sexta-feira, julho 14, 2006

Quatro novos ministros e sete mulheres no novo governo

Díli, 14 Jul (Lusa) - O II governo constitucional de Timor-Leste tomou hoj e posse em Díli e terá 40 elementos, dos quais sete mulheres, e como novidade qu atro novos ministros.

O governo, dirigido por José Ramos-Horta, foi hoje empossado pelo Presiden te da República de Timor-Leste, Xanana Gusmão.

Além de José Luís Guterres, na pasta dos Negócios Estrangeiros, surgem no novo governo os ministros Inácio Moreira, nos Transportes e Comunicações, Rosáli a Corte-Real, na Educação e Cultura, e José Teixeira, como ministro dos Recursos Naturais, Minerais e Política Energética.

Os vice-primeiros-ministros Estanislau da Silva e Rui Araújo acumulam as p astas da Floresta e Pescas e Saúde, respectivamente.

O primeiro-ministro, José Ramos-Horta optou por reconduzir grande parte do executivo do I governo constitucional, chefiado por Mari Alkatiri, que se demit iu no final do mês passado na sequência de uma crise político-militar que se arr astava desde Abril.

Num comunicado de imprensa, o gabinete do primeiro-ministro salienta que o executivo "reflecte o talento e capacidades que já existem a nível ministerial, bem como a necessidade de manter no seu cargo ministros que já conhecem bem as suas pastas".

Referindo-se ao tempo que medeia entre a posse de hoje e as eleições de 20 07, Ramos-Hora acrescenta: "nove meses são um período muito curto para pôr em pr ática o plano de acção do meu governo, e assim sendo, quantas menos alterações m elhor".

"Estou seguro de que os novos ministros trarão novas competências para est e governo. Em conjunto com os seus colegas mais experientes são essenciais para a regeneração da administração e para a prossecução dos meus objectivos para Tim or-leste nos domínios da segurança nacional, desenvolvimento económico e estabil idade social", diz o comunicado.

O primeiro-ministro, José Ramos-Horta, e os dois vice-primeiros-ministros, Estanislau da Silva e Rui Araújo, foram empossados na passada segunda-feira. EL/FP.

41 comentários:

Anónimo disse...

Realmente a Senhora Primeira Dama tem toda a razao pois ate esta noticia despreza as mulheres("Quatro novos ministros e sete mulheres no novo governo") pois diz que sao 7 no Governo e o EL nao diz quem elas sao? Sera necessario pedir a Margarida para traduzir? Sera que mulher trabalha e "como na resistencia" nao tem direito ao nome? Ou sera para proteger o "machismo" que querem manter?

Anónimo disse...

THE RIGHT MAN NOT ON THE RIGHT PLACE.......so isto que queria acrescentar

Mau Seran disse...

Primeiro-Ministro e Ministro da Defesa - José Ramos-Horta (e todo poderoso)
1º Vice PM e Ministro da Agricultura, Florestas e Pescas - Estanislau Aleixo da Silva
2º Vice PM e Ministro da Saúde - Rui Maria Araújo

[Ministros]
Ministro dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação - José Luís Guterres (Toma posse posteriormente)
Ministra do Plano e das Finanças - Madalena Brites Boavida
Ministra da Administração Estatal - Ana Pessoa (Toma posse posteriormente)
Ministro do Interior - Alcino Barris
Ministro na Presidência do Conselho de Ministros - Antoninho Bianco
Ministro dos Transportes e das Comunicações - Inácio Moreira
Ministra da Educação e da Cultura - Rosália Corte-Real
Ministro do Trabalho e da Reinserção Comunitária - Arsénio Paixão Bano
Ministro da Justiça - Domingos Sarmento
Ministro do Desenvolvimento - Arcanjo da Silva
Ministra das Obras Públicas - Odete Victor
Ministro dos Recursos Naturais, Minerais e da Política Energética - José Teixeira

