domingo, maio 28, 2006

Peticionários exigem demissão de Mari Alkatiri e de todo o Governo

Díli, 28 Mai (Lusa) - O porta-voz dos militares peticionários timorenses, Gastão Salsinha, exigiu hoje a demissão do primeiro- ministro Mari Alkatiri e de todo o governo de Timor-Leste, após uma reunião com os restantes líderes militares contestatários.

Em declarações à agência Lusa, o ex-tenente Gastão Salsinha ameaçou "organizar o povo em manifestações pacíficas", caso o primeiro-ministro permaneça no governo.

A exigência de demissão foi comunicada após a reunião entre líderes militares contestatários, que hoje se realizou em Ermera, mas não foi possível confirmar com os restantes participantes se se trata de uma reivindicação unânime.

Gastão Salsinha afirmou que a demissão do primeiro-ministro se deve seguir à recolha das armas ilegais, uma tarefa que atribui ao "Presidente Xanana Gusmão e às forças internacionais" presentes em Timor-Leste.

Segundo o ex-tenente, os participantes na reunião concordaram nestas duas exigências: o desarmamento geral, a cargo do Presidente da República e das forças internacionais, e a demissão de Mari Alkatiri e de todo o governo.

RBV/TD.

3 comentários:

Fijiblues disse...

Palermas! Agora já sabemos o que voces querem. Vendidos! Espero sinceramente que o Xanana nao esteja metido na embrulhada. Parece-me que o Governo, com a desorientacao com que está, é apesar de tudo a única réstea de poder democrático em Timor.

Anónimo disse...

Primeiro incendiaram a casa duma familiar do ministro e deixaram que uma mãe e os seus cinco filhos morressem queimados. Agora ouvi que incendiaram as casas doutros dois ministros e de dois deputados da Fretilim…e isto fez-me lembrar:

“Primeiro eles vieram buscar os comunistas. Não falei nada, porque era comunista.
Então, eles vieram buscar os judeus. Nada falei, porque não era judeu.
Depois, vieram buscar os operários, membros dos Sindicatos. Nada falei, porque não era operário sindicalizado.
Então eles vieram buscar os católicos e não falei nada, porque sou protestante.
Finalmente, eles vieram me buscar - quando isto aconteceu, não havia restado ninguém para falar”.
Matin Niemoeller, pastor alemão, sacrificado pelos nazistas

Anónimo disse...

dps...ele demite-se..kual e o passo seguinte???

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.