 2002 vai começar.

Até agora foram só umas tentas, a última das quais fez 21 mortos.

Anónimo disse...

Aqui estou de acordo com a Margarida. hehehe

"Espero que o órgão disciplinar da Fretilin não demore a agir. Nestas situação não se ganha nada com demoras e para chicana política já basta."

É melhor expulsá-los já antes que reúnam os apoios necessários para obrigarem o CCF a ter mesmo de convocar um congresso extraordinário.
O próximo já vai ser por voto secreto e nunca se sabe o que pode dar.

Se quiserem, o partido "progressista" português pode explicar como se lida com sucesso em situações destas.

Anónimo disse...

Anónimo das 1:29:10 AM: É óbvio que me referia ao Vitor Costa e boys, que foram os que usurparam abusivamente o nome alheio para agir em proveito próprio. E é óbvio que você já está a cozinhar uma desculpa para eventuais recuos e falhanços. É que o Vitor Costa e boys gabou-se de já ter a representatividade toda, assim sendo não precisam de ir recolher mais assinaturas. Pois se já têm a representatividade toda, aliás só assim se compreende terem já marcado o congresso para daqui a um mês. Mas chamem-lhe o congresso do Vitor Costa e boys, não lhe chamem é outra coisa.

Anónimo disse...

Eu pensava que todos os filiados tinham a mesma importância no partido.
Afinal é mesmo como no "animal farm": All animals are equal, but some are more equal than others.

Se eles são filiados da FRETILIN que entendem que houve marosca no último congresso e reunem os apoios estatutários para obrigar a um congresso extraordinário, haviam de se chamar o quê?

Quem não deve não teme.
Se a votação no último congresso foi genuína, os reformadores nunca hão-de reunir os apoios necessários. Porque serão os mesmos delegados que estiveram no Congresso.
Mas se reunirem, é porque houve marosca. Se metade das conferências distritais (número suficiente para obrigar a congresso extraordinário), que no último congresso votaram em Alkatiri agora apoiarem os renovadores o que é que isto lhe diz?
E não são todos FRETILINs?
Só o CCF é que é FRETILIN?
Quem não deve não teme.

Anónimo disse...

Anónimo das 3:41:33 AM: Uma coisa é num partido democrático, todos os militantes terem direitos e deveres iguais, outra coisa é haver regras, que estão nos Estatutos e que servem para regular o seu funcionamento, Estatuto esse que foi aprovado pelos militantes e que obriga a todos. Todos os partidos têm as suas regras de funcionamento interno e a Fretilin tem as suas e é conforme as regras que todos e cada um dos militantes deve actuar. Obviamente que se não agir assim sujeita-se às sanções que também estão contempladas nos estatutos.

Precisamente porque o Vítor Costa e boys não reuniram os apoios necessários é que inventaram um nome para convocar o congresso. Um congresso extraordinário pode convocar-se em nome Comité Central da FRETILIN (e eles não tem a maioria CCF); em nome de metade das Conferências Distritais (e eles não têm essa metade) ou em nome de 2/3 das Conferências sub-distritais (que eles igualmente não têm).

Por isso, por muitas (ou muita poucas) assinaturas que arranjem (ou digam que arranjarem) seja qual for o nome que inventarem NÃO têm qualquer legitimidade porque para convocar um congresso extraordinário só mesmo a maioria do CCF, metade das distritais ou 2/3 das sub-distritais.

Anónimo disse...

Mas o que eles têm afirmado é que estão em vias de reunir as assinaturas necessárias de acordo com os estatutos. E se facto as reunirem, como é?
E que significado político tem, por exemplo, metade das conferências distritais assinarem a pedir novo congresso, quando os delegados dessas mesmas conferências votaram nesta direcção?
Quanto a mim, a acontecer tal, só pode ter uma de duas leituras:
1. Os delegados não representaram as conferências como foram mandatados (daí muitos terem medo de regressarem aos seus distritos);
2. As conferências, face aos últimos acontecimentos, decidiram que a liderança deve ser mudada.

O que é facto, é que se conseguirem reunir as assinaturas de metade das conferências distritais, vai mesmo ter de haver novo congresso.

A menos que o CCF decida aplicar medidas excepconais e suspenda os estatutos no que concerne à realização de congressos para segurar a Direcção.

Assunto a seguir com interesse nos próximos tempos.

Anónimo disse...

Anónimo das 11:09:21 AM: releia a notícia s.f.f. e verificará que eles nunca disseram que tinham ou a maioria do CCF, ou metade das distritais ou 2/3 das sub-distritais. E se conseguissem a metade das distritais como diz, esse congresso então seria convocado pela metade das distritais e nunca pelo Vítor Costa e boys, porque estes não têm qualquer legitimidade para o fazer enquanto que metade das distritais, 2/3 das sub-distritais ou a maioria do CCF o têm. E deixe-se de mais especulações sobre medidas excepcionais porque se não sabe devia saber que só um congresso pode alterar os estatutos da Fretilin, como aliás acontece em totós e qualquer partido democrático.

Anónimo disse...

Não vão existir medidas excepcionais para impedir o congresso se for convocado de acordo com os estatutos?
Então vamos esperar para ver.

Anónimo disse...

Anónimo das 6:28:07 PM: mas se eles até já disseram que o congresso se realiza daqui a um mês em fim de Setembro, ainda tem dúvidas que o que vão fazer é um evento qualquer, mas não um congresso da Fretilin porque o Vitor Costa e boys, os tais que até já marcaram a data do congresso NÃO têm qualquer legitimidade para o fazer? Repito que só a maioria do CCF, a metade das distritais e "/3 das sub-distritais é que podem convocar um congresso e nenhum destes três o fez ou sequer nomeou o Vitor Costa para porta-voz. Portanto o Vitor Costa não tem legitimidade para dizer seja o que for em nome do CCF, das distritais e das sub-distritais da Fretilin. Ele representa somente ele próprio e os seus boys e rigorosamente mais ninguém e nunca a Fretilin.

Anónimo disse...

Eu acho que os "NEW BOYS IN THE BLOCK" da Fretilim so tem que levantar a mao para se realizar um congresso extraordinario.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.