[Vice Ministros]
Vice-Ministra dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação - Adalgisa Magno
Vice-Ministra do Plano e das Finanças - Aicha Bassarewa
Vice-Ministro da Administração Estatal - Valentim Ximenes
Vice-Ministro da Administração Estatal - Filomeno Aleixo
Vice-Ministro do Interior - (Toma posse posteriormente)
Vice-Ministro dos Transportes e das Comunicações - (Toma posse posterio rmente)
Vice-Ministro da Agricultura, Florestas e Pescas - Francisco Tilman de Sá Benevides
Vice-Ministro da Educação para o Ensino Técnico e Superior - (Toma poss e posteriormente)
Vice-Ministra para o Ensino Primário e Secundário - Ilda da Conceição
Vice-Ministro da Saúde - Luis Lobato
Vice-Ministro da Justiça - (Toma posse posteriormente)
Vice-Ministro das Obras Públicas - Raul Mousaco
Vice-Ministro do Desenvolvimento - António Cepeda

[Secretarios de Estado]
Sec. de Estado do Conselho de Ministros - Gregório de Sousa
Sec. de Estado para a Coordenação Ambiental, Ordenamento do Território e Desenvolvmento Físico - João Batista Alves
Sec. de Estado da Juventude e Desporto - José Manuel Fernandes
Sec. de Estado da Cultura - (Toma posse posteriormente)
Sec. de Estado dos Assuntos dos Veteranos e Antigos Combatentes - David Ximenes

[Secretarios de Estado Regionais ]
Sec. de Estado para a Coordenação da Região I - José Reis (Toma posse posteriormente)
Sec. de Estado para a Coordenação da Região II - Adriano Corte-Real (T oma posse posteriormente) Sec. de Estado para a Coordenação da Região III - (Toma posse posterior mente)
Sec. de Estado para a Coordenação da Região IV - Lino Torrezão (Toma p osse posteriormente)
Sec. de Estado Residente em Oe-cusse - Albano Salem (Toma posse poster iormente).

Mas não sei se já isto já foi publicado no Jornal da República. Estas coisas de novos governos são um bocado confusas para mim, talvez os colegas ‘legal advisers’ do ofício de sua majestade sejam capazes de explicar, pelo menos fornecer um link onde possamos encontrar tal Jornal da República.

Anónimo disse...

Que ficou com Armindo Maia, Ovidio Amaral, Egidio de Jesus e outros demassiarios que ajudavam a queda do Mari!!! Que hipocrite Horta. Podiam eles que agora esta no seu lado...Este Governo vai falhar tambem e melhor espera por eleicoes pa!

Viva Xanana

Anónimo disse...

Congratulo apenas a novo Ministro dos Negocios Estrangeiros e Cooperacao, Jose Luis Guterres. Os outros veremos depois dos seus "cursos" ou sao apenas "funcionarios temporarios" nesta transicao ate novas elecoes no proximo ano.

Anónimo disse...

The wrong person on the right place.

Anónimo disse...

Anonymous 1:17:00 PM ACHAS??

Anónimo disse...

The worst time for the wrong person

Anónimo disse...

Gusmao swears in new government
East Timorese President Xanana Gusmao has sworn in a new government, taking the country a step closer to normalcy after deadly violence in May left it in disarray.

The new ministers placed their hands on East Timor's Constitution and promised to serve the new nation in a brief oath.

New Prime Minister Jose Ramos-Horta has appointed five new ministers, including United Nations envoy Jose Luis Guterres as Foreign Minister and Arcanjo da Silva as Development Minister.

"In the name of God and the people, I swear to fulfil all my duties and responsibilities that have been given to me, in accordance with the Constitution," Mr da Silva said.

Dr Ramos-Horta and his two newly-appointed deputies have witnessed the simple ceremony, which was guarded by around 40 of the more than 2,200 Australian-led foreign peacekeepers sent to East Timor in May.

Gusmao's warning

In a speech to the small crowd, Mr Gusmao warned the new Cabinet to focus on youth and veterans, who fought against the Indonesian occupation, to avoid further unrest.

"I told them to pay attention to the youth and the veterans because the violence that appeared happened because so many youths don't have any work," he said.

"This should be a warning to all the Government and the country that this [unemployment] is not a burden that only youth have to bear."

At least 21 people were killed and about 150,000 people fled their homes amid battles between rival factions of the military and police as well as ethnic gangs, who roamed the streets armed with swords and axes.

Mari Alkatiri resigned as prime minister last month to take responsibility for the mayhem.

He also faces questioning over allegations he armed a civilian hit squad tasked with eliminating his opponents.

The new government includes Inacio Moreira as Transport and Communications Minister, Rosalia Corte-Real as Education and Culture Minister and outgoing tourism and environment minister Jose Teixeira as Mineral and Energy Minister.

Several new deputy ministers have also been installed today.

Dr Ramos-Horta says he will retain the Defence portfolio.

He took the portfolio over when the former defence minister, Rogerio Lobato, was sacked at the request of armed forces chief Taur Matan Ruak over claims he armed the alleged hit squad.

The new Cabinet is expected to meet later today to begin discussing the 2006-7 Budget.

May's violence was the worst to East Timor since it voted for independence from Indonesia in 1999 in a United Nations-backed referendum.

- AFP

Anónimo disse...

In a speech to the small crowd, Mr Gusmao warned the new Cabinet to focus on youth and veterans, who fought against the Indonesian occupation, to avoid further unrest.

"I told them to pay attention to the youth and the veterans because the violence that appeared happened because so many youths don't have any work," he said.

"This should be a warning to all the Government and the country that this [unemployment] is not a burden that only youth have to bear."

Ok the Problem had nothing to do with Petitiners then, it had to do with unemployed youths and veterans. Thanks Xanana you are bringing light upon the situation.

Anónimo disse...

Então gente boa, que acham do elenco?

Anónimo disse...

Não desanimem que as páginas da internet, as oficiais ainda têm o pessoal no sítio...

Anónimo disse...

E depois aquela de East-Timor e Timor-Leste.... acho que deviam ter vergonha. Terem chateado Kirsty Sword Gusmão e usarem east-timor na página oficial nem ao diabo lembrava... tou só a chatear um cadinho ;)

Anónimo disse...

Gostava de saber uma coisa.
Como se sentem com a vinda de José Luís Guterres, um moderado?

Anónimo disse...

Vai ser uma trabalheira. Está tudo mais calmo. Assim pode-se ver quem são os que descambam nas novas virtualidades

Anónimo disse...

Caros anonimos, essa de sua Majestade acho que esta muito bem metida, mas ficaria melhor metindinha se se acrescentasse Sua Majestade Jean Bedel Bokassa. :)
:))

Anónimo disse...

OH anonimo ve la bem quando falas de cursos dos ministros. A que cursos te referes qd dizes cursos? sera daqueles cursos que o Jose Luis Guterres nao tem nenhum??????
Faz rir! :)
:))

Anónimo disse...

Jose Luis Guterres lider dos Moderados.

Cuidado ou Cuitado? Há muitos indivíduos que escondem atrás da bandeira chamado "Moderado". São falsos, e não têm simplesmente nenhum princípio.

Anónimo disse...

Oh pessoal demitam Xanana que ele até queria era ser agricultor....

Anónimo disse...

Embora não sendo formado, como todos sabemos, tem uma "formação" que falta a muito boa gente.

Ana Xanana! Dá-lhes!

Anónimo disse...

Jose Luis um moderado? eh mas eh um molengas, um padreco e preg... nao, nao digo, foi o actual PM eh que o disse e nao repito. Estou aqui para ver o trabalho que tera deixado em Dezembro deste ano.

Anónimo disse...

Uma equacao matematica muito simples para todos, os que so conhecem o Jose Luis Guterres e os outros que so conheceram o Egidio de Jesus.
Jose Luis esta para o MNE assim como o Egidio de Jesus esta para Embaixador.
Muito simples, uma regra de 3 simples.

Mau Seran disse...

José Luís Guterres acha-se mesmo capaz, mas deixando-nos de coisas, será que tem realmente capacidade para dar conta do recado? Caros colegas e companheiros, ‘quem viver, verá’…

Anónimo disse...

Se o recado for um pacote de coisas já mal amanhadas ninguém consegue fazer nada mas isso não é culpa dele...

Anónimo disse...

Com a escolha de José Luis Guterres, o novo primeiro-ministro consegue duas vitórias:
- Continua a ser, de facto, o ministro dos negócios estrangeiros.
- Acaba com as críticas do pequeno, mas ruidoso, sector da Fretilin que não gostava do Mari.

Anónimo disse...

Oh pessoal, ninguém trabalha? É preciso mudar as páginas oficiais. Aquilo está uma lástima!

Anónimo disse...

Armindo Maia embaixador nos USA e ONU?

Anónimo disse...

Agora admiram-se?

Anónimo disse...

embaixador nas NU e EUA? Tamos a premiar quem? Vai mas eh para embaixador na Tasmania!

Anónimo disse...

E o Inacio Moreira na pasta das comunicacoes e transportes ... Hm..mmm com esta capacidade, para onde este ministerio vai ser conduzido? E' uma ambicao desmedida, no meu ponto de vista.

Anónimo disse...

E entao nao foi a Ana Pessoa que disse quando ainda estava em Lisboa que recusava-se a fazer parte de um governo que nao respeita a democracia? Um governo produto de um golpe constitucional?
Ta bem ta. Kidun belit makas ba kadeira. E preferivel um cu na cadeira que duas bochechas no ar. Hahaha....
Que falta de conviccao!!

Anónimo disse...

Eu acho que se o pessoal da Fretilin fosse coerente não participaria neste Governo...

Anónimo disse...

Sabem o que vai acontecer?

O óbvio!

Verificar-se que afinal há uma incapacidade medonha para Governarem. Era melhor esperarem mais uns tempos. Mas isso já devia ter sido em 2001, mas estavam todos com pressa!

Alguma coisa se há-de arranjar. Mas vislumbra-se um falhanço. E depois? De quem é a culpa? Do sr. Ramos Horta sem a menor dúvida.

Aguenten-se!

Anónimo disse...

ao anonimo das 6:04:05

o seu comentario é deveras resultado da arrogancia que nasce da ignorancia.
a incapacidade de governar de que fala nao é mais nem menos que a incapacidade de cumprir promessas eleitorais(por ex) de outros governos por esse mundo fora. acrescente-se que foi o primero governo de um pais que acabava de nascer, ou seja, sem estruturas, nem maquina organizativa, nem funcionamento institucional, nem democratico nem outro que fosse seu, ao contrario de outros paises aquando da sua transiçao para a democracia, por exemplo, portugal (entre muitos outros), que ja tinha instituiçoes montadas e em funcionamento e ainda assim demorou uma boa 1/2 duzia de anos ate 'encarrilar' depois da revoluçao.
mais acrescento de que nao se pode julgar o 1ºgoverno comparando a sua acçao com governos, digamos, ocidentais. a unica comparaçao possivel é com paises saidos de situaçoes de guerra e de ocupaçao militar estrangeira. e aí, meu caro(a), ha que reconhecer o merito. o 1ºgoverno timorense conseguiu estruturar instituiçoes em regime democratico, o que muitos paises, ha anos, nao conseguem, mas obviamente ha ainda muito por fazer. acima de tudo, criar um sentimento de tolerancia democratica entre os timorenses (que pelo seu comentario, falta tambem a muito outros).
nao é à toa que os 'gritos de ordem' das manifs eram personalizados, em vez de serem de reinvindicaçao de direitos e exigencia de melhor serviço prestado pelo estado.
mas nao é em 4 anos que se constroi (mesmo) uma democracia, e muito menos com a 'ajuda' de comentarios falhados...

Anónimo disse...

Proponho um debate sobre outra questa que penso ter sido mais um capricho do nucleo duro da Fretilin liderado pelo Alkatiri e ver se alguem da Fretilin me pode dar uma explicacao satisfactoria.

Afinal o antigo governo foi o primeiro governo constitucional ou o segundo? E o actual e o segundo ou o terceiro governo constitucional. Alguem sabe responder?

Anónimo disse...

Como eh que alguem lhe podera responder se voce nem sabe colocar uma perguntar! Afinal o que eh que voce quer que se lhe responda? Inscreva-se mas eh na quinta das aboboras!

Anónimo disse...

Para mim sr(a)comentarista das 10:32:44, o primeiro governo constitucional foi aquele saido das eleicoes de 2001 e liderado por Alkatiri. O segundo governo constitucional saira das eleicoes de 2007. Este, liderado por Ramos Horta, e' o governo de transicao, pois e' fruto de um golpe de estado constitucional (quer queiramos quer nao houve um golpe). Portanto, Nao e' um governo saido das eleicoes.

Anónimo disse...

aos anonimos das 4:09:10 PM e das 10:32:44 PM.

Ao que eu me queria referir na verdade era essa historia da Restauracao da Independencia.

Segundo a versao da Fretilin o que se verificou em Maio de 2002 nao foi a Independencia propriamente dita mas a famosa Restauracao da Independencia de 1975 razao pela qual tambem e celebrado a declaracao unilateral de independencia a 28 Novembro de 1975.

Ora isto quer dizer que Timor ja era independente em 1975 (apesar de nao haver reconhecimento internacional que e um dos requisitos para um pais ser considerado independente). Ja tinha uma constituicao (de partido unico), um presidente (Franciso Xavier do Amaral) um governo no qual o Mari Alkatiri tambem era um ministro.

Havendo tanta insistencia pelo nucleo duro da fretilin (principalmente Mari e colegas) de que 20 de maio 2002 foi meramente uma restauracao da independencia que a fretilin ja tinha declarado em 1975 como e que se pode justificar que mesmo o governo de Alkatiri foi oficialmente considerado como I governo constitucional (ver todos os documentos oficiais) quando de facto deveria ser o segundo para ser consistente com a historia de restauracao da independencia. Da mesma forma o governo de Ramos Horta devia ser o terceiro governo e nao o segundo.

Era esta a pergunta que queria fazer Sr. anonimo das 12:20:11 AM mas infelizmente esqueci-me de que nem todos sao bons entendedores e nem sempre chegam as meia palavras. Talvem alguem devia era increver-se na quinta da mandioca.
E era este o capricho que queria expor.

Mas o que acham os leitores?

Anónimo disse...

Acho que você é um perfeito idiota. Acho que você não conseguiu, em 30 anos de exaltante história timorense, remoer todas as suas frustações. Acho que o presente e o futuro do nosso país se há-de fazer sem você. Acho que você não, sequer, passado. Acho que, passado o tormento deste golpe, você, se tiver tempo, começará, imediatamente, a engendrar outro golpe. Acho que, verdadeiramente, você não é um timorense.

Anónimo disse...

Anónimo das 1:07:29 AM: para quem ganhou uma "guerra" parece-me muito pouco animado...

Anónimo disse...

Estava somente a criar um debate sobre a historia timorense. a margarida e o anonimo anterior nao fazem comentarios sobre o meu e mostram-se ofendidos. Porque? Sera que o meu comentario anterior nao tem logica alguma? Se for esse o caso por favor mostrem-me onde falha a minha logica. Agora reagir dessa forma nao porque so mostram a vossa incapacidade para o debate.
Estas questoes sao importantes para se escrever a historia de timor como deve ser.

Traduções

Todas as traduções de inglês para português (e também de francês para português) são feitas pela Margarida, que conhecemos recentemente, mas que desde sempre nos ajuda.

Obrigado pela solidariedade, Margarida!

Mensagem inicial - 16 de Maio de 2006

"Apesar de frágil, Timor-Leste é uma jovem democracia em que acreditamos. É o país que escolhemos para viver e trabalhar. Desde dia 28 de Abril muito se tem dito sobre a situação em Timor-Leste. Boatos, rumores, alertas, declarações de países estrangeiros, inocentes ou não, têm servido para transmitir um clima de conflito e insegurança que não corresponde ao que vivemos. Vamos tentar transmitir o que se passa aqui. Não o que ouvimos dizer... "
 

Malai Azul. Lives in East Timor/Dili, speaks Portuguese and English.
This is my blogchalk: Timor, Timor-Leste, East Timor, Dili, Portuguese, English, Malai Azul, politica, situação, Xanana, Ramos-Horta, Alkatiri, Conflito, Crise, ISF, GNR, UNPOL, UNMIT, ONU, UN